Esqueceu a senha?

Apologética: Jesus é o Arcanjo Miguel?

por Artigo compilado - sáb jan 20, 11:17 am

O título do artigo pode parecer até meio bizarro para muitos leitores que nunca ouviram falar sobre isso. Outros nem ao menos poderiam imaginar que alguém compararia Jesus, ao arcanjo Miguel. Porém, infelizmente, essa afirmação não está tão longe da realidade de alguns grupos religiosos. É isso mesmo, algumas seitas acreditam que Jesus, o Filho Unigênito de Deus, é o mesmo personagem que aparece nas Escrituras como Miguel.

Os Testemunhas de Jeová ( TJ ), que não creem na Trindade, não tem um pingo de pudor ao igualar o arcanjo Miguel, a pessoa de Jesus Cristo. Visto que são “subordinacionistas” , ou seja, creem que Jesus é inferior a “Jeová” , para eles não há nenhuma dificuldade em afirmar Miguel/Jesus.

A Igreja Adventista do Sétimo Dia ( IASD ), diferentemente das TJ’s, creem na Trindade, mas também interpretam que o arcanjo Miguel é Jesus Cristo.

E de onde veio esta interpretação? – Das Escrituras? – Obviamente que não, pois em nenhum lugar da Bíblia há referências que Jesus é o mesmo Miguel que aparece com o título de arcanjo.
De onde veio então esta interpretação? – Da Sra. Ellen Gould White ( EGW ), profetisa adventista. Para os adventistas, EGW é inspirada por Deus em todos os seus escritos, no mesmo grau de inspiração das Escrituras. Veja o que ela diz num dos seus livros:

“Moisés passou pela morte, mas Cristo desceu e lhe deu vida antes que seu corpo visse a corrupção. Satanás procurou reter o corpo, pretendendo-o como seu; mas Miguel ressuscitou Moisés e levou-o ao Céu. Satanás maldisse amargamente a Deus, acusando-O de injusto por permitir que sua presa lhe fosse tirada; Cristo, porém, não repreendeu a Seu adversário, embora fosse por sua tentação que o servo de Deus houvesse caído. Mansamente remeteu-o a Seu Pai, dizendo: “O Senhor te repreenda.” Jud. 1:9.

EG White, Primeiros Escritos, Editora Casa Publicadora, pág. 164.

Note claramente que, EGW, iguala Jesus, ao arcanjo Miguel, essa doutrina é sustentada até hoje na IASD. Se para os adventistas EGW é inspirada e não teve erros, não há como afirmar que ela está errada, ainda que a Bíblia diga o contrário.

Não para por aí, não são apenas as TJ e os Adventistas que cometem este erro interpretativo. João Calvino, o famoso reformador, também cometeu o mesmo erro. Pois é, pasmem! Ele também concordava com esse absurdo.

A grande diferença é, que nós protestantes, não tratamos João Calvino como “inerrante”, reconhecemos que ele era um teólogo como muitos, e que poderia cometer erros como qualquer ser humano.

Veja o que ele diz num dos seus livros:

“Eis que Miguel, um dos principais líderes ou príncipes, veio fortalecer-me. Há quem pensa que a palavra Miguel representa Cristo, e não faço objeção a essa opinião. […] Daniel, pois, representou Miguel como o guardião da Igreja, e Deus deu a Cristo a incumbência desse dever, como aprendemos do capítulo 10 de João [vv. 28, 29]. Como afirmei ontem, Miguel pode significar um anjo; porém adoto a opinião dos que aplicam isso à pessoa de Cristo, porque se adequa melhor ao tema representá-lo como se pondo em defesa de seu povo eleito.”

João Calvino, Comentário de Daniel, Editora Parakletos, págs. 299 e 436.

Resumindo as correntes heréticas que apresentamos até agora. As TJ creem que Miguel é Jesus, por se tratar de um líder militar, assim como nosso Senhor também se mostra no Apocalipse. O adventistas creem em Jesus/Miguel porque EGW disse. E Calvino porque acha que a posição de Miguel se adequa a de Cristo.

Vamos refutar todas estas heresias à luz da Palavra:

A Bíblia cita Miguel cinco vezes (Dn 10.13, 21; 12.1; Jd 1.9; Ap 12.7). Se analisarmos todos estes textos, podemos ver claramente que Jesus não pode ser o arcanjo Miguel, e que são personagens completamente distintos.

1.     A Bíblia cita Miguel como “Arcanjo” e também como “Príncipe”.

Dn 10.12, 12.1 e Jd 9

Estas duas atribuições não se enquadram com Jesus Cristo, visto que ele nunca foi chamado como Arcanjo, nem tampouco como Príncipe, mas como Senhor e Rei.

 

2.     A Bíblia fala que Miguel não se atreveu proferir juízo contra o diabo.

“9 Contudo, o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a proferir juízo infamatório contra ele; pelo contrário, disse: O Senhor te repreenda!” Jd 9

Ora, Jesus é Deus, ele é o Senhor, se Miguel fosse mesmo Jesus, porque ele mesmo não o repreendeu como fez enquanto esteve na terra. Jesus por várias vezes repreendeu satanás, mostrando sua autoridade sobre ele. O termo “não se atreveu” na versão RA, e “não ousou” na NVI, revela claramente que Miguel e Jesus não podem ser a mesma pessoa, pois quando é que Jesus não se atreveria ou não ousaria repreender o diabo? Estaria Jesus submisso a ele? Sem autoridade para repreende-lo?

 

3.     Daniel diz que Miguel é “um dos príncipes”.

“13 Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; porém Miguel, um dos primeiros príncipes , veio para ajudar-me, e eu obtive vitória sobre os reis da Pérsia.” Dn 10.13

Mais claro do que isso impossível. Daniel diz que Miguel é um dos primeiros príncipes, mostrando que existem outros príncipes iguais a ele. Jesus é único, não existe outro igual a ele, não existe mais de um Jesus.

Conclusão

Fica evidente, segundo as Escrituras, que se trata de duas pessoas distintas.

Miguel revela ser um arcanjo com muita importância dentro do plano de Deus, também se revela como príncipe do Senhor, mas é um ser criado, uma criatura de Deus, um arcanjo a serviço do Senhor Jesus Cristo.

Porém Jesus, é o Cristo, o Filho do Deus vivo, Único, o princípio e o fim. Não foi criado por ninguém, é eterno como o Pai e o Espírito, tem toda autoridade no céu e na terra e está a destra do Pai, na glória, aguardando o dia sua volta.

————–

————–

Bp. Tarles Elias

www.teologaroficial.com.br


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

6 Comentários

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. É tipico destas seitas Estadunidenses rebaixar Jesus :

    (TJ – russellitas) Jesus é um semi-deus ou um deus (TNM);

    (Whitelatria) Jesus é um anjinho ou anjão;

    (Mormón) Jesus é irmão do diabo.

    1. Ué, agora é só o jcp que comenta?

    2. talvez haja pessoas sem argumento, como você. que gosta de arrotar futilidades … ao invés de comentar. sua mãe não lhe ensinou boas maneiras ? tenho certeza que sim.

  2. Vocês alegaram que a bíblia não apresenta Jesus como príncipe, porem a mesma apresenta em Isaías 9:6.

  3. deixa de ser escapista inerte … Jesus é em Isaías 9:6 tem vários posições de autoridade, porém nunca como “anjinho” ou “anjão”.
    sr “mauro” citou meio verso para apoiar a “angelicação” de Jesus e se deu mal.
    volte a estudar.

  4. Item 1.
    Jesus é identificado como Príncipe em Atos 5:31 é Já 5:15. Portanto, o autor mostra falta de vontade de usar um sistema de pesquisa da biblia.

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement