- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Caio Fábio versus Jimmy Swaggart

Jimmy e Caio

Escândalo e oportunismo: Caio Fábio versus Jimmy Swaggart

No final da década de 1980, Jimmy Swaggart, então o maior pregador da Assembleia de Deus nos EUA, caiu num grande escândalo sexual.

Caio Fábio, então o maior pregador da Igreja Presbiteriana do Brasil, aproveitou o escândalo para atacar o conservadorismo político de Swaggart, como se ser evangélico conservador levasse automaticamente à insanidade e ao desastre e como se ser evangélico esquerdista levasse automaticamente à sanidade e ao paraíso.

Enquanto Swaggart tinha favoritismo por Ronald Reagan, que era presbiteriano ultraconservador e anticomunista, Caio Fábio, que era presbiteriano brasileiro, tinha favoritismo por Lula e pelo PT.

O tipo de ataque que Caio fez ele geralmente reservava aos neopentecostais, por causa da sua Teologia da Prosperidade (TP), que era um dos alvos prediletos do pregador presbiteriano. Ele não perdia uma única oportunidade de atacar a TP. Concidentemente ou não, na década de 1980 o neopentecostalismo era praticamente 100 por cento direitista, conservador e pró-vida.

Mas Caio não perdoou nem poupou Swaggart mesmo sabendo que o renomado pregador assembleiano também atacava sistematicamente a TP.

O escândalo sexual de Swaggart forneceu o pretexto perfeito para Caio colocar para fora seus dentes afiados e maliciosos de TMI [1] e atacar os evangélicos conservadores dos EUA. Contudo, mal sabia ele que, poucos anos após atacar Swaggart, ele próprio cairia num grande escândalo sexual.

Foto atual do Ministério de Jimmy Swaggart

Jimmy

Confira – http://www.jsm.org/the-evangelist.html

Fonte: www.juliosevero.com

[2] [3]Compartilhar [4]