Esqueceu a senha?

Acupuntura e a Bíblia

por Artigo compilado - sáb maio 17, 12:04 am

acupuntura

“Assim diz o Senhor: Não aprendais o caminho dos gentios, nem vos espanteis com os sinais dos céus; porque com eles os gentios se atemorizam. Porque os costumes dos povos são vaidade; …” (Jeremias 10:2,3)

Cura Holística

Muitas pessoas erroneamente aceitam a combinação holística corpo-mente porque sabem que nossas atitudes sempre afetam nossa saúde ou, ainda, podem nos curar de doenças. Entretanto, atitudes e a visão holística mística contemporânea são duas coisas distintas. A visão holística de corpo e de saúde é baseada no “monismo” (doutrina filosófica segundo a qual o conjunto das coisas pode ser reduzido à unidade, quer do ponto de vista da sua substância (e o monismo poderá ser um materialismo ou um espiritualismo), quer do ponto de vista das leis (lógicas ou físicas) pelas quais o universo se ordena, sendo assim, o monismo será lógico ou físico) – Dicionário Aurélio. Portanto, a visão holística de corpo e saúde é baseada no monismo, onde o todo é cada parte e onde cada parte é o todo, e onde uma força universal (descrita como “chi” ou “qi”) se associa a nós e flui através do nosso corpo. O holismo hoje afirma que toda doença é um desequilíbrio ou um bloqueio do “chi” e/ou das forças “yin-yang” no corpo. Assim, o estado de saúde de alguém é o reflexo do desequilíbrio ou bloqueio dessa combinação energia/espírito.

Acupuntura

Muitos médicos holísticos acreditam que a doença é uma condição espiritual e usam métodos baseados no ocultismo e em religiões orientais para tratá-las.
A acupuntura se originou na crença que as forças yin-yang fluem ao longo de caminhos invisíveis no corpo, chamados de “meridianos”. A acupuntura também crê que a doença é resultado do desequilíbrio dessas forças, ou, ainda, do bloqueio ou obstrução das mesmas. A inserção de agulhas em certos pontos, segundo a acupuntura, permite o fluir equilibrado das energias yin e yang no corpo.

Apesar de haver teorias segundo as quais a acupuntura funciona devido à aposição das agulhas enviar sinais ao cérebro que liberam endorfina ou, ainda, porque as agulhas bloqueiam um sinal de dor enviado ao cérebro, tais teorias nunca foram comprovadas. Mesmo se fossem comprovadas, a conclusão seria que não é a acupuntura que funciona, desde que esta é baseada na idéia que o alívio vem do fluir harmonioso do yin e do yang. O que estaria funcionando é o alívio da dor através da endorfina e do bloqueio de sinais de dor. Esta não é a teoria da acupuntura tradicional. Este alívio não teria nada a ver com os “meridianos”, mas sim com a biologia e com um entendimento adequado do corpo.
Na melhor das hipóteses, a acupuntura alivia uma quantidade limitada de dor temporariamente. Até agora não há um modelo científico que explique a acupuntura.

O Mal não é uma Força

Se os opostos estão sempre se fundindo e se tornando uns e outros, então não há bom ou mau separadamente.
Entretanto em I João 1:5 está escrito: “Ora, a mensagem que da parte dele temos ouvido e vos anunciamos é esta: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma.”
O mal não é uma força: é uma rejeição ou uma rebelião contra o bem. O mal é o trabalho de Satanás, que não tem verdade em si mesmo (João 8:44), e daqueles que escolhem negar ou rejeitar Deus. O mal e o bem não são iguais porque Deus é soberano e “Para isto se manifestou o Filho de Deus, para destruir as obras do diabo.” (I João 3:8). Deus permite que Satanás opere, mas Satanás foi derrotado quando Jesus morreu por nós na Cruz, dando-nos libertação do poder de Satanás através da crença Nele, o Cristo (“Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor, no qual temos a redenção, a remissão dos pecados.” – Col. 1:13, 14). Satanás será lançado no lago de fogo (Apocalipse 20:10).

Qi

Tai Chi, freqüentemente chamado de “meditação em movimento”, é baseado no Taoísmo. Um dos propósitos do Tai Chi é facilitar “o fluir do qi através do corpo,” (Enciclopédia Harper de Experiências Místicas e Para-normais, Rosemary Ellen Guiley, pág. 599). O “qi “(também chamado de “chi”, “ki” ou “ji”) é um nome oriental para a energia universal que supostamente flui através do corpo. Um estudo do significado dos 108 movimentos do Tai Chi, publicado pela Sociedade Taoísta de Tai Chi nos Estados Unidos, declara que os 36 canais yang maiores e menores no corpo são as “Divindades Celestiais”, enquanto que os elementos yin no corpo são as “72 Divindades Terrestres”. A associação total de movimentos é de 108, um “número sagrado segundo Chan San Feng” (Chang, um monge Taoísta do século 11, é considerado o fundador do Tai Chi). A declaração ainda diz que “o total 108 simboliza o equilíbrio harmonioso do yin e do yang e, por isso, conduz à saúde. A união dos elementos yin/yang representa a volta ao estado holístico e não diferenciado do Tao”. O termo ‘não diferenciado’ significa que não há distinção: o todo é cada parte.

A Resposta Cristã

Os cristãos devem discernir sobre práticas tais como a acupuntura que até agora não têm qualquer base científica e devem discernir também sobre “exercícios” como o Tai Chi, cujo modelo é baseado em crenças espirituais hostis a Cristo, pois Ele é o caminho, a verdade e a vida (João 14:6). O fato de que um tratamento como esse pode dar certo não é uma boa razão para usá-lo. Muitas coisas no mundo místico e oculto parecem funcionar. O padrão para os cristãos ao adotarem uma idéia ou práticas baseadas em crenças espirituais não é se elas funcionam ou não. Nós somos advertidos a “não dar crédito a qualquer espírito, antes, a provar os espíritos se procedem de Deus,…” (1 João 4:1). Estas palavras devem ser levadas em consideração também no que se refere aos muitos outros tratamentos holísticos e alternativos. O Tao afirma ser o caminho, mas oferece um “buraco” onde se chega à conclusão de que não há distinção entre yin e yang. Entretanto, a verdadeira paz vem somente através da crença em Cristo (João 14:27, Filipenses 4:7). Há uma Pessoa, Jesus, não um princípio ou uma filosofia. Jesus Cristo é o Caminho (João 14:6), o Caminho para se chegar a Deus Pai e para se chegar à vida eterna (João 5:24; 6:40).

 

por Rita Camarante

Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement