Esqueceu a senha?

15 Milhões de Adventistas…, mas quem está contando?

por Enviado por email - ter set 04, 11:06 pm

O número de membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Camelback, in Phoenix, Arizona, EUA, alcança um respeitável número de 1.000. Mas uma contagem dos que se assentam nos bancos da Igreja durante a semana revela uma média de 350 a 400 membros por sábado.

O pastor titular da Igreja, Charles White, admite que o rol de membros não tem sido atualizado há 15 anos. “Há muita madeira morta nos livros”, ele diz.

Os oficiais da Igreja dizem ser comum que somente 30 a 50 por cento dos membros de uma igreja assistam regularmente aos cultos.

Em outubro passado, o Escritório de Arquivos e Estatísticas da Igreja relatou que havia quase 14,4 milhões de membros batizados na Igreja Adventista por todo o mundo.

A Igreja estima que esse número atingiu os 15 milhões no ano passado, um número que o diretor do referido escritório, Bert Haloviak, diz ser “bem preciso”.

Não só em 2.000, quando a despeito de relatórios luminosos de crescimento mundial da Igreja por todo o mundo, os oficiais denominacionais suspeitavam que os livros poderiam não estar refletindo dados corretos.

“Havíamos relaxado com auditorias de membresia por muitos e muitos anos”, declara Matthew A. Bediako, secretário mundial da Igreja. “Espera-se que os relatórios dos secretários sejam exatos, mas quando examinamos mais detidamente, descobrimos estatísticas sem fundamento”. 
G.T. Ng, secretário associado da Igreja a nível mundial, crê que a Igreja é moralmente obrigada a relatar precisamente a sua membresia. “Se a membresia está inflacionada, a quem estamos enganando? A nós mesmos?” 

Remontando a 2.000, Ng trabalhava como secretário para a Igreja na região da Ásia Meridional-Pacifico, uma área que na época era afetada por coleta muito imprecisa de dados estatísticos. Ele achou boa a iniciativa da sede denominacional mundial por auditorias abrangentes de membresia das 13 regiões mundiais da Igreja um “processo penoso e duro”, recorda Haloviak.

O pastor se lembra do apelo da liderança aos secretários regionais “Por favor, não nos apresentem mais mentiras; dêem-nos números realistas e honestos”. 

Hendrik Sumendap, secretário para a região da Ásia Meridional-Pacífico declara que as auditorias ali resultaram numa perda “muito desanimadora” de 300.000 pessoas.

Em 2002, Haloviak diz que tais resultados começaram a aparecer nos relatórios estatísticos da Igreja, descontando o índice anual de crescimento da Igreja, que caiu de 5,42% em 2001 para 3,32% no ano passado.

Relatórios iniciais de 2.007, contudo, indicam um aumento para 4,98% do índice de crescimento.

Sete anos após a importante ênfase em auditoria de membresia, Haloviak diz que algumas regiões ainda não têm cooperado, afetando a recente publicidade de índices de crescimento. “Se considerarmos esses dados, parecerá por demais óbvio que seus números estão fora de compasso”, declara Haloviak. “Está claro que quando os secretários de algumas dessas regiões são solicitados a empreenderem auditorias, isso simplesmente é desconsiderado”.

Cada um dos secretários regionais devem submeter atualizações trimestrais para a sede denominacional. Esses relatórios dão conta dos batismos, transferência de membros, mortes, membros desaparecidos ou perdas. Kathleen Jones, que lida com estatísticas gerais para a Igreja a nível mundial, diz que os números não são sempre exatos. “Às vezes as colunas nem chegam a somar”,declara. Em outros casos, associações inteiras deixam de relatar qualquer coisa por um trimestre inteiro, em alguns casos devido a falta de pessoal.

Jones diz que desejaria que a Igreja oferecesse mais incentivos para obter maior cooperação.

Estatísticos denominacionais estimam que pelo menos 10 pessoas morram para cada grupo de 1.000, cada ano. Quando um secretário regional relatou 0,6 mortes alguns anos atrás, Haloviak se lembra que a desculpa que o secretário deu para tal estatística tão desconexa foi: “Oh, ele não morreu; apenas teve uma dor de cabeça realmente séria'”. 

O pastor Ng secretário associado da Igreja a nível mundial acredita que as Igrejas individualmente devem “limpar os livros” numa base anual, como recomendado pelo Manual da Igreja. Mas decidir quando remover um membro inativo dos registros é torturante, ele admite. “O propósito das auditorias é redimir, não cortar pessoas”. Harold Wollan, secretário para a região Trans-Européia da Igreja, concorda. “Não incentivamos apenas eliminar membros por não aparecerem [no sábado de manhã]”.

O secretário associado da Igreja a nível mundial se preocupa que algumas igrejas, esperando acelerar o processo de auditoria, num só golpe remova todos os membros inativos ou desaparecidos de seus registros. “Não existem atalhos para uma auditoria apropriada”, declara ele.

Na América do Norte, 54 das 58 associações regionais, usam um programa de computador seguro, chamado eAdventist, implementado em 2003 para estabelecer registros precisos. Pessoas responsáveis na congregação podem dar entrada a votos por membresia eletronicamente, substituindo os tradicionais registros de papel, declara Nancy Lamoreaux, diretora de Serviços de Tecnologia da Informação para a América do Norte. Sherri Ingram-Hudgins, analista programadora do eAdventist, diz que o papel de tal programa limita-se a registrar votos tomados a nível de igreja local.

O secretário denominacional Cheryl Oberlick diz que quando os anciãos visitam membros ausentes, raramente obtêm uma recepção positiva. “Como via de regra temos encontrado pessoas que preferem não serem contactadas”, declara Oberlick. “Se houver qualquer contato, desejam que eles o iniciem”.

White concorda que os esforços para manter dados atualizados da membresia da Igreja são importantes, mas estão longe de representar uma prioridade. “É uma questão de administração de tempo, pois preferimos colocar nossos membros ativos em atividade no ministério e pequenos grupos”, diz ele.

Às vezes, contudo, diz Ng, os registros imprecisos são assim deixados deliberadamente. “Posso pensar em situações em que a administração local disse a uma congregação, ‘Não ousem fazer uma auditoria de número de membros'”. Ng diz que ele pode entender a motivação: quando a membresia cai, o pastor pode parecer ter falhado. E, ele adiciona, por causa de representação em posições eletivas na Igreja ter por base o número de membros, nenhum pastor ou associação deseja reduzir as suas chances de eleição.

Ng e outros oficiais da Igreja têm feito observar que quando os líderes consideram detidamente os dados sobre membresia, ajudam a assegurar a credibilidade da Igreja.

Secretários regionais, tais como Barry Oliver, que trabalha na região eclesiástica do Pacífico Sul, também relatam que as auditorias resultam numa dramática mudança no enfoque da Igreja: de promover mais e mais índices batismais para a devida alimentação e retenção de membros ativos. Ng concorda: “Batismos são importantes, mas quando consideramos a Bíblia, vemos que a meta não é só batizar, mas fazer discípulos”. Se a Igreja mais diligentemente praticar “evangelismo responsável”, diz ele, a necessidade de auditorias de membresia diminuirá significativamente.

Veja o vídeo:

Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

24 Comentários

Comentários 1 - 24 de 24Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. CONFIO EM TODOS OS DADOS DA IASD. A ADVENTISTA É TRANSPARENTE EM TUDO. SABEMOS ONDE É INVESTIDO O DÍZIMO E AS OFERTAS DA IGREJA, SEMPRE INVESTINDO EM MATERIAIS PARA DISTRIBUIR DE FORMA GRATUITA. E O QUE VOCÊS FAZEM PARA PREGAÇÃO DO EVANGELHO? A IASD FAZ SUA PARTE. FAÇAM A DE VOCÊS!

  2. E agora a IASD ultrapassou os 18 milhões de membros e planeja construir até final de 2015 na América do Sul 9.000 templos. Foram adquiridos os terrenos e um pouco mais de 5.000 igrejas já foram inauguradas,Estamos crescendo cada dia mais

  3. rodeais a terra para fazer um prosélito quando faz o torna duas vezes mais digno do inferno que vos mesmos. Mt 23:15 PORQUE NÃO GUARDAM O ANO SABATICO LV.25?

    http://www.cacp.org.br/ellen-gould-white-e-a-astronomia/
    http://www.cacp.org.br/oracao-para-aceitar-a-profetisa-adventista/

  4. Quero ver “quando?” vocês começarem a guardar o ano sabatico de leviticos 25 e como farão com esses 18 milhões que não trabalharão por um ano. 

    1. Cristo guardou o sábado semanal, referente ao 4º mandamento, que é o memorial da criação e que apresenta Deus como Criador? Sim! Então eu guardo. Cristo guardou o ano sabático? Não. Então eu não guardo, pois imito a Cristo e não ao meu pastor.

    2. A IASD cresce porque tem propósito, transparência e a missão de pregar o Evangelho a toda criatura e só assim virá o fim. E quanto a vocês pentecostais, estão esperando o arrebatamento secreto? Enquanto isso vão falando em línguas que não é a de Atos 2.

  5. Esse site me deixa mais convicto de que estou no lugar certo: Igreja Adventista do Sétimo Dia, pois tudo que falam contra ela não tem fundamento algum. Fora as má interpretações das profecias, que no caso a das 70 semanas, que nega toda obra de Cristo na terra. 

  6. Atualiza ai, por favor! Já são 22 milhões de Adventistas. Amém! Seus dados estão incorretos.

  7. .dizer que a doutrina do sabado do santuario.da mortalidade da alma,e outras não sao bíblicas?  se vcs não  quizerem  aceitar a verdade biblica ..tudo bem.!!!   mas não diga que não é biblica!

  8. Para o bem e o crescimento da sua página, que pode estar sendo acessada também por intelectuais, seus textos são cheios de erros de concordâncias verbais e nominais, isso lhe descredencia seu trabalho; Para escrever para mestrados e doutorados é necessário estudar meu nobre colega. 

  9. O ano sabatico para o descanso da terra.
    Vai estudar!

  10. Acho que o ano sabático se refere às colheitas, não? Êxodo 23:10 e 11.
     E o Princípio por trás, pelo que parece, era de deixar a terra descansar, ajudar aos pobres e alimentar aos animais!

  11. Adventistas são mentirosos e usam a seguinte estratégia: uma vez batizado na igreja, para sempre adventista. Se fossem contar as perdas de membros, as mortes e o abandono da igreja, as estatísticas realistas mostrariam que eles possuem na melhor das hipóteses apenas a metadade do número

    1. kkk essa foi demais. cadastro atualizado anualmente e rigoroso controle estatístico, tudo sistematizado e o caro desinformado falando merda..pesquisa o numero de igrejas adventistas no mundo, anos atrás deixei de ser adv, voltei recentemente e meu nome não constava no rol de membros.

  12. interessante,

    inconsistente, os adventistas distintivamente sao evangélicos que fundamentam suas crenças nas Escrituras Sagradas. Se desprende do breve vídeo que as caracteristicas definidas como evangélicos mencionadas estão muito longe de serem fundamentados na Bíblia, lamentavelemte.

  13. Não adianta vcs criticarem, difamarem, denegrir a imagem da IASD. Já somos mais de 22 milhões. Só pesquisar o número de igrejas inauguradas a cada ano. Os cadastros estão todos atualizados, essa falácia que uma vez batizado na igreja, sempre adventista é uma mentira deslavada.

    1. esse seu argumento de “quantidade” não é benemérito quanto a uma vida espiritual saudável, vide que “Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar” (Ap.20:8) eram insuperáveis em número e vede o fim deles.

    2. criticarem, difamarem, denegrir a imagem da ASD ???

      o sr. está equivocado, os artigos arguem as doutrinas e ensinos adventistas que são postulados a partir de EGW a suposta profetisa auto denominada “espirito profecia”, isso sim é falácia, e o sr. não percebe isso.

  14. PREZADOS PASTORES! REALMENTE É DE UMA PERPLEXIDADE TREMENDA O QUANTO VOCÊS SE PREOCUPAM EM FALAR DA IGREJA ADVENTISTA, TENTANDO DESQUALIFICAR UMA DENOMINAÇÃO RELIGIOSA TRADICIONAL QUE NASCEU E FOI FUNDADA A MAIS DE 170 ANOS. UMA IGREJA ORGANIZADA E QUE ESTÁ ESTABELECIDA EM MAIS DE 217 PAÍSES.

  15. PELOS QUE PERCEBI, VÔCES NÃO SABEM O

  16. a igreja adventista é a igreja mais organizada do mundo eu ac
    redito que tenha mais de 30 milhoes

    1. Adventista é seita irmã estadunidense, logo em seguida vem a dos mormons e dos jeovitas (TJ). sua estatistica é pifia, voces postulam a partir de EGW suposta espirito profecia.

  17. Atualizem os dados. o último relatório no final de 2018 já ultrapassa 22 milhões de membros ativos. E se juntar os que frequentam sem serem batizados passa de 35 milhões. Gostem ou não..a IASD recebe mais de 1 milhão de membros por ano.Isso se chama Missão de pregar o Evangelho. Isso basta!

  18. esse pessoal da CACP sempre querendo denegrir a imagem dos adventistas não não vão

Comentários 1 - 24 de 24Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement