Esqueceu a senha?

Ataques matam três israelenses

por Artigo compilado - ter out 13, 12:55 pm

Ataques matam três israelenses em Jerusalém em novo dia de tensão

Palestinos armados com facas e uma arma de fogo e deixaram pelo menos três mortos e dezenas de feridos em uma série de ataques em Israel nesta terça-feira (13), provocando uma nova escalada na mais recente onda de violência entre palestinos e israelenses.

Os ataques desta terça-feira ocorreram durante um “Dia de Fúria” organizado por grupos palestinos, tendo sido convocadas greves e manifestações na Cisjordânia, em Gaza e em Jerusalém Leste.

Em Jerusalém, dois homens invadiram um ônibus e atacaram os passageiros com facas e uma arma de fogo, deixando ao menos 16 feridos e dois mortos, incluindo um homem de 60 anos. Um dos agressores foi morto no local por um agente de segurança e o outro ficou ferido.

Em um outro ataque praticamente simultâneo, um homem lançou seu carro contra um ponto de ônibus na rua Malchei Yisrael, em Jerusalém, e começou a esfaquear pessoas que estavam no local. Ao menos um israelense foi morto e cinco pessoas ficaram feridas.

O movimento radical islâmico palestino Hamas elogiou os ataques em Jerusalém, chamando-os de “operações heróicas”.

Antes dos ataques em Jerusalém, um homem ficou ferido no pescoço após ser esfaqueado por um palestino na cidade de Ranana, ao norte de Tel Aviv. O agressor foi detido em seguida.

Algumas horas depois, também em Ranana, um segundo esfaqueamento deixou quatro pessoas feridas em frente a um hospital. O agressor tentou fugir, mas foi barrado por civis e preso pela polícia.

Os dois agressores foram identificados como palestinos residentes de Jerusalém Leste (território ocupado por Israel em 1967).

Para tentar evitar novos ataques em Ranana, a polícia bloqueou as entradas da cidade.

Extraído do site da Folha em 13/10/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement