Esqueceu a senha?

Apologeticofobia na teologia

por Prof. Paulo Cristiano da Silva - ter out 06, 12:01 am

defesa da fé

QUEM TEM MEDO DE APOLOGÉTICA OU A APOLOGETICOFOBIA DOS ALUNOS DE TEOLOGIA

Ontem me disseram que “alunos” que abandonaram o meu curso de teologia reclamaram sobre minhas aulas de apologética. Reclamaram porque eu estava ensinando apologética demais e misturando as coisas…

Me orientaram que eu deveria ensinar “apenas teologia” (sic) e deixar apologética para outra hora, outro momento. Que ela ficasse em seu devido lugar, à margem dos assuntos teológicos! Que ela não se misturasse, porque os alunos gostavam de mim como “professor”, mas não como apologista.

Que apologética é coisa complicada, por isso há poucos apologistas.

Pois bem, eu não tive o direito de resposta, já que as “orientações” foram dadas em público, por isso aqui, no espaço de poder, onde eu mando, pelo menos relativamente, irei me manifestar, sem pudor, sem medo, sem censuras.

As pessoas às vezes falam as coisas sem pensar. Veja, se eu fosse satisfazer as exigências de meus “alunos” apologeticofóbios eu teria de rasgar 90% do Novo Testamento, já que ele foi escrito com objetivos apologéticos. Essas pessoas não imaginam que as grandes doutrinas cristãs ministradas por Paulo em suas cartas, só existem por causa da apologética. Porque a teologia é distorcida que a apologética é necessária, cara pálida! Como posso separar a apologética da teologia? É como querer separar a tessitura da alma da do espírito! Impossível!!!

A apologética é um ministério difícil e por isso há poucos apologistas. Os crentes atuais querem viver sua teologia popular, superficial, a teologia da paz e amor. Prefiro ficar com Lutero ao afirmar “a paz se possível, a verdade a qualquer custo”. O apologista se sacrifica estudando dia e noite para tentar tapar os arrombos que as seitas fazem nas igrejas…

Concordo com vocês que não haveria necessidade de apologistas… se… os pastores ensinassem suas igrejas a doutrina correta e é por conta de pastores preguiçosos que não querem estudar e aprofundar no conhecimento que as seitas proliferam suas heresias em meio a um rebanho que só ingeri pasto ralo e ressequido.

Talvez a reclamação é por que eu dou nome aos bois, ou melhor, aos lobos. Não fico apontando um monstro genérico e amorfo. Eu falo o nome do lobo e dou suas características para as ovelhas se precaverem e continuarei fazendo exatamente assim: apontando lobos como Voz da Verdade, Adventistas, CCB e outras seitas pseudocristãs.

Não meus “alunos”, não deixarei de “misturar” teologia com apologética, é uma mistura perfeita e saudável, é nosso café com leite, nosso arroz com feijão. Ela cai bem!


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

2 Comentários

Comentários 1 - 2 de 2Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. O senhor é um Homem de Deus, tenho aprendido muito nos seus textos compilados. . . Quero a cada dia ser um crente, que maneje bem a Palavra de Deus( 2 Tm 2.15).

  2. Parabéns, professor!

Comentários 1 - 2 de 2Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement