Esqueceu a senha?

As seitas e o estado intermediário

por Pr. Natanael Rinaldi - seg abr 18, 6:53 pm

cemiterio00003

Neste estudo vamos verificar qual o ensino das seitas sobre o estado intermediário

A DEFINIÇÃO DO TERMO: Estado intermediário é o período que vai da morte à ressurreição do indivíduo.

————-

1 – ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA

Chamam este período “o sono da alma”. Os adventistas negam a sobrevivência da alma depois da morte do corpo. Dizem eles: “A Morte é um sono. Morte não é aniquilação completa; é apenas um estado temporário de inconsciência, enquanto a pessoa aguarda a ressurreição. A Bíblia identifica repetidamente esse estado intermediário como um sono”(NISTO CREMOS, p. 457, 1a edição, CPB). Dizem mais: “Para o cristão a morte não é mais que um sono, um momento de silêncio e escuridão” (Subtilezas do Erro, Arnaldo Christianini, 1a edição, p. 272, CPB).

Resposta Apologética: Vejamos o emprego da palavra morte na Bíblia, no sentido de separação espiritual de Deus e não de inconsciência:

“Jesus, porém, disse-lhe: Segue-me. Deixa aos mortos, sepultar os seus mortos” (Mt 8.22);

“Porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado” (Lucas 15.24);

“E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados” (Efésios 2.1);

“Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos)” (Efésios 2.5);

“A que se entrega aos prazeres, mesmo viva, está morta” (1Timóteo 5.6);

“Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama a seu irmão permanece na morte” (1João 3.14).

————-

2 – CATOLICISMO

A Igreja Católica Romana instituiu a “Doutrina do Purgatório”: “Todos que morrem na graça e comunhão com Deus, mas ainda imperfeitamente purificados, têm a garantia da salvação eterna; mas após a morte passam por uma purificação, de forma a obter a santidade necessária para entrar no gozo dos céus. A Igreja dá o nome de Purgatório a essa purificação final…” (Catecismo pg 268, parágrafo #1030, 1031).

Resposta Apologética: A Doutrina do Purgatório ensina que você precisa pagar pelos seus próprios pecados. Não todos os pecados, somente aqueles que Cristo não pagou. Em grande contraste, a Bíblia fala daqueles que são genuinamente salvos desta maneira: “Porque com uma só oblação aperfeiçoou para sempre os que são santificados” (Hebreus 10.14). O Purgatório é rejeitado pois realmente as boas obras não contribuem para a salvação da pessoa. A Bíblia diz que a salvação é um “dom”: “Pela graça sois salvos, por meio da fé e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2.8-9). Aqui, a Palavra de Deus nos diz que, por meio do sacrifício de Cristo, aqueles que crem estão “aperfeiçoado para sempre” “Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” (Hebreus 7.25). O Purgatório é rejeitado pois realmente. As boas obras não contribuem para a salvação da pessoa. A Bíblia diz que a salvação é um “dom”.

————-

3 – ESPIRITISMO

“A Doutrina da Reencarnação, que consiste em admitir para o homem muitas existências sucessivas, é a única que corresponde à ideia da justiça de Deus com respeito aos homens de condição moral inferior, a única que pode explicar o nosso futuro e fundamentar as nossas esperanças, pois oferece-nos o meio de resgatarmos os nossos erros através de novas provas. A razão assim nos diz, e é o que os Espíritos nos ensinam” (O Livro dos Espíritos, p. 84, Editora Opus Ltda., 2a edição especial, 1985).

Resposta Apologética: O evangelho verdadeiro está explicado por Paulo em 1Coríntios 15.3-4: “Porque, primeiramente, vos entreguei o que também recebi; que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras”. “Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos” (Mateus 20.28).

————-

4 – MORMONISMO

Ensina a existência de quatro lugares:

  1. Reino de glória celeste (com três graus de glória);
  2. Reino de glória terrestre;
  3. Reino de glória teleste;
  4. Trevas exteriores ou inferno.

Reino Celestial“Estes são os que receberam o testemunho de Jesus, e creram no seu nome e foram batizados… Para que, guardando os mandamentos, pudessem ser lavados e purificados de todos os seus pecados e recebessem o Santo Espírito. Estes são aqueles que sobrepujaram o mundo por sua fé. São os justos e puros aos quais o Espírito Santo pôde selar com suas bênçãos” (D&C 76:51-53). “Os que herdarem o grau mais alto do reino celestial, e que se tornarão deuses, deverão ser também casados para a eternidade no templo” (D&C 131:1-4). “Todos os que herdarem o reino celestial viverão com nosso Pai Celestial e Jesus Cristo para sempre” (D&C 76:62).

Reino Terrestrial“São aqueles que rejeitaram o evangelho na terra, mas que o receberam depois no mundo espiritual. Foram pessoas honradas na terra, mas que foram cegas para o evangelho de Jesus Cristo pelas artimanhas dos homens. São aqueles que receberam o evangelho e um testemunho de Jesus, mas que depois não se mostraram valentes. Eles serão visitados por Jesus Cristo, mas não pelo Pai Celestial” (D&C 76:73-79). Não serão parte de uma família eterna; viverão separadamente e como solteiros para sempre” (D&C 131:1-4).

Reino Telestial“Estes não receberam o evangelho, nem o testemunho de Jesus, nem na terra nem no mundo espiritual. São aqueles que sofrerão por seus pecados no inferno até depois do milênio, quando serão ressuscitados. Estes são os mentirosos, feiticeiros, adúlteros e libertinos, e todo aquele que ama e inventa mentiras. Eles são tão numerosos quanto as estrelas do céu e as areias da praia. Serão visitados pelo Espírito Santo, mas não o serão nem pelo Pai nem pelo filho Jesus Cristo” (D&C 76.81-85; 103-106; Princípios do Evangelho, Edição 1988, p. 286).

Finalmente há um quarto lugar, onde existem trevas exteriores, reservado para os mórmons apóstatas que viverão para sempre ao lado de Satanás.

Resposta Apologética: O texto de 1Coríntios 15.40-41 fala da glória do sol, da lua e das estrelas. Os mormons interpretam isto como uma apresentação dos reinos celestial, terrestrial e telestial. Observa-se, entretanto, que aí surge um problema numérico. Só existem duas designações: celeste e terrestre. Foi preciso inventar uma terceira: telestial. Quanto a 2Coríntios 12.2-4, o texto não ensina o que os mormons pretendem. Ensina sim que terceiro céu é uma expressão que se iguala a Paraíso, e esse é o lugar para onde vão os salvos em Jesus Cristo. Entende-se pois que: 1º céu – É a nossa atmosfera (Gênesis 7.23; Daniel 2.38); 2o céu – É o espaço sideral(Gênesis 1.14-16; 22.17; Marcos 13.25); 3o céu – onde Deus habita (Mateus 6.9), os anjos (Marcos 12.25) e onde ficam os salvos quando morrem (Filipenses 1.22-23; 3.20-21; Hebreus 12.23; Apocalipse 6.9-11).

————-

5 – TESTEMUNHAS DE JEOVÁ

Dizem que há duas as classes de pessoas: a dos Ungidos (batizados com o Espírito Santo) e os das Outras Ovelhas ou Grande Multidão. Os títulos são tirados de João 10.16 e Apocalipse 7.9. Os integrantes da classe dos Ungidos ao morrer já ressuscitam espiritualmente e vão para o céu. Os da classe das Outras Ovelhas ou Grande Multidão são aniquilados, entram num estado de inconsciência. A alma é a própria pessoa e o espírito de vida. Não resta nada senão o corpo sepultado.

Resposta Apologética: A Bíbia nos diz que no período entre a morte e a ressurreição as almas dos justos são recolhidas ao céu, conforme lemos em Atos 7.59; 2Coríntios 5.6-8; Filipenses 1.21-23; Apocalipse 6.9-11. E as almas dos ímpios são lançadas no inferno, de acorcom com SaImo 9.17; Lucas 16.22-25. A história de Lázaro e o rico, encontrada em Lucas 16.19-31, dá-nos um panorama bastante claro do estado intermediário. Para os que dormiram em Cristo, o período intermediário há de terminar com o Arrebatamento da Igreja (1Tessalonicenses 4.13-17), quando serão ressuscitados em glória. O Estado Intermediário dos que morreram em seus pecados, contudo, há de perdurar até a última ressurreição, quando então serão submetidos ao JUÍZO FINAL (Apocalipse 20.11-15).


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

4 Comentários

Comentários 1 - 4 de 4Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. o ser humano mau já está queimando e o diabo.

  2. Artigozinho tendendencioso não? Acho que ninguém leu a Epistola de Tiago “Como um corpo sem almas é morto, a fé sem obras é morta” Tg 2, 26
    Ou o proprio Paulo “Ainda que tivesse o dom de toda profecia… E fé tamanha a ponto de transpor montanhas, sem caridade nada sou” . I Cor 13, 2

    1. I Cor 13 Paulo mostrou o caminho sobremodo excelente em contexto relacionado a lista de dons do cap. 12 Ele não enfatiza a “caridade” como salvação. Paulo disse :”graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” Efésios 2:8

    2. Você quer dizer que refutar uma falsa doutrina é falta de amor? Mas é muito pelo contrário, quem ama mostra, pregando e ensina a verdade para que as pessoas conheçam a Cristo e a Sua Palavra genuína, sem distorções e invencionices humanas!

Comentários 1 - 4 de 4Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement