Esqueceu a senha?

Autoritarismo é ensinado na Bíblia?

por Artigo compilado - sex set 15, 9:23 am

I CORÍNTIOS 11.11 —A DECLARAÇÃO DE PAULO “SEDE MEUS IMITADORES” JUSTIFICA O AUTORITARISMO, COMO REIVINDICAM ALGUNS GRUPOS SECTÁRIOS?

Paulo, em certas ocasiões, conclama os seus seguidores a imitá-lo (veja também ICo. 4.16). Algumas seitas usam estes textos para justificar o seu autoritarismo. Essa é a conclusão correta que chegamos a partir desses versos?

RESPOSTA APOLOGÉTICA: O NT frequentemente exorta os crentes a submeterem-se aos seus líderes (ICo. 16.16; Hb. 13.17; IPe. 5.5). Ele também exorta que cada esposa se sujeite ao seu próprio marido, assim como os filhos aos pais (Cl. 3.18-20), e os cidadãos aos seus governos (Tt. 3.1), mas isso não deve ser distorcido e transformado em autoritarismo eclesiástico.

A submissão é limitada. Os filhos devem obedecer aos pais apenas “no Senhor” (Ef. 6.1), e não obedecer literalmente a qualquer ordem dos mais velhos. O mesmo é válido para cidadãos em relação à submissão aos seus respectivos governos. Há muitos exemplos de desobediência justificável ao governo, tais como quando faraó mandou que as parteiras matassem todos os recém-nascidos do sexo masculino após os partos (Êx. 1.15-21), ou ainda quando os três jovens hebreus receberam ordens para se prostrarem diante do ídolo (Dn. 3). Devemos nos submeter às devidas autoridades somente quando as ordens estiverem também sob Deus, e não quando essas ordens tiverem o intuito de tomar o lugar dEle.

Existe uma diferença importante entre a submissão legítima e o autoritarismo ilegítimo. A submissão própria a um líder de uma igreja é voluntária, e não compulsória. Ela envolve uma livre escolha de juntar-se a uma organização, ou deixá-la, sem que existam atos de intimidação ou represália. A submissão nesse caso tem origem no amor e no respeito (Hb. 13.7), não no medo. Enquanto a Bíblia fala de submissão voluntária do membro para com o líder, em nenhuma de suas passagens aprecia a obediência obrigatória exigida pelo líder para com o membro do grupo. Isto é, a Bíblia jamais diz que os líderes devem mandar (ou demandar) que haja obediência; mas diz apenas que os seguidores devem dá-la por espontânea vontade. A Bíblia lembra aos próprios líderes da igreja que apascentem o rebanho não “como tendo domínio sobre a herança de Deus”; antes, devem ser os “exemplos” para o rebanho (IPe. 5.2-3). Devem liderar por seu exemplo de vida e não pelas ordens pronunciadas por seus lábios; por seu caráter, não por suas ordens.

Texto Base: Resposta às Seitas, Norman L. Geisler e Ron Rhodes, CPAD, 1997. Texto adaptado e compilado pelo Pr. Edison Miranda da Silva e Maria Candida Alves.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement