Esqueceu a senha?

As TJs e a ressurreição corpórea de Cristo

por Artigo compilado - ter maio 12, 11:55 am

tj-jesus

Lucas 24.36‑39 – Enquanto ainda falavam destas coisas, ele mesmo estava de pé no meio deles… Mas visto que estavam apavorados, e tinham ficado amedrontados, imaginavam ver um espírito. De modo que lhes disse: Por que estais aflitos, e por que é que se levantam dúvidas nos vossos corações? Vede minhas mãos e meus pés, que sou eu mesmo, apalpai‑me e vede porque um espírito não tem carne e osso assim como observais que eu tenho (Tradução do Novo Mundo).

Em contraste com as palavras acima, extraídas de sua própria Bíblia, os líderes das Testemunhas de Jeová ensinam que o Cristo ressurreto é um espírito e que: “O corpo humano, ao qual Jesus renunciou para sempre como um sacrifício redentor, foi despojado pelo poder de Deus, mas não pelo fogo do altar do templo de Jerusalém. A carne de um sacrifício é sempre despojada e tirada da existência, e assim não se corrompe” (Livro da Torre de Vigia Things in Which It Is Impossible for God to Lie [Coisas em Que É Impossível Que Deus Minta,], 1965, p. 354). Também dizem que: “Logo após a sua ressurreição, Jesus nem sempre apareceu no mesmo corpo [talvez para reforçar em suas mentes a idéia de que ele era um espírito]” (Livro da Torre de Vigia Reasoning from the Scriptures [Raciocínios a Base das Escri­turas] ,1985, p. 335).

Obviamente, a organização das testemunhas de Jeová usando estes argumentos poderia fazer com que acreditássemos o contrário do que dizem as Escrituras a esse respeito. Insiste que o corpo de Cristo não foi ressuscitado, mas destituído, e que ele se tornou um espírito. Se isto fosse verdade, então suas declarações em Lucas 24:36-39 teriam sido mentirosas; e quando ele mostrou aos discípulos as marcas dos pregos em suas mãos e pés, convidando-­os a sentir a carne e ossos, teria sido um truque esperto para os enganar.

Além de discutir os pontos acima, você pode também pedir à testemunha de Jeová que leia os versículos onde Jesus tinha predito o que aconteceria com seu corpo: “Em resposta, Jesus disse‑lhes: ‘Demoli este templo e em três dias o levantarei’. Os judeus disseram portanto: ‘Este templo foi construído em quarenta e seis anos, e tu o levantarás em três dias?’ Mas ele estava falando do templo do seu corpo” (João 2:19‑21, Tradução do Novo Mundo).

A testemunha tem uma escolha a fazer ‑ acreditar no que Jesus disse a respeito de sua ressurreição corpórea, ou acreditar no que a Torre de Vigia diz.

Fonte de pesquisa: “As Testemunhas de Jeová refutadas versículo por versículo”, David A. Reed; trad. de Marcelus Virgílius Oliveira e Valéria Oliveira. ‑ 2. ed. Rio de janeiro: JUERP, 1990.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement