Esqueceu a senha?

A passagem de João 7.53;8.1-11

por Artigo compilado - sex set 14, 11:33 am

Os mestres da Lei (escribas) e os fariseus levaram a Jesus uma mulher surpreendida em adultério. Pela lei hebraica, extraída do Torá, ela deveria ser apedrejada até a morte.

De fato, o Torá previa que o ato de adultério fosse punido com a morte por apedrejamento (Lv 20,10 e Dt 22,22ss), mas na prática isso já não era mais costume naqueles tempos. Além disso, a pena capital só podia ser aplicada pelos governantes romanos. Nenhum judeu tinha autoridade para condenar alguém à morte, muito menos executar a pena.

Os escribas e os fariseus queriam colocar Jesus em uma armadilha. Se Jesus fosse pela condenação, seria acusado de cruel, além de fora-da-lei (somente os Romanos podiam aplicar a pena capital e a Lei Judaica indicava que o casal adultero deveria ser sentenciados e não semente um dos cônjuges); se fosse pela absolvição estaria contrariando os decretos da Lei. De uma ou de outra forma os mestres da Lei e os fariseus teriam motivos para acusá-lo.

Jesus com a resposta “Quem dentre vós não tiver pecado, que atire a primeira pedra” fez com que os acusadores ficassem sem argumentos para uma acusação formal e sem moral perante a multidão que assistia a cena.

A Mensagem

Esta é uma das frases mais conhecidas de Jesus e muito utilizada para quando alguém cria juízo de valor em relação à outra pessoa.

Para que alguém tenha o direito de julgar ou condenar os outros, é necessário que ele próprio seja irrepreensível.

A Autenticidade do Texto

Esta perícope não é unanimidade entre todos os especialista quanto a pertencer a João. Alguns afirmam ter sido incluído posteriormente, ato conhecido por interpolação, não fazendo parte dos escritos originais de João. Entretanto, alguns afirmam ser de autoria de João, e apresentam alguns argumentos e documentos para comprovar este fato.

• O primeiro manuscrito em que a perícope aparece é o Codex Bezae do século V.

• São Jerônimo em seu trabalho de tradução da Bíblia para o latim a incluiu por tê-la encontrado na maioria dos manuscritos de que dispunha para o exercício da tradução. Por esse motivo, a vulgata passou a incluir a passagem. Em função disso, a “Pericope Adulterae” tornou-se universal.

• Atualmente, esta passagem do evangelho de João é aceito por todas as igrejas cristãs como inspirado por Deus, e portanto, parte do evangelho de João. Entretanto, algumas bíblias frisam que este texto é uma interpolação, e o apresentam entre colchetes.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Per%C3%ADcopa_da_Ad%C3%BAltera


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement