Esqueceu a senha?

A história equivocada do mormonismo

por Pr. Natanael Rinaldi - seg out 06, 9:50 pm

mormo 52166c6465cf6.preview-620

       1.1 – Sobre Joseph Smith Jr.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Igreja SUD) foi fundada por Joseph Smith Júnior, nascido em Sharon, estado de Vermont, nos Estados Unidos, em 23 de dezembro de 1805. Joseph Smith foi o quarto filho de Joseph e Lucy Mack Smith, pais de dez filhos pobremente educados, e dados a crenças e práticas supersticiosas. Sua família mudou-se para Manchester, Nova York, quando ele tinha aproximadamente 14 anos de idade.

É fato comprovado que Smith quis se filiar a uma igreja evangélica antes de formar o mormonismo (ver Marvin W.Cowan – Mormon Claims Answered, p.8).

Seu pai era caçador de tesouros (ver revista Historical Magazine, New Series, Vol.8, nº 5 – Novembro de 1870). José Smith Jr. também era caçador de tesouros, algo que foi até confirmado pela própria mãe, que já na velhice escreveu Biographical Sketches of Joseph Smith and his Progeniters for Many Generations (Dados biográficos de Joseph Smith e seus Antepassados de Muitas Gerações), obra que foi impressa pela Igreja Mórmon de Liperpool – Inglaterra -e até o próprio Brigham Young confirma este fato em Millenial Star, vol.17, 21 de outubro de 1885. Sobre José Smith Jr. ser caçador de tesouros, ainda é confirmado por uma outra obra de sua mãe, The Story of the Mormons, de Linn, p.16. Seu pai José Smith, ao dar uma entrevista publicada no número de maio de 1870 da HISTORICAL MAGAZINE, disse claramente que o jovem Smith era realmente caçador de tesouros.

A minuta de um processo judicial datada de 20 de março de 1826 – Nova Iorque contra Joseph Smith – revela que antes de ocorrer-lhe a ideia de uma Bíblia de ouro, Smith possuía certa pedra que vez por outra consultava, com a finalidade de saber onde havia tesouros enterrados e que ele procurara o Sr. Stoal várias vezes – ver Frazers Magazine, New Series, Vol. 7, fevereiro de 1873.

Em 1827 Smith alega ter recebido as placas de ouro. Pouco depois do fato, ele pôs-se a “traduzir” os hieróglifos nelas escritos no idioma “egípcio reformado”. Todos os egitptólogos e filólogos, consultados a respeito da questão, afirmam que tal língua nunca existiu. Contudo, os mórmons continuam a manter a alegação de que tal língua existe, mesmo conhecendo bem este fato.

Sobre Smith ser polígamo e praticar atos imorais – ver a Famosa Coleção Berriam da Biblioteca Pública de Nova Iorque. Ninguém dava crédito às suas palavras, pois mentia demais, e tinha o hábito de exagerar seus ditos – ver The Origin, Rise and Progress of Mormonism, p.6 e Mormonism Unveiled – Zanesville, Ohio, 1834 p 261.

José Smith além de fundar o mormonismo, tinha outra religião, pois era maçom de grau

elevado. Desde que a maçonaria não é uma religião de Deus, como pode alguém dizer que é um profeta e ser ministro de uma religião secreta, como associar isto? ver – History of the Church Vol. 4 p.550,551,552.

José Smith Jr. matou duas pessoas com tiros de sua pistola na cadeia de Carthage. Como a Igreja Mórmon pode declarar que Smith morreu como um mártir, se no momento que a multidão invadia a prisão ele veio a matar essas pessoas, tentando salvar sua vida? Ver History of the Church Vol.7 p.102,103. Outro fato interessante é que a Igreja mórmon filtra informações para os brasileiros. A igreja conta no livro brasileiro uma versão do acontecido, ou seja que Smith disparou na turba, porém não conta que morreram pessoas na sua retaliação – ver Doutrinas e Convênios, História da Igreja – Manual do Aluno, p 234 (livro editado no Brasil).

Joseph Smith Jr. declara: “Se qualquer pessoa me perguntar se eu sou um profeta, não o negarei, já que estaria mentindo se o fizesse; pois, segundo João, o testemunho de Jesus é o espírito de profecia. Portanto, se declaro ser testemunha ou mestre, e não tenho o espírito de profecia, que é o testemunho de Jesus, sou uma falsa testemunha; porém, se sou um mestre ou testemunha verdadeira, devo ter o espírito de profecia, e isso é o que constitui um profeta” (Ensinamentos do Profeta Joseph Smith, pg.263) – o grifo é nosso.

Outra declaração de Smith a respeito de sua chamada profética: “Meus inimigos dizem que fui um profeta verdadeiro. Ora, prefiro ser um profeta verdadeiro, caído, do que um falso profeta. Quando um homem sai profetizando e ordena aos seus semelhantes que obedeçam aos seus ensinamentos, ou é verdadeiro ou é falso. Os falsos profetas sempre se levantaram para opor-se aos verdadeiros, profetizando coisas tão parecidas com a verdade que quase enganaram os próprios escolhidos” (Ensinamentos do Profeta Joseph Smith, edição 1975 – pg. 357, autor Joseph Smith, editora A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias) – o grifo é nosso.

Como não existe mormonismo sem Joseph Smith Jr., os adeptos desse grupo religioso chegam ao extremo do fanatismo ao declarar que não há salvação sem ele. Dizem:

“NÃO HÁ SALVAÇÃO SEM ACEITAÇÃO DE JOSEPH SMITH”

“Se Joseph Smith foi realmente um profeta, e se disse a verdade ao afirmar que esteve na presença de anjos enviados pelo Senhor, e obteve as chaves da autoridade e o mandamento de novamente organizar a Igreja de Jesus Cristo na Terra, então este conhecimento é de vital importância para o mundo inteiro. Nenhum homem pode rejeitar este testemunho sem incorrer nas mais terríveis consequências, pois não poderá entrar no reino de Deus. Portanto, é dever de todo homem investigar, para que possa avaliar a questão cuidadosamente e conhecer a verdade” (Doutrinas de Salvação Vol. 01, edição 1987 – pg. 206; autor Joseph Fielding Smith; editora Bookcraft) – grifo nosso.

 

1.1.1 Primavera de 1820 – “Primeira Visão”

Para se colocar como profeta, JS alega ter tido várias visões. A primeira delas, a mais importante, foi sobre a apostasia geral do Cristianismo, quando Deus o Pai, em forma humana, e Jesus Cristo, apareceram para ele em 1820, e ele perguntou-lhes: “Qual de todas as seitas era a verdadeira, a fim de saber a qual unir-me”. Joseph Smith declarou: “Foi-me respondido que não me unisse a nenhuma delas, porque todas estavam erradas, que todos os seus credos eram uma abominação à sua vista”. Foi avisado por Jesus para abrir uma nova igreja, a qual deu o título pomposo de Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (A Pérola de Grande Valor, pg.56,57; 3Néfi 27.8).

 

1.1.2 Setembro de 1823 – “Segunda Visão”

Um anjo, por nome Morôni, visitou o profeta em sua casa e disse-lhe que num monte chamado Cumora, perto de Palmyra, Nova York, havia um livro escrito sobre placas de ouro, dando conta dos antigos habitantes deste continente, como também da plenitude do evangelho eterno (PGV, Joseph Smith, 2: 33-35).

 

1.1.3 Encontrando as Placas

Morôni retornou mais quatro vezes, e em setembro de 1827, ao fazer uma escavação, de acordo com as instruções dadas pelo anjo, Smith desenterrou as placas de ouro escritas em hieróglifos do “egípcio reformado” (um idioma inexistente). Desde que o rapaz não tinha condições de ler esse “egípcio”, as placas estavam acompanhadas do Urim e Tumim (às mesmas de Ex. 28:30), instrumentos (pedra? óculos?) milagrosos que ajudaram Joseph Smith na tradução. Ele colocava sua “pedra de vidente” dentro do chapéu e enterrava seu rosto no mesmo, e milagrosamente as letras egípcias se convertiam em inglês. Joseph Smith passava então a ditar o texto para um escrevente (Oliver Cowdery), que com ele trabalhava, e o resultado desse trabalho veio a ser o Livro de Mórmon, publicado pela primeira vez em 1830.

Há provas de que muito do que existe no Livro de Mórmon foi tirado do romance de Solomon Spaulding “The True Origin of the Book of Mormon” (A Verdadeira Origem do Livro de Mórmon), conforme E. E. Howe, “Mormonism Unveiled” (O Mormonismo Descoberto) 1834, pg.278ss; e “Shook The True Origin of the Book of Mormon” (A Verdadeira Origem do Livro de Mórmon) pg.94ss. Vide também “The Book of Mormon?” de James D. Bales, Ph. D. The Manney Company, Forth, Texas, pp. 138-142.

Se pudermos fazer um estudo antropológico completo, ou ler autores como W. C. Boyd (The Contribution of Genetics to Anthropology) e Benthey Glass, o grande geneticista da Universidade Johns Hopkins, descobriremos que as afirmações dos mórmons, com base no Livro de Mórmon, não se harmonizam com as descobertas dos geneticistas e antropólogos. Não existe a menor base para a alegação de que os índios da América (ou Lamanitas, como dizem os mórmons) se acham relacionados com a raça à qual Nefi (que era semita) supostamente pertencia.

 

1.1.4 Sacerdócio Aarônico

Mais tarde, em maio de 1829, enquanto Oliver Cowdery estava escrevendo a tradução em inglês, que Joseph Smith lhe dava, eles foram no bosque para orar sobre o batismo para remissão dos pecados. Enquanto eles estavam orando, João Batista apareceu-lhes e impôs suas mãos sobre eles[1], ordenando-os assim para o sacerdócio de Aarão. Depois deste evento, Joseph e Oliver batizaram um ao outro e ordenaram um ao outro para o Sacedórcio Aarônico (PGV, Joseph Smith 2:66-75).

 

1.1.5 Sacerdócio de Melquisedeque

Algum tempo mais tarde, provavelmente entre 15 de maio e 30 de junho de 1829, Pedro, Tiago e João visitaram Joseph e Oliver[2] e conferiram-lhes o sacerdócio de Melquisedeque, o qual deu-lhes o poder de impor as mãos para receber o dom do Espírito Santo (Documentary History of the Church, Vol.1, p.40-41).

 

1.2 – Testando o Profeta

No sermão profético, Jesus falou sobre o surgimento dos falsos profetas (Mt.24:5-11). Disse mais, que deveríamos estar alerta contra os falsos profetas: “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores” (Mt.7:15).

Entretanto, precisamos ter cautela para não difamarmos pessoas que se intitulam profetas sem que tenhamos provas. Jesus falou que pelas nossas palavras seremos justificados ou condenados. É possível testarmos Joseph Smith Jr. para avaliar se ele é ou não um profeta verdadeiro? Certamente que sim, e isso podemos fazer pela forma como a Bíblia recomenda.

(Dt.18:20) “Porém o profeta que tiver a presunção de falar alguma palavra em meu nome, que eu não lhe tenha mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, esse profeta morrerá”.

(Dt. 18:21-22) “E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o SENHOR não falou? Quando o profeta falar em nome do SENHOR, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o SENHOR não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele”.

 

1.2.1 Suas Visões e a Bíblia

As visões de Joseph Smith foram experiências subjetivas, não podendo ser analisadas objetivamente. Se ele merece confiança, assim também a merecem os demais fundadores de seitas, que dizem ter tido experiências semelhantes. As visões de Joseph Smith contradizem a Bíblia. Verifique estas passagens bíblicas:

Ex.33:20 “Homem nenhum verá a minha face e viverá”;

Jo.1:18 “Deus nunca foi visto por alguém”;

1Jo.4:12 “Ninguém jamais viu a Deus”;

1Tm.1:17 “Ao Rei dos séculos, imortal, invisível…”;

1Tm.6:16 “Aquele que tem ele só a imortalidade, e habita na luz inacessível a quem nenhum dos homens viu e nem pode ver “.

 

1.2.2 Suas Visões e a História

As experiências de Joseph não somente contradizem as Escrituras, mas também a história. JSJ declarou que em 1820 houve “uma agitação anormal sobre questões religiosas e grandes multidões se uniam aos diferentes partidos religiosos” (PGV, Joseph Smith, 2:5). Ele então menciona as Igrejas Metodista, Batista e Presbiteriana. Entretanto, já foi absolutamente provado: não houve qualquer avivamento em 1820 em Palmyra, como relatado por Joseph Smith Jr.

 

1.2.3 Mudanças nas Visões

Quanto à 1ª visão, o mormonismo diz que Joseph tinha 14 anos de idade quando Deus o Pai, e o Filho, apareceram para ele, e que três anos mais tarde o Anjo Morôni o visitou. Porém Brigham Young diz que “O Senhor não veio — mas enviou o Seu Anjo” (Journal of Discourses, Vol.II, p.171).

Wildford Woodruff, o 4º profeta da igreja, disse que o mormonismo “começou com um anjo de Deus voando pelo meio do céu e visitando um jovem chamado Joseph Smith, no ano de 1827” (JD, Vol. XIII, p.324).

Numa outra visão, escrita pelo próprio Smith, ele declara que tinha 16 anos quando teve a primeira visão. Os vários relatos da primeira visão nos dizem que Joseph Smith viu “um anjo”, “anjos”, “o Senhor”, e “dois personagens”.

Outro fato estranho é que Joseph Smith tentou membrar-se na igreja Metodista em 1828. Ele foi impedido de membrar-se porque estava envolvido com necromancia, adivinhação e fantasmas sangrentos” (Marvin W. Cowan, Mormon Claims Answered, p.8 ).

 

1.2.4 Exemplos de Profecias Não Cumpridas

  1. a) Envolvimento da Inglaterra na guerra civil americana:

“Na verdade, assim diz o Senhor concernente às guerras que logo virão, a começar pela rebelião de Carolina do Sul, que eventualmente terminará com a morte e sofrimento de muitas almas; e tempo virá em que as guerras se esparramarão sobre todas as nações a começar deste lugar. Pois eis que os Estados do Sul se dividirão contra os Estados do Norte, e aqueles pedirão auxílio a outras nações, mesmo a Grã- Bretanha, como é chamada, e pedirão auxílio de outras nações a fim de se defenderem contra outras nações, e então as guerras se esparramarão sobre todas as nações” (grifo nosso). (DOUTRINA E CONVÊNIOS, SEÇÃO 87.1-3, edição 1950, p.87, autor Joseph Smith, editora A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias).

Não houve interferência da Inglaterra (ou Grã Bretanha) na guerra civil americana, nem envolvimento de outras nações.

 

  1. b) A construção da cidade de Nova Jerusalém e o Templo pela geração de JSJ:

“Uma revelação de Jesus Cristo ao seu servo Joseph Smith Filho e seis élders, quando estes uniram seus corações e ergueram suas vozes ao alto. Sim, a Palavra do Senhor com respeito à sua Igreja, estabelecida nos últimos dias, como que pela boca de seu Profetas, para a restauração do seu povo e para o ajustamento dos seus Santos que permanecerão sobre o Monte Sião, o qual será a cidade Nova Jerusalém. A qual cidade será construída a começar pelo terreno do Templo, que foi designado pelo dedo do Senhor, nos limites ocidentais do estado de Missouri, e dedicado pela mão de Joseph Smith Filho e outros com quem o Senhor se comprazia. Na verdade esta é a Palavra do Senhor, que a cidade Nova Jerusalém seja construída pela congregação dos Santos, começando deste lugar, o lugar do Templo, o qual será erigido nesta geração. Pois na verdade esta geração toda não passará, sem que seja construída uma casa ao Senhor, e uma nuvem descansará sobre ela, a qual será a glória do Senhor que encherá a casa” (DOUTRINA E CONVÊNIOS, SEÇÃO 84.1-5, edição 1950 – pg. 157, autor Joseph Smith, editora A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias) (grifo nosso).

Essa profecia foi publicada no Diário de Discursos (Vol. 9 – pg. 71; Vol. 10 – pg. 344; Vol. 13 – pg. 362). Dada a certeza de que esta profecia haveria de cumprir-se durante a geração de 1832, cidades e templos não foram construídos naquela geração no estado de Missouri. Nada se cumpriu.

 

  1. c) Sião, no Missouri, não poderia cair, nem ser removida de seu lugar:

“E agora Sião prosperará se fizer estas coisas, e se esparramará e se tornará gloriosa, muito grande e muito terrível. E as nações do mundo honrá-lo-ão e dirão: Certamente Sião é a cidade do nosso Deus, e certamente Sião não poderá cair, nem ser removida do seu lugar, pois Deus ali está e a mão do Senhor ali está; E pela força do seu poder ele jurou que seria a salvação e sua torre alta. Portanto, na verdade, assim diz o Senhor, que Sião regozije, pois isto é Sião – O PURO DE CORAÇÃO” (Doutrina e Convênios Seção 97:18-21, edição de 1950).

Joseph Smith Jr. estava em Kirtland, Ohio, quando esta profecia foi feita, e não tinha conhecimento de que Sião havia sido removida duas semanas antes da assim chamada revelação.

 

  1. d) A data da segunda vinda de Jesus:

“O Presidente Smith então afirmou…. que era a vontade de Deus que os que foram a Sião resolvidos a dar suas vidas, se necessário, seriam ordenados ao ministério, e sairiam para podar a vinha pela última vez, pois a vinda do Senhor estava perto e que o cenário seria desfeito em 56 anos(History of Church Vol.02, edição 1978 – pg. 182) – grifo nosso.

Basta ao leitor somar 56 anos a 1835, data da revelação, e chegará ao ano de 1891, data final para a vinda de Cristo, o que não ocorreu.

 

  1. e) Os inimigos de Joseph Smith Jr. seriam destruídos ao procurar matá-lo.

“E assim profetizou José, dizendo: Eis que o Senhor abençoará este vidente; e aqueles que procurarem destruí-lo serão confundidos, porque a promessa que obtive do Senhor sobre o fruto de meus lombos, será cumprida. E eis que tenho a certeza de que esta promessa será cumprida. E seu nome será igual ao meu, e será também chamado pelo nome de seu pai. E ele será semelhante a mim porque aquilo que o Senhor fizer através de sua mão, pelo poder do Senhor, guiará meu povo à Salvação. Sim, assim profetizou José: Certo estou disto, como estou certo da promessa de Moisés: pois que o Senhor me disse: Preservarei tua descendência para sempre” (2Néfi 3.15-16; O Livro de Mórmon, edição 1981, pg. 7) – grifo nosso.

A profecia não se cumpriu. Joseph Smith foi morto à bala, na prisão de Carthage, Illinois, em 27 de junho de 1844.

 

1.2.5 A Morte do Profeta

Joseph Smith Jr. não morreu como mártir, como afirmam os mórmons. É dito que ele declarou alguns dias antes de sua morte: “Eu vou como o cordeiro para o matadouro” (D&C 135:4). Compare com Isaías 53:7. Mártires morrem sem resistência, como Estêvão em Atos 7:59-60. Joseph Smith Jr., porém, morreu num tiroteio, matando duas pessoas antes de morrer (D&C, Vol. VII, pp.100-103).

 

1.2.6 A Sucessão do Profeta

Brigham Young, que era o presidente do Quórum dos Doze Apóstolos, foi escolhido como o sucessor de Joseph, e levou os mórmons para o oeste do Vale do Lago Salgado, em Utah (Salt Lake City). A sede da igreja dos mórmons continua sendo lá até hoje. Com a morte do profeta, houve muitas dúvidas sobre quem seria seu sucessor. Depois que Brigham Young assumiu a liderança, dezenas de facções menores começaram a existir. Muitas delas reuniram-se em 1860, para formar a Igreja Reorganizada de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sob a liderança de Joseph Smith III, filho do fundador.

 

1.4 – A Organização da Igreja e Fatos Subsequentes

No dia 6 de abril de 1830, Joseph Smith e cinco outras pessoas reuniram-se para organizar a “Igreja de Cristo”, hoje conhecida como Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Sob a liderança de Joseph Smith, ela começou em Fayette, Nova York, moveu-se para Kirtland, Ohio, depois para lndependence, Missouri, e finalmente , para Nauvoo, Illinois.

Pelo ano de 1844, a cidade de Nauvoo era a maior do Estado de Illinois. Foi lá que Joseph Smith concorreu para a presidência dos Estados Unidos (ibidem, Vol. VI, pp. 268-270), quando alguns mórmons apóstatas levantaram a opinião pública contra ele, causando grandes tumultos. Por esta causa, Joseph foi preso, e depois liberto por mórmons na Câmara Municipal de Nauvoo. Mais tarde ele foi preso novamente, e desta vez por traição. Ele foi então levado à prisão em Carthage, Illinois (Ibidem, Vol. VI, pp. 453-474), onde no dia 27 de junho de 1844, uma multidão furiosa arrebentou as portas da prisão e matou o profeta com seu irmão Ilyrum (Ibidem, Vol. VI, pp. 612-622).

 

[1] Nos rituais dos templos mórmons são realizadas cerimônias que alegam comunicação com os mortos (ver Leaves from the Tree, p.38 Livro de Catecismo para Jovens, escrito pelo líder mórmon Charles Penrose), algo totalmente proibido pela Bíblia (Dt. 18:11-12).

[2] Idem.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

5 Comentários

Comentários 1 - 5 de 5Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. O estado americano do UTAH, é dos mormóns, pela lei deste lugar é permitido a “poligamia” – os homens mais influentes da seita ganham o direito do “casamento celestial” onde casa-se com duas ou três mulheres. e são machistas pois não permite o inverso : mulher c/ três maridos.

    1. Quanto coco é possível sair da sua boca em.forma de texto?

    2. AaV, côco verde ou marrom não é possível, MAS parece-me que é da sua boca que sai esterco mesmo ! vê se acorda, o joseph smith teve dezenas de mulheres e voces acham ele um santarrão.
      pobre borboleta enganado. 

  2. ESSE POVO É LOUCO E AS PESSOAS SÃO CEGAS COMO ELA NÃO ENCHERGAM ESSA LOUCURAS AFS É FRUSTRANTE!!!!!!!!!

    1. se fores do mormonismo que estiver comentando concordo, pois como é possivel crer numa estória Fictícia do livro mormon onde afirmam que traduziram “placas de ouro” de um suposto anjo chamado moroni … aonde estão estas placas? em um museu ? não, só na frustação do engano.

Comentários 1 - 5 de 5Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement