Esqueceu a senha?

A missão de Jesus

por Pr. Natanael Rinaldi - qui maio 11, 10:11 am

Pergunta: Um artigo publicado no jornal A Tribuna, de 21/12/1995, com o título “A Missão de Jesus na Terra” com conceitos que eu queria ouvir o que a Bíblia declara sobre o assunto. Peço que o Pastor faça algum comentário a respeito: “Nascido de Maria e José, e crescendo dentro da comunidade dos essênios, que desde cem anos antes de sua vinda já o esperavam”. Pergunto: Jesus cresceu dentro da comunidade dos essênios? Quem eram os essênios?

Resposta: Os essênios eram uma seita monástica e ascética que vivia no deserto da Judeia, às margens do Mar Morto. Ora, essa seita desapareceu por volta de 73 a.C., quando da conquista da fortaleza de Massada pelos romanos. Se a seita desapareceu por volta de 73 a.C., como Cristo poderia ter vivido dentro da comunidade dos essênios?

Pergunta: Quais eram os costumes dos essênios?

Resposta: Os essênios eram profundamente ascéticos: alimentavam-se frugalmente e viviam segregados de todos. Jesus, contrariando o modo de vida deles, não tinha restrições quanto à comida, chegando ao ponto de ser acusado pelos judeus de comer e beber com os publicanos (Mateus 11.19). Os essênios primavam pela pureza exterior, ao passo que os discípulos de Jesus foram acusados de comer sem lavar as mãos (Marcos 7.5). Os essênios tinham pouco apreço pelo templo de Jerusalém, ao passo que Jesus demonstrou apreço pelo templo. Frequentemente ensinava lá, e algumas de suas mais notáveis confrontações com os judeus tiveram lugar no templo. Os essênios criam na reencarnação, ao passo que Jesus ensinou a ressurreição dos corpos, inclusive a sua própria: “Porque ensinava aos seus discípulos e lhes dizia: o Filho do homem será entregue nas mãos dos homens e matá-lo-ão e morto ele, ressuscitará ao terceiro dia” (Marcos 9.31). Tudo isso mostra que Jesus não viveu entre os essênios, mas se o fizesse adotaria os mesmos costumes.

Pergunta:  Diz ainda a reportagem que Jesus conheceu os templos egípcios, onde mais tarde teria acontecido sua iniciação, em Heliópolis e em Lúxor. Durante 17 anos, percorreu o mundo, passando pela Pérsia, Grécia, Índia, Tibete e Egito. Jesus andou fora da Palestina?

Resposta: Não. É verdade que a Bíblia não registra a vida de Jesus dos 12 aos 30 anos, mas isso não é motivo para especulações, como essa de Jesus ter viajado para fora da Palestina.

Pergunta: E como poderíamos provar que Jesus não viajou para fora da Palestina?

Resposta: Quando Jesus voltou à cidade de Nazaré, onde fora criado, foi reconhecido por seus patrícios, como lemos em Marcos 6.1-4: “E, partindo dali, chegou à sua pátria, e os seus discípulos o seguiram. E, chegando o sábado, começou a ensinar na sinagoga; e muitos, ouvindo-o, se admiravam, dizendo: De onde lhe vêm estas coisas? E que sabedoria é esta que lhe foi dada? E como se fazem tais maravilhas por suas mãos? Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de José, e de Judas e de Simão? E não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele. E Jesus lhes dizia: Não há profeta sem honra senão na sua pátria, entre os seus parentes, e na sua casa”.

Quando Jesus foi acusado publicamente de blasfêmia pelos judeus, não foi por estar envolvido com o misticismo oriental, mas sim por reivindicar ser o Messias prometido: “Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus” (João 5.18). Além disso, sobre a adolescência de Jesus se lê: “E crescia Jesus em sabedoria, em estatura e em graça para com Deus e os homens” (Lucas 2.40).

Jesus cresceu numa família numerosa, seu pai era carpinteiro e Ele aprendera aquele ofício. O ofício de carpinteiro incluía os consertos domésticos, a fabricação de móveis e de implementos agrícolas tais como arados e jugos. Durante todos esses anos, Ele crescia e se desenvolvia tanto física como espiritualmente.

Pergunta:  Diz também a reportagem que Jesus tornou-se o Cristo numa cerimônia magnífica na Grande Pirâmide de Gizé, no Egito, e tempo depois no Rio Jordão, já na Palestina, ao lado de João Batista. Foi quando se tornou o Cristo, embora as religiões ortodoxas ainda pensem que Cristo seja seu sobrenome. Jesus já nasceu Cristo ou se tornou Cristo somente aos 30 anos, no batismo de João, no Rio Jordão?

Resposta: Quando o anjo anunciou o nascimento de Jesus aos pastores disse: Na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é o Cristo, o Senhor (Lucas 2.11). Simeão, cheio do Espírito Santo, reconheceu no bebê Jesus o Cristo, em cumprimento das promessas: “E fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor (Lucas 2.26). Além disso, Jesus é o único Cristo, não existem outros como Buda, Maomé ou Confúcio. A Bíblia é clara: Pedro, por revelação de Deus Pai, declarou: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16.16).


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

2 Comentários

Comentários 1 - 2 de 2Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Glória a Deus, que benção esse artigo.

  2. A Missão de Jesus foi salvar a humanidade#

Comentários 1 - 2 de 2Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement