- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

A Necessidade do Teocentrismo

[1]Onde quer que, na Igreja, se tenha perdido a centralidade e autoridade da Bíblia, onde Jesus tenha sido colocado de escanteio, o evangelho tenha sido desvirtuado ou a fé pervertida, sempre foi por uma mesma razão. Nossos interesses mesquinhos substituíram a vontade soberana de Deus e, a partir daí, estamos fazendo o serviço do Reino a nosso bel prazer.

A perda da centralidade de Deus na vida eclesiástica dos dias hodiernos é comum e lamentável. É essa perda que faz de nossos cultos apenas palcos de entretenimento, faz da pregação do evangelho um marketing barato e sem valor, que faz a ética ser relativa e sem sentido e transforma o vulgar em santo.

Hoje ser um cristão de sucesso é ser um homem abastado e prospero financeiramente, o dinheiro se tornou o selo da santidade, a ganância se tornou a motivação da busca pelo divino, mas não o divino bíblico, mas no divino da prosperidade. É mais importante ter do que ser um servo de Deus fiel! Como resultado dessa pobreza espiritual, Deus, Cristo e a Bíblia vêm significando muito pouco no meio cristão.

Precisamos entender que Deus não existe para satisfazer as ambições humanas, os desejos, os apetites de consumo e os nossos interesses particulares. Temos que focalizar em Deus por meio de nossa adoração despretensiosa e não em nosso egocentrismo. Deus é soberano no culto, não nós. A nossa preocupação precisa estar no reino de Deus e não em nossos próprios impérios, popularidade ou êxito.

Em lugar de adaptar a fé cristã para satisfazer as necessidades sentidas dos consumidores, devemos proclamar o verdadeiro evangelho, como medida única da justiça verdadeira. A verdade bíblica é indispensável diante dessa igreja que fez da fé um produto mercadológico.


Fonte de pesquisa: Revista Defesa da Fé.

[2] [3]Compartilhar [4]