Esqueceu a senha?

As Escrituras Mórmons e suas traduções

por Pr. João Flávio Martinez - sex set 07, 8:29 pm

É possivel traduzir as escrituras mórmons do original?

A Igreja Mórmon procura tornar suas escrituras complementares disponíveis no maior número possível de línguas estrangeiras. Para fazer isso, as escrituras O Livro de Mórmon, Doutrina e Convênios e Pérola de Grande Valor são traduzidos do Inglês para qualquer língua que a Igreja decidir. Isso levanta uma pergunta – Por que não traduzi-las diretamente das línguas originais? O que a Igreja Mórmon está fazendo eqüivale a traduzir o livro Guerra e Paz para o japonês, partindo de uma tradução do Inglês, em vez do original russo de Tolstoi.

Há várias questões neste problema. Primeiro existem partes das escrituras mórmons cujo original vem do Inglês. A História de Joseph Smith, Mateus de Joseph Smith, O Livro de Moisés, e Os Artigos de Fé, todos contidos na Pérola de Grande Valor, foram escritos em Inglês. Doutrina e Convênios também vem do original Inglês. Entretanto o Livro de Mórmon dizem ter sido escrito em “Egípcio Reformado” e o Livro de Abraão, na Pérola de Grande Valor, foi supostamente traduzido dos papiros egípcios. Estes livros deveriam, logicamente, ser traduzidos para línguas estrangeiras a partir das línguas originais e não das traduções inglesas.
O Livro de Mórmon não é traduzido para línguas estrangeiras a partir do idioma “Egípcio Reformado” simplesmente porque os líderes mórmons não podem fazer isso. Por que? Exceto por Joseph Smith e mais onze homens, jamais alguém pode declarar ter sequer visto e muito menos ter tido a oportunidade de traduzir os documentos originais. Apenas Joseph Smith parece ter lidado com essas “placas de ouro” e, em tempo algum, nenhum lingüista habilitado teve chance de estudá-las. Elas foram supostamente tomadas de volta por Moroni e nem mesmo os profetas mórmons tiveram acesso às mesmas. O Livro de Mórmon é o único documento antigo, ao que se sabe, cuja cópia mais antiga disponível é uma tradução inglesa feita no século dezenove.

Contêm o texto do Livro de Abraão nem têm coisa alguma a ver com Abraão ou sua religião, nem foram escritos no tempo de Abraão. É provável que se trate de documentos funerários datados exatamente do tempo antes de Cristo, como foi estabelecido por egiptólogos treinados. Jerald e Sandra Tanner reimprimiram os documentos que Joseph Smith preparou, trabalhando com os papiros, e estes documentos provam, muito além das inteligentes contradições, que o Livro de Abraão não é uma tradução, mas, sim, uma invenção humana.

Assim, por que as Igreja Mórmon não traduz as escrituras a partir do original para as línguas estrangeiras? Simplesmente porque não pode fazê-lo. Ou os supostos documentos originais não estão disponíveis, ou então nada têm a ver com os textos em Inglês.
Agora, contraste isso com a Bíblia. O texto bíblico original é conhecido, embora seja ensinado que nenhum manuscrito original ainda exista. Homens que são treinados para conhecer as línguas originais (Hebraico, Aramaico e Grego) quase tão bem quanto conhecem a sua própria língua, trabalham com estes documentos produzindo a melhor tradução bíblica possível diretamente das línguas originais para o português, Inglês, francês, coreano, russo e outras.

Quando consideramos tais fatos, as escrituras mórmons parecem desprezíveis. A Bíblia, por outro lado, é altamente confiável. Não seria prudente, então, que todos os Mórmons abandonassem seus livros complementares e confiassem somente na Bíblia como a autêntica revelação de Deus aos homens?

“Pois nenhuma mensagem profética veio da vontade humana, mas os homens eram guiados pelo Espírito Santo quando anunciavam a mensagem que vinha de Deus” (2 Pedro 1.21) *

“Porque toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e útil para ensinar a verdade, repreender o erro, corrigir as faltas, e ensinar a maneira certa de viver. E isso para que o servo de Deus esteja completamente preparado e pronto para fazer toda espécie de boas ações”
(2 Tim.3:16,17) *

(*) textos da Bíblia na Linguagem de Hoje


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement