- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Apologistas também choram

Apologia vem do Grego e significa “dar uma defesa verbal”, no caso Cristão – Teológico é “dar uma resposta racional e consistente da nossa Fé”. Mostrando que as verdades das Escrituras estão em pleno acordo com a realidade da vida. Sendo assim, apologista é um defensor da Fé Cristã. Até ai tudo bem, o problema surge quando colocamos isso em prática. Quando surgem homens que defendem a Fé Bíblica sem parcialidade e sem medo, tanto dentro como fora da Igreja.

Geralmente os apologistas são tidos por agressivos, incompreensíveis e sem afeto. Só se importam consigo mesmo e não estão nem ai para o próximo. O intuito do apologista é somente massacrar a crença alheia, dizem eles. Porém, o que muitos não vêem, é que o apologista Cristão faz isso chorando…

O Zelo do Cristão pela Verdade, pelo Reino e por Deus o consome, assim como consumia Jesus (João 2.17). Cristãos que não sentem dores, não gemem – nada fazem. Quando o apologista vê pessoas sendo enganas em nome de Deus, ele se angústia, sofre e muitas vezes chora. Sentindo um forte desejo de fazer algo para com estas vidas em favor do Verdadeiro Evangelho. Infelizmente Igrejas inteiras hoje em nosso país tem rejeitado a apologética Cristã e tem pagado um alto preço por isso.

Então, o apologista não denuncia a mentira por denunciar, não damos nomes de falsos profetas apenas por dar, não defendemos a verdade, por defender. Fazemos isso e muito mais, porque nosso Deus foi quem nos mandou (Mt.28.19-20; 1Tm.1.19-20; 2Tm 2.17; 4.1-3; Gl 1.8; 1 João 2.18; 4.1; Judas 1.3; etc…). Já contra os ataques ignorantes e cegos de quem não conhece as Escrituras, nossa resposta é a mesma de Pedro e dos demais Apóstolos: “… Muito mais nos convém obedecer a Deus do que aos homens” (Atos 5.29).

Se fazemos por Jesus o que fazemos, o fazemos porque O Amamos. E se o amamos também amamos aqueles que estão no engano. Se algumas vezes os repreendemos, exortamos ou combatemos, o fazemos por Amor (Pv 27.5-6). E fazemos isso em angústia e muitas vezes chorando por dentro. Não nos alegramos em ver alguém no engano das Seitas ou nas garras de um falso mestre. Como se não nos bastassem esta dor, ainda temos que lidar com os ataques dos nossos irmãos em nosso meio (…). Sim, Apologistas também choram…

Por Luiz Apologista

Teólogo

[1] [2]Compartilhar [3]