Esqueceu a senha?

A chamada de Paulo

por Artigo compilado - dom nov 24, 3:25 pm

“Há alguma contradição entre os tex­tos de Atos 9.7 e 22.9? No primeiro temos que os acompanhantes de Saulo ‘ouviram a voz’, enquanto no segundo, referindo-se ao mesmo fato, está registrado que eles ‘não ouviram a voz’.”

No momento em que Jesus apareceu a Saulo no caminho de Damasco, rodeando-o de uma luz e dizendo-lhe: “Saulo, Saulo, por que me persegues?” os acompanhantes ouviram a voz mas não viram a pessoa de Jesus: At 9.7. O texto de Atos 22.9, segun­do as melhores traduções, afirma que eles ouviram a voz, porém sem entenderem o sentido das palavras, e que também viram a luz. Há, certamente, uma falha de tradu­ção na Almeida Simplificada, ao registrar em Atos 22.9: “… mas não ouviram a voz…”. As principais traduções, como a Revisada da SBB, a Versão da Imprensa Bíblica Brasileira e a edição em espanhol de Casiodoro de Reina, 1569 (revisada em 1602, 1909 e 1960), registraram: “… mas não entenderam a voz…”; em vez de: “… não ouviram a voz…”. Em 26.13,14 do mesmo livro temos ainda outras informações, a de que a luz envolveu também os companheiros de Saulo, que caíram por terra, e a língua usada por Jesus foi a hebraica. Como se vê, um texto completa o outro, não havendo qualquer contradição entre eles.

Extraído do livro “A Bíblia Responde” Ed. CPAD


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement