- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

As TJs e a questão da morte

TJ Jehova_witnesses_in_Lvov

O ensino das Testemunhas de Jeová diz que quando uma pessoa morre, seu corpo retorna ao pó. O homem não tem alma, é uma alma. O espírito (fôlego de vida) não retorna a Deus, mas Deus guarda a pessoa em sua memória e restaura-o se assim o desejar fazer.

“Será que algo dentro de nós, tal como uma alma ou um espírito, sobrevive à morte do corpo? Considere como o primeiro homem, Adão, chegou a ter vida. …Deus pusera no corpo inanimado de Adão a centelha da vida — “a força da vida”, que está ativa em todas as criaturas terrestres (Gênesis 6:17; 7:22). A Bíblia chama esta força animadora de “espírito” (Tiago 2:26). Este espírito pode ser comparado à corrente elétrica que aciona uma máquina, ou um aparelho, e possibilita seu funcionamento. Assim como a corrente elétrica nunca assume os aspectos do equipamento que aciona, a força da vida não assume nenhuma das características das criaturas que ela anima. Não tem personalidade, nem capacidade de raciocínio. O que acontece com o espírito quando a pessoa morre? Quando alguém morre, seu espírito impessoal não continua a existir em outro domínio como criatura espiritual. Ele “retorna ao verdadeiro Deus que o deu”. (Eclesiastes 12:7). Isto significa que qualquer esperança de vida futura depende então inteiramente de Deus… O que ensina a Bíblia a respeito da alma? Adão “veio a ser uma alma vivente” diz (Gênesis 2:7). Ele não recebeu uma alma; era uma alma — uma pessoa inteira. As Escrituras falam de a alma trabalhar, almejar comer, ser raptada, passar em claro, e assim por diante. Na verdade, o próprio homem é uma alma. Quando alguém morre, esta alma morre… Qual é então a condição dos mortos? …Onde estava Adão antes de Deus o formar do pó do solo e lhe dar vida? Ora, ele simplesmente não existia! Quando Adão morreu, ele voltou àquela condição de total inexistência. …Na sepultura, para onde você vai, não há atividade nem planejamento, não há conhecimento nem sabedoria. Segundo a Bíblia, a morte é uma condição de inexistência. Os mortos não se apercebem de nada, não sentem nada e não têm pensamentos” (A Sentinela, 15/07/2002, p. 5-7).

O que a Bíblia diz acerca da morte:

1) A verdadeira natureza do homem é descrita na Bíblia:

2) A natureza e características do espírito do homem:

É um erro assumido – como faz a Sociedade Torre de Vigia – admitir que o espírito e a palavra “sopro” signifiquem a mesma coisa. Para demonstrar a evidência do erro da Sociedade ao empregar a palavra “espírito” como sinônimo de “sopro” ou “fôlego de vida”, basta fazer essa substituição nas seguintes passagens: At. 23.8-9; 1Co. 5.5; 2Co. 7.1; Gl. 6.18.

3) A natureza e as características da alma do homem:

A alma do homem foi criada por Deus e é diferente da alma dos animais. Não é apenas única na natureza, como também é única no conceito de Deus tê-la criado. Diz a Bíblia acerca da alma do homem:

4) A alma deixa o corpo por ocasião da morte e continua a existir de modo consciente e inteligente:

5) As almas dos homens têm certas responsabilidades:

6) A alma do homem tem inimigos:

7) As almas dos homens justos recebem benefícios:

  1. a) É guardada por Deus (Sl. 121.7);
  2. b) Não lhe é permitido morrer (Pv. 10.3);
  3. c) É restaurada (Sl. 23.1-3);
  4. d) É satisfeita (Pv. 13.25);
  5. e) Estará com Deus para sempre (Ap. 20.4).

8) As almas dos maus receberão castigos:

9) A natureza do corpo do homem como está descrita na Bíblia:

        10) A natureza do corpo do homem:

11) O resultado da salvação na natureza do corpo do homem:

12) Há promessa de ressurreição para o corpo:

13) A morte está descrita na Bíblia como a separação física entre corpo e alma:

        14) A morte espiritual

15) A morte eterna:

[1] [2]Compartilhar [3]