Esqueceu a senha?

As roupas dos apóstolos eram relíquias?

por Artigo compilado - qua mar 14, 3:14 pm

ATOS 19.12 – OS MILAGRES FEITOS ATRAVÉS DAS ROUPAS DOS APÓSTOLOS APOIAM A VENERAÇÃO DAS RELÍQUIAS?

  • De sorte que até os lenços e aventais se levavam do seu corpo aos enfermos, e as enfermidades fugiam deles, e os espíritos malignos saíam. At 19.12

Os católicos pensam que essa ocorrência histórica, dos tempos da Igreja Primitiva, credencia a veneração de relíquias.

RESPOSTA APOLOGÉTICA: As curas sobrenaturais alcançadas através das roupas do apóstolo Paulo não provam que devamos venerar coisa alguma. Aos apóstolos foram concedidos os especiais “sinais do apostolado” (IICo. 12.12), com a finalidade de confirmar a revelação especial de Deus (o Novo Testamento) através deles. Os sinais de um apóstolo já não são mais necessários para esse propósito específico (Hb. 2.3-4).

No tocante às relíquias, nem nesta passagem, nem em qualquer outra do Novo Testamento, é dito que se deve venerar objetos através dos quais foram feitos milagres. No Antigo Testamento Deus proibiu esse tipo de idolatria de modo geral. Quando qualquer objeto, como a serpente de bronze, era venerado, o fato era considerado idolatria (IIRs. 18.4).

Deus mandou, de modo muito claro, que o seu povo não fizesse imagens de escultura, nem se prostrasse diante delas em um ato de devoção religiosa. Esse é o mesmo erro dos pagãos que adoraram a criatura ao invés de adorar o Criador (Rm. 1.25). A Bíblia nos proíbe fazer ou nos “prostrar” diante de qualquer “imagem” num ato de devoção religiosa (Êx. 20.4-5).

Texto Base: Resposta às Seitas, Norman L. Geisler e Ron Rhodes, CPAD, 1997. Texto adaptado e compilado pelo Pr. Edison Miranda da Silva e Maria Candida Alves.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement