Esqueceu a senha?

As cosmovisões sobre a Soberania de Deus

por Pr. João Flávio Martinez - sex dez 26, 1:48 am

teoria-wh

Depois de efusivos dois anos de estudos, analisando a questão da soberania de Deus e do livre arbítrio do homem, conclui que existem algumas teorias que tentam dar elucidação aos textos bíblicos que falam dessa problemática, entre elas estão: Agostinianismo, Tomismo, Molinismo – aqui três visões do catolicismo – Luteranismo, Anglicanismo, Calvinismo, Arminianismo, Wesleyianismo e teísmo aberto – ambos cosmovisões protestantes. Desses, o único que teve a ostentação de fechar a questão, foi o Calvinismo. João Calvino fez um “sistema monobloco” e fechado, aprimorado no sínodo de DORT (em 1618 e 19) em cinco pontos chamado TULIP. Apesar de complexo, pude perceber que o determinismo calvinista aliado ao que eles chamam de livre agência é o conceito mais basilar e simplista para tentar compatibilizar as incongruências teológicas envolvendo a questão. Talvez por isso seja o que mais tenha fracassado na exegese bíblica e apresente um distanciamento agudo da interpretação da Igreja Primitiva.

Já os demais teoremas são complexos, ricos e de uma alucinante racionalização para tentar entender o Divino e seu agir na vida de suas criaturas humanas. Entretanto, todos os teoremas, de certa forma, colocam Deus dentro do tempo – principalmente o calvinismo e o teísmo aberto (que eu classifico como o oposto de uma mesma moeda).

Contudo, um dos sistemas, apesar de ter sido criado no século XVIII com precisão de física quântica moderna, tira Deus do tempo e O coloca como atemporal e sem passado e futuro, mas em um eterno presente. John Wesley faz isso com imensa exatidão retórica ao dizer:

  • O todo-poderoso, onisciente Deus, vê e sabe, desde a eternidade até a eternidade, tudo que é, que foi e que será, através de um eterno agora. Para ele nada é passado ou futuro, mas todas as coisas igualmente são presentes. Ele não tem, portanto, se falamos conforme a verdade das coisas, presciência, nem pós-ciência. Ainda quando nos fala, sabendo do que somos feitos, conhecendo a exiguidade de nosso entendimento, ele se nivela até nossa capacidade e fala de Si mesmo em termos humanos. Assim, condescendendo-se de nossa fraqueza, ele nos fala de Seu próprio propósito, conselho, plano, presciência. Não que Deus tenha necessidade de conselho, de propósito, ou de planejar Seu trabalho de antemão. Longe de nós imputar isto ao Altíssimo: medi-lo por nós mesmos! É meramente em compaixão de nós que nos fala assim de si mesmo, como prevendo as coisas no céu e na terra e como predeterminando-as ou preordenando-as. (WESLEY, John. Sobre a Predestinação. In SALVADOR, José Gonçalves: Arminianismo e Metodismo. São Paulo: Junta geral de Educação Cristã.1960 p.90).

O Reverendo Francisco Belvedere Neto coloca assim a cosmovisão de Wesley:

  • Ao afirmar que, para Deus, é como se tudo fosse um “eterno agora”, não havendo pré ou pós-ciência da parte de Deus, pois tudo está presente diante de Deus, Wesley automaticamente rejeita a visão de Armínio de uma predestinação com base na fé ou incredulidade antevista. Wesley entende que Deus chama de eleito ao verdadeiro crente, com base nas seguintes palavras: “Aquele que crê será salvo. Quem não crê será condenado”. E aqueles que permanecem na sua incredulidade são chamados de réprobos, e não possuem discernimento das coisas do Espírito. Wesley explica a afirmação bíblica de que os crentes foram eleitos antes da fundação do mundo, no sentido que Deus tem o tempo e a eternidade diante de si, chamando as coisas que ainda não são, como se fossem.

Então, diante dos pressupostos, incentivo ao estudante pesquisar todos os métodos, entendendo que Wesley conseguiu ser explicito em suas colocações, mais teológico e menos rígido em seu esclarecimento.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

44 Comentários

Comentários 1 - 44 de 44Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Um pastor batista precisando recorrer a um metodista para justificar suas teorias da heresia católica chamada arminianismo. Lamentável.

    1. Lamentável é sua falta de conhecimento do que é protestante e do que é católico, pois o caso aqui não é a questão, já que Calvino herdou do pai do catolicismo – Agostinho – a doutrina da predestinação, sr. Carlos (Pr. Martinez) 

  2. Carlos,
    estamos num país livre, e dentro das igrejas pode-se recorrer as informações normalmente, se o sr. não está de acordo, vá viver no estado islâmico. Sr.carlos, provavelmente és um calvinista roxo, eu pessoalmente acho um lixo o calvinismo, um absurdo da era medieval. 

  3. O arminianismo é o caminho mais próximo de Roma. Agostinho não era católico como se conhece atualmente o sentido de catolicismo. Agostinho está mais próximo dos reformadores, no entanto, foi por eles admirado e usado como exemplo. Informe-se melhor pastor.

  4. O argumento fajuto de “Agostinho pai do catolicismo” é sempre usado pelos arminianos que não enxergam sua doutrina mais próxima do catolicismo como se conhece hoje, através da salvação pelas obras, da justificação pessoal, do que a teologia reformada, que mostra o que é o humano.

  5. As doutrinas da reforma, inclusive o seu amado arminianismo, sr. jcp também são medievais. Ou Armínio por acaso nasceu no século 20? Assim como o sr. acha isso da doutrina reformada eu também penso o mesmo, até um pouco pior, sobre esse arminianismo.

  6. O Calvinismo incomoda porque mostra o que é o ser humano na verdade, perdido, lixo, até que Deus o resgata da imundície do pecado. O arminianismo é doce, um bálsamo, todos estão bem, Deus ama todos, todos são lindos. A mentira tem sempre sabor mais doce, o amargo vem depois.

  7. Ninguém gosta de ouvir que é mau, sujo. Uma doutrina que ameniza tudo, massagens no ego, que maravilha. Eu aceitei Jesus, eu sou o senhor. Ele tem que me salvar porque eu aceitei Ele. Hipócritas. Se Deus não escolher todos estão perdidos.

  8. CARLOS, VOCÊ ÚM ELEITO PELA PREDESTINAÇÃO ARBITRARIA, COMO SABE QUE ÉS SALVO, PORQUE ÉS CALVINISTA OU LUSTRA A CADEIRA DE VOSSA IGREJA? SUPOMOS QUE VOCE É UM ELEITO, MAS SEU PAI E MÃE E IRMÃO NÃO, O QUE VOCÊ FARIA? VICE VERSA ALEGREMENTE ACEITARIA A “SOBERANIA” E IRÁS AO INFERNO?

  9. UM ABSURDO ESSA DOUTRINA CALVINISTA MEDIEVAL E DESPOTA DO TIRANO J.CALVINO.
    O TORTURADOR IMPLACAVEL. 
    LEIA JOÃO 3:16 – EU SEI QUE ODEIAM ESSE V.V. MAS ELE DIZ CLARAMENTE QUE “TODO AQUELE” QUE CRER E RECEBER JESUS SERÃO SALVOS, E NÃO UNS POUCOS CHEIROSOS DA IGREJA CALVINISTA.

  10. É FÁCIL E GOSTOSO SER CALVINISTA … POIS EM ALGUMA HORA DE “FRAQUEZA” O CARINHA PULA A CERCA, E PENSA “-AHi, SOU SALVO MESMO, DEPRAVADOS SOMOS TODOS, APROVEITAR UM POUCO, SOU SALVO E ELEITO MESMO.AHiu.

  11. Carlos, não adianta nada você vomitar afirmações e não comentar com base bíblica, as pessoas não são obrigadas a crer no que você acredita, e ainda com belicismo, mostra como você é reprobo e inapto. você é um eleito com essa mimadez e se não? 

  12. Senhores, observem que meu artigo é, acima de tudo, motivacional para que o estudante pesquise, inclusive todas as formas de conceber a soberania de Deus. Pra mim, tirando o teísmo aberto, todas as outras concepções devem ser apreciadas com respeito. (Pr. Martinez)

  13. Carlos, acalme-se irmão. Aqui não adianta discutir. Sou calvinista também e somente entro aqui para me divertir com as tolices dos arminianos. Não estrague seu fígado com esse pessoal amigo. Um abraço. Deus abençoe.

    1. Marcos A. Que “deus” é esse seu … ? cumprimenta o amigo e o-deia o inimigo?
      você esqueceu das gargalhadas que costumam fazer, pois não tem argumento sólido então praguejam como coiotes. 

  14. “Marco A.” (deve ser o “marco” que sempre posta anarquia, agora acrescentou um “A” no seu nick name, antes dizia não ser calvinista, agora diz ser, como são mentirosos esses caras seguidores do torturador e homicida medieval calvino. é o mesmo “bel prazer” de condenar pessoas.

  15. Pseudo calvinista, não darei gargalhadas porque não sou palhaço como você. Jcp você só lê o que te interessa nunca procura ver o outro lado. Só foi pra fogueira quem mereceu.

  16. A fogueira puniu os hereges que quiseram destruir o Evangelho. Faz muita falta nos dias de hoje. Muita gente imbecil como vocês aqui não iam mais encher o saco de ninguém.
     

    1. Marcos A.
      neste seu comentário mostra a sua insensatez, falta de amor cristão, seu odio, sua falência na vida cristão, bem provavel voce ser eleito para vaso de desonra, ou vaso sanitário. é uma vergonha suas palavras. se pudesse dava-te umas palmadas de vara nas suas nadegas.

  17. Marcos meu irmão boa noite. Juntos nessa cruzada para acabar com as heresias. Valeu irmão.

  18. ATENÇÃO CACP
    FINALMENTE MOSTROU A VERDEIRA FACE,QUER QUEIMAR PESSOAS NA ESTACA,DIZ “EVANGELHO” OU MELHOR AS INSTITUTAS DO DIABOLICO J.CALVINO, HOMICIDA….AGORA O MESMO ESPIRITO BAIXOU NESTE COMENTARISTA CALV, MARCO A. OLHA O O-DIO DELE. COM RAIVA ? TIRE AS CALÇAS E PISE EM CIMA.

  19. MARCOS A. – ESTÁ COM RAIVA TIRE AS CALÇAS E PISE EM CIMA.
    SE GOSTA TANTO DE JOÃO CALVINO, VAI LÁ EM GENEBRA PEDE AS CAVEIRAS DELE E FAÇA UM SOPÃO DE OSSO PARA VOCÊ E DEGUSTE TUDO. 
    VOCÊ É ODIOSO E MALVADO, E NÃO DESEJA A SALVAÇÃO DAS PESSOAS, EXCETO DO SEU GRUPO QUE RI SEM PARAR.

  20. O MEU PROBLEMA ANTES ERA A DOUTRINA CALVINISTA, MAS VEJO QUE O PROBLEMA AGORA É COM CERTOS CALVINISTAS,QUEREM MATAR OS OPOSITORES ASSIM COMO JOÃO CALVINO FEZ E MANCHOU O NOME DE DEUS COM SANGUE INOCENTE.
    ANATEMA SEJA TODAS ESSAS INSTITUTAS DE CALVINO. FAÇAM DISSO PAPEL HIGIENICO 

  21. Esses arminianos não sabem argumentar dentro da doutrina e sempre chegam na ofensa e no palavreado chulo. Cuidado porque a salvação de vocês depende das suas obras e não da vontade de Deus.

  22. Antes anátema seja você jcp com sua ignorância teológica, seu palavreado chulo e sua cegueira espiritual. Propagador de mentiras, universalista, falso crente, vergonha para o Evangelho e vergonha para os verdadeiros argumentadores.

  23. Calvino matava somente hereges que traziam erros para a Igreja. Nunca matou opositores porque não tinha ninguém com moral nem conhecimento para lhe fazer oposição. Leia a história e não autores de pensamento preconcebido seu bocudo.

    1. OLHA, O CALVINISTA AQUI, DECLARA VEEMENTE QUE CALVINO MATAVA “HEREGES” E QUEM SÃO ESSES HEREGES ??? ORA SÃO AQUELES QUE NÃO CONCORDAVAM COM O ABSURDO QUE ELE PREGAVA, ENSINAVA, E ESCREVIA, E SE VOCE CARLOS CONCORDA COM ISSO É PORQUE TAMBÉM É UM IGUAL.

  24. Olha até a resposta acima do pseudo calvinista, “dar palmadas de vara nas suas nádegas” que isso? Vira homem rapaz. Argumenta com seriedade sem palhaçada.

    1. O par de amigos,Carlos e Marcos A.  no vosso comentários fizeram apologia a punição medieval, e contra isso foi que disse, até em tom de “palhaçada” para mostrar como vocês são palhaços de fato, e sem argumento sólido, ficam com belicismo e raiva. mostrem na Palavra e não hostis.

  25. Hereges são os que trazem doutrinas erradas para a Igreja, tais como universalismo na salvação, necessidade de boas obras, negação da Trindade. Essas heresias eram punidas, e muito bem, pela fogueira para evitar a contaminação.

  26. Absurdo maior são os pseudo críticos de botequim que falam do que lêem em algum lugar da net e acham que já são sábios arminianos, guerreiros da verdade. Patéticas figuras de um circo falido chamado arminianismo.

  27. Carlos, tudo o que tu falas corrobora com a sua ignorância, hostilidade, e ambiguidade. sem falar na sua imprevisivel cristandade, você de modo algum é um cristão, é um reprobo belicista. 
    a punição da inquisição calvinista se fosse aplicada a sua familia qual a sua opinião?
    homem tolo!

  28. esse carlos inquisitor calvinista além de seguidor de calvino é também do marques de sades. 

    tão burro na Biblia, que procura 1joão em genesis – não sabe nada da Palavra, mas só cuspir atrocidades, talvez seja até um “neo-Nazi” 

  29. Somente o conhecimento da verdade histórica torna possível entender o tempo presente e vislumbrar da Igreja.E foi o próprio Senhor Jesus que afirmou ser o conhecimento da verdade libertador (Jo 8.32).logo o homem tem livre escolha seja quem for receber Jesus, dentro de João 3:16 

  30. Eu pertencia por algum tempo a uma igreja calvinista. Minha família toda na verdade eram membros. Mas, causou em mim profundo asco, esse é o termo certo, dois fatos que ocorreram.

    1. eu também irmão, a minha ex-igreja calvinista era “renovada” – mas restritamente “calvinista”, e eu por não concordar com a falta de amor “abrangente” do suposto deus calvinista eu saí desse meio.
      os irmão desta não tem culpa disso, mas sim os tapados do eclesiastico medieval.

  31. Uma foi a vez que uma senhora pobre da vizinhança pediu ajuda na igreja pois o marido havia falecido e o filho envolvido com drogas roubou tudo em casa e a deixou na miséria. O pastor disse à congregação para não ajudar porque isso mostrava que ela não era eleita.

  32. Minha família e alguns outros irmãos ajudamos e fomos excluídos por ajudar uma ímpia. Isso nos mostrou o “amor” calvinista. Só funciona para os ricos.

  33. Outro fato, antes até do fato da senhora, foi a regente do coral ter sido excluída pelo fato do marido ter adulterado. Isso mostrou que o casamento dela não era abençoado pois ela não era eleita. Houve o divórcio infelizmente.

  34. Mas o mais incrível: o marido adúltero continuou membro. Ele é um médico rico aqui da minha cidade. Estes foram só dois exemplos do “amor” calvinista que eu vi pessoalmente.

  35. Deus não salva o homem como se salva um objeto. O homem é um ser responsável, pelo qual Cristo morreu e com o qual Deus busca um relacionamento genuíno. O amor, para ser amor, deve ser livremente dado e livremente recebido. 2 Co 3.17. 
    Acha que Deus iria querer um “amor zombie”?

  36. A participação do homem em sua própria salvação é na forma de uma não resistência à graça de Deus. Portanto, aqueles que respondem positivamente aos apelos do Evangelho “Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração”. hebreus 4:7b 

  37. “é pela fé, para que seja segundo a graça” (Rm 4.16). Portanto, se é pela fé do homem, então é pela graça de Deus. Portanto, o arminiano tem todo o direito, contra todas as acusações calvinistas, de atribuir sua salvação completamente à livre graça de Deus.

  38. “Yea, he loved the people.” – “Na verdade ama os povos;” Dt.33:3a

    Já no A.T o proto-evangelho foi mencionado, a prova maior que Jesus baseou-se o v.v. Jo.3:16
    agora tem um pessoalzinho, (calvinistas) baseado na era das bruxas (medieval), fala que não, Deus não ama os povos … 

Comentários 1 - 44 de 44Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement