Esqueceu a senha?

A Bíblia e John Wesley

por Artigo compilado - qua jul 02, 12:05 am

wesley

O estudioso wesleyano Randy Maddox escreveu um excelente artigo sobre a forma como John Wesley estudava, interpretava e pregava a partir da Bíblia. É intitulado: “A Regra da Fé, Prática, e Esperança Cristã: John Wesley sobre a Bíblia (1)”. Este artigo é bom e vale a pena ler.

Aqui está um rápido resumo:

  • Wesley nunca pregava baseando-se nos apócrifos [livros chamados de deuterocanônicos para os católicos romanos], apesar de ter sido incluída na KJV [Versão King James] durante seu tempo.
  • Os irmãos Wesley (John e Charles) utilizaram uma série de traduções incluindo: a Bíblia de Genebra, a Bíblia alemã de Lutero e outros.
  • Os irmãos Wesley estudaram os textos grego e hebraico, consideraram as línguas primárias mais autoritárias do que a KJV.
  • Wesley firmemente considerou que a Escritura foi inspirada, no entanto, ele acreditava que não era sempre exata sobre “assuntos tangenciais” (genealogias, por exemplo). Wesley argumentou que a Bíblia era “infalivelmente verdadeira”. A palavra “inerrância” não estava em uso no seu tempo.
  • Wesley acreditava que a inspiração do Espírito Santo foi fundamental para a compreensão da Bíblia. “Precisamos do mesmo Espírito para compreender a Escritura, que permitiu que os santos homens do passado escrevessem-na.”
  • Wesley pregou quase todo o cânon bíblico, incluindo extensa pregação do Antigo Testamento. Há registros (2) que mostram que ele pregava a partir de todos os livros, exceto: Ester, Cântico dos Cânticos, Obadias, Naum, Sofonias, Filemom e 3 João.
  • Wesley lia a Bíblia em associação com os outros. “Se alguma dúvida ainda permanece (compreensão de uma passagem difícil), eu consulto aqueles que são experientes nas coisas de Deu e, em seguida, os escritos dos que estão mortos, porque eles ainda falam.”
  • Wesley valorizava os escritos dos antigos escritores cristãos, particularmente aqueles dos três primeiros séculos da Igreja.
  • Wesley lia a Bíblia em associação com a “regra de fé”. Ele abraçou fortemente o Credo Apostólico. O que a igreja histórica tinha falado sobre determinadas matérias (como a Trindade) foi importante no seu pensamento.
  • Wesley focava no valor e na natureza da criação. Ele acreditava que Deus queria redimir toda a criação.
  • Wesley estava convencido de que o amor de Deus por toda a humanidade era o ensinamento central da escritura. Ele descreveu 1 João 4:19 como “a soma de todo o Evangelho”. Nós O amamos porque Ele nos amou primeiro. Ele chamou 1 João de “o compêndio de todas as Sagradas Escrituras”. Ele também frequentemente referia Salmo 145:9. O Senhor ama a todos, e Sua misericórdia está sobre todas as Suas obras.
  • Passagens favoritas de Wesley (como evidenciado pela frequência que ele pregava a partir delas) eram o livro de I João, o livro de Romanos, 1 Coríntios 13, e Mateus 5-7 (O Sermão da Montanha).
  • Wesley lia a Bíblia porque era o guia para a fé cristã, o guia para o comportamento cristão e esperança e sustento para o crente.

_________________________________________________

(1) Randy Maddox,  The Rule of Christian Faith, Practice, and Hope: John Wesley on the Bible, Methodist Review, Volume 3, 2011 (Free registration required).

(2) O Centro de Estudos da Tradição Wesleyana compilou um registro de todas as passagens da Escritura que John Wesley pregou a partir do que temos registro . Para as fontes eles usaram revistas de Wesley, obras e cartas.

teologiawesleyana.blogspot.com.br/ em 01/07/2014


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement