Esqueceu a senha?

A Trindade e o Jeovismo

por Pr. Natanael Rinaldi - sex set 07, 3:02 pm

Doutrina da Trindade

Um dos pontos da doutrina cristã mais atacado, é o referente à doutrina da Tindade. A maioria das seitas, como Mórmons, Espiritismo, Testemunhas de Jeová, entre outras, ou distorce, ou nega tal doutrina. Porém negar a Trindade e dizer que Jesus é uma criatura, não é uma heresia nova, pois tal idéia foi defendida por Ário (256-336 d.C.), já no terceiro século de nossa era. Irei tecer alguns comentários sobre a doutrina, sem contudo fazer um grande aprofundamento teológico da mesma, mas farei uso de argumentos baseados nas Escrituras, que sejam suficientes tanto para entender a doutrina, tanto para derrubar os argumentos infundados da Sociedade Torre de Vigia (STV).

A STV afirma que como a doutrina da Trindade não pode ser entendida, não deve ser aceita, pois Deus não é Deus de confusão (I Co 14:33). Antes de explicar a doutrina, farei uma citação de um trecho de uma publicação da STV:

“Sal. 90:2: “Antes de nascerem os próprios montes ou de teres passado a produzir como que com dores de parto a terra e o solo produtivo, sim, de tempo indefinido a tempo indefinido, tu és Deus.”

Há lógica nisso? Nossa mente não pode compreender isso plenamente. Mas não é uma razão sólida para o rejeitar. ” Raiciocínio à Base das Escrituras, p. 123

Partindo da citação acima, e comparando-a com o argumento da STV de que a doutrina da Trindade não deve ser aceita por estar além da razão, a STV terá duas alternativas: negar a eternidade de Deus, ou aceitar a Trindade.

Quanto à doutrina da Trindade não poder ser entendida, e ser confusa, eu discordo. A doutrina da Trindade só não é entendida pelos não crentes, pelos novos na fé, ou pelos que não se dão o tempo de estudá-la. Apesar da doutrina poder ser entendida, não podemos porém esgotar o assunto, pois agora conhecemos em parte (I Co 13:12), mas podemos sim verificar nas Escrituras argumentos suficientes para que tenhamos uma idéia clara e definida.

As principais dúvidas ocorrem por que não se sabe diferenciar Trindade e Triunidade. Este geralmente é o ponto no qual a STV faz confusão. Trindade não é triteísmo. A STV, para dizer que a doutrina da Trindade tem origem pagâ, apresenta várias tríades de deuses. Mas em todos os exemplos citados, são apenas três deuses, geralmente de religiões politeístas, e não uma trindade. Deus não tem três substâncias, mas sim uma só. Deus é Triúno em Sua forma de existir. Diz-se que o Filho é uma pessoa, o Espírito outra, e o Pai outra, mas a palávra pessoa denota individualidade substancial e moral. Por este motivo, é um pouco “perigoso” usar a palavra pessoa para descrever a Trindade. Não há distinção moral, ideal ou substancial na Divindade. Há distinção de ministério. Uma “Pessoa” da Divindade, nunca discorda da outra, pois há unidade. Não devemos confundir as pessoas(Jesus não é o Pai, o Pai não é o Espírito Santo, e o Espírito Santo não é Jesus), mas não devemos dividir as substâncias. Pode parecer um pouco confuso, mas não é. As dúvidas serão dirimidas com o decorrer do estudo, verificando-se o que foi exposto acima, nas Escrituras Sagradas.

Mas vamos ao que interessa: a doutrina da Trindade. Partirei de argumentos que defendem e que negam a Trindade, e farei a exposição de contra-argumentos, mostrando qual a verdade diante das Escrituras. A STV afirma que a cristandade(como chamam os cristãos que não fazem parte da seita), por defender a Trindade, é politeísta. Isso ocorre devido ao fato da STV não entender e não estudar a doutrina. Eu afirmo que a STV que é politeísta, pois ela afirma que Jesus é um deus, que o diabo é um deus, e que homens podem ser deuses. É verdade que as Escrituras chamam o diabo (deus deste século), e algumas vezes homens de deuses. Mas tais não são deuses por natureza, mas o são por que alguém (ou eles próprioso) os consideram como tal.

“Outrora, quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são deuses;” Gálatas 4:8

A Bíblia afirma claramente que há um só Deus:

“um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos.”
Efésios 4:5-6

” Vós sois as minhas testemunhas, do Senhor, e o meu servo, a quem escolhi; para que o saibais, e me creiais e entendais que eu sou o mesmo; antes de mim Deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá.”
Isaías 43:10

“Assim diz o Senhor, Rei de Israel, seu Redentor, o Senhor dos exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus.”
Isaías 44:6

Existe somente um Deus! É isso que a Bíblia afirma. Como as testemunhas de Jeová afirmam que Jesus é um deus menor que Jeová? É por que a crença da seita contradiz a Bíblia. As TJ consideram somente ao Pai como Jeová, mas Jeová é Triúno! Se não fosse assim, a Bíblia estaria se contradizendo, pois se há somente um Deus, como pode Jesus ser Deus, se ele não é Jeová? As Escrituras deixam bem clara a Deidade de Jesus, o que comprova a Trindade:

“de quem são os patriarcas; e de quem descende o Cristo segundo a carne, o qual é sobre todas as coisas, Deus bendito eternamente. Amém.” – Romanos 9:5

“Mas do Filho diz: O teu trono, ó Deus, subsiste pelos séculos dos séculos, e cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.” – Hebreus 1:8

“aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus,” – Tito 2:13

Podemos verificar claramente nos versículos acima, que Jesus é Deus. Isto confirma a doutrina da Trindade, pois como há somente um Deus, e Jesus é Deus, logo Deus Pai e Deus Filho fazem parte de uma Trindade. A STV geralmente anda em círculos, pulando de versículo em versículo (fora de contexto) para contradizer a Trindade. Mas se quisermos refutar a doutrina da Trindade deveremos refutar também a Bíblia. Jesus é Deus (Jo 20:28), o Pai é Deus (Sl 90:2); homens não são deuses (Ez 28:2; Ez 28:9).

Um argumento da STV, para negar que Jesus é Deus, é I Co 8:6:

“todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual existem todas as coisas, e por ele nós também.”

A STV usa este versículo para afirmar que somente o Pai é Deus. Mas como todos os argumentos da STV são inconsistente, este não poderia fugir à regra. Se nós usarmos este versículo para dizer que somente o Pai é Deus, deveremos também afirmar que somente o Filho é Senhor, e isto contraria a Escritura (Mt 11:25)

As Testemunhas de Jeová precisam sim raciocinar mais …

Veja o vídeo:


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. o Pior Erros das Testemunhas de Jeová e Rejeitarem a Trindade.Sou um Ex- Estudante das Testemunhas de Jeová e Hoje creio que Existe um só Deus:O Pai, O Filho e O Espírito Santo.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement