Esqueceu a senha?

Arqueólogos descobrem local onde Jesus foi julgado

por Artigo compilado - ter jan 06, 10:52 am

descoberta local jesus julgado01

Arqueólogos celebram descoberta de local onde Jesus Cristo teria sido julgado. Cientistas alegam ter encontrado restos do palácio de Herodes, onde aconteceu condenação, segundo Novo Testamento

JERUSALÉM E RIO -Sob camadas do piso de um antigo prédio abandonado em Jerusalém, o suposto palco de uma das mais famosas cenas narradas no Novo Testamento: o julgamento de Jesus. Arqueólogos anunciaram esta semana terem descoberto os restos do palácio do rei Herodes ao lado do Museu da Torre de Davi. No local, o governador romano Pôncio Pilatos teria condenado Jesus à morte, segundo o relato da Bíblia. A descoberta pode ter impacto no caminho percorrido por peregrinos cristãos que viajam a Jerusalém. Mas os ecos do achado, divulgado pelo jornal americano “Washington Post”, vão muito além de questões religiosas, avaliam especialistas.

As possíveis pistas do palácio foram encontradas durante escavações que tinham como objetivo inicial a expansão do Museu da Torre de Davi, planejada há 15 anos. Os profissionais envolvidos no trabalho sabiam que o prédio, localizado no lado ocidental da cidade, havia sido usado como prisão quando a cidade estava sob domínio otomano e britânico. Os arqueólogos já sabiam, há algum tempo, que a prisão estava lá – mas não o que estava embaixo dela. Apenas agora, depois de anos de escavação e de atrasos causados por guerras e por falta de verbas, a descoberta está sendo exibida para o público em excursões organizadas pelo museu.

Para Amit Re’em, arqueólogo de Jerusalém que liderou a equipe de escavação há mais de uma década, a prisão “é uma grande parte do quebra-cabeça de Jerusalém e mostra a história da cidade de uma forma muito original e clara”. Em entrevista ao “Washington Post”, ele afirmou que o local preserva um punhado de importantes descobertas de todo os séculos. Nas paredes, há símbolos gravados por prisioneiros da resistência judaica lutando para criar o Estado de Israel em 1940, bacias usadas para tingimento de tecidos do período das Cruzadas e um sistema de esgoto que provavelmente pertenceu ao palácio construído por Herodes, o Grande, o excêntrico rei da Judeia sob o Império Romano, já morto quando Jesus foi condenado.

Professor de arqueologia da Universidade de Carolina do Norte em Charlotte, Shimon Gibson afirma que estudiosos estão quase certos de que o julgamento de Jesus ocorreu no complexo de Herodes. O episódio é descrito como tendo ocorrido “perto de um portão e em um pavimento de pedra irregular”. Os detalhes coincidem com os achados arqueológicos anteriores perto da prisão:

– Obviamente, não há qualquer inscrição informando o que aconteceu aqui, mas tudo (relatos arqueológicos, históricos e religiosos) recai sobre este lugar e faz sentido.

Colaborou: Renato Grandelle

Extraído do site do OGlobo em 06/01/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

17 Comentários

Comentários 1 - 17 de 17Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Matéria interessante, mas a questão não é onde Cristo foi julgado, mas o nosso julgamento por Cristo. Rom14:10-12 “Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo… De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.” 2 Cor 5:10; (crente vai passar apurado neste dia)

  2. Falou o “arqueólogo do futuro”. kkkkkk Palmas pra ele… (sic)

  3. eu visito esse site para vigiar os calvinistas perversos que aqui postam comentários, bem quero falar agora com o Pmatias, nojento a sua atitude, impróprio para um cristão, alias dúvido que seja um, bem provavel um provisório, de berço (chiqueiro suino) mas nunca nasceu de novo.

  4. Ganhas o quê vigiando? É carteira assinada? kkkkkkk Me poupe de seus comentários anecéfalos.

  5. kkkkkkkkkkkkkk

  6. Pmatias, meu pobre filho calvinista fracassado, sua mãe deixou você ser criado pela avó, ia na igreja com ela e pelo jeito não deu ouvidos até hoje, agora vem com sua area érogène pestaneando se alguém quer, mas isso é só possivel no seu curral, onde encontre um asno que lhe atenda.

  7. Não liguem para as ofensas. Esse calvinista supralapsariano me ofendeu do nada em um post recente de outra matéria. Nunca fiz nada a ele.

  8. Ilson, não venha dar uma de coitadinhos, vocês mereceram ser repreendidos. “rapazes alegres” que só sabem fazer troll e não comentar algo útil e necessário, mas somente besteiras. Se fossem membros de minha congregação dava-lhes três dias de suspensão, gancho bem aplicado.

    1. Suspensão kkkkkkk que tolice! Grande porqueira!

  9. calvinista infralapsariano, me poupe de seus comentários anecéfalos. Sua opinião não passa de estrume.

    1. Pmatias, meu filho, rebaixou o pai dele de supralapsariano para infralapsariano mas como anda o mundo hoje ?! não há respeito. o mesmo penso dos seus comentários : esterco .

  10. o CACP devia bloquear esses pmatias, Ilson e o tal de supra para não mais comentarem. estão fazendo igualzinho aos três patetas, é só tapas, chutes e dedos nos olhos, supõem acharem-se muito engraçados, mas não passam de tontos.

  11. Não tenho o desprazer de ser membro de sua congregação. Suspensão? Ó, o mundo vai acabar e o que será de mim? kkkkkk Tolice. Mais um religioso. Fariseu.

  12. calvinista infernolapsariano (se tiver algo mais baixo, considere), me poupe de seus comentários anecéfalos. Sua opinião é nada. Não significa nada.

    1. Pmatias e Ilson são dois paus-da-água. se minha opinião não é nada ou nada significa então por que me respondem ? é que doeu bem na consciência anecéfala.
      vocês dois são esquizofrênicos que tem visões de espiritos e escutam vozes. coitados.

    2. Pobre verme…. kkkkkkkkkkkkk

  13. Excelente texto. O trabalho dos arqueólogos corroboram para a veracidade e infalibilidade da Bíblia, a Palavra de Deus!

Comentários 1 - 17 de 17Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement