Esqueceu a senha?

Calvino nega a salvação pela fé de Lutero?

por Pr. João Flávio Martinez - sáb mar 14, 12:11 am

luero e calvino

O site História Livre comenta o seguinte sobre essa questão:

“Calvino, apesar de ter mantido quase todos os princípios formulados por Martinho Lutero, desenvolveu uma teologia própria, mas que tinha uma diferença muito importante: a Doutrina da Predestinação. Nesta doutrina, influenciada na crença grega do destino, Calvino afirmava que Deus, o único com conhecimento sobre o futuro, já sabia, desde sempre, quem eram as pessoas que seriam salvas por Ele, assim, como já sabiam quem não seria […]. De acordo com Calvino, a fé não era o caminho para a salvação, para ele, a fé era o sinal de que o fiel estava predestinado à salvação. Com isso, o calvinismo se afastava daquilo que Lutero havia defendido, ou seja, que a salvação somente era alcançada por meio da fé em Jesus Cristo […]. Mesmo contrariando a Lutero, a Doutrina da Predestinação se tornou muito popular na Suíça. Mas quando as ideias de Calvino chegaram às pessoas comuns, uma dúvida foi gerada: Como posso saber se sou ou não salvo? A resposta de Calvino era bastante simples. Segundo ele, a garantia de que alguém havia sido predestinado por Deus à salvação estava em seu sucesso pessoal, ou seja, uma pessoa próspera e bem sucedida (profissão, saúde, família, etc.) demonstrava o favor de Deus para com ela. Portanto, o próspero tinha a garantia de sua salvação, pois onde a planta de seus pés pisasse iria prosperar. Mas, o contrário também era verdadeiro. Pois, aquele que não prosperasse dava demonstrações de que não estava predestinado à salvação […]. Mas ao contrário de outras vertentes protestantes, o calvinismo não se desenvolveu em uma igreja específica, mas como doutrina que seria aceita em algumas igrejas protestantes já existentes. Assim, a doutrina calvinista obteve uma grande aceitação na Suíça (onde surgiu), de lá se espalhando por toda a Europa, especialmente, na Escócia, na Inglaterra, na Holanda e na França.” (Em: <http://www.historialivre.com>. Acesso em 30 maio 2014)

Lemos ainda um outro comentário relevante:

De acordo com Max Weber, sociólogo alemão nascido no século XIX, o rigor moral da religião calvinista, que rivalizou com o luteranismo o posto de segmento majoritário do movimento de Reforma Protestante, é o embrião do capitalismo que foi conhecido no mundo. A isto se devem alguns fatores. Em primeiro lugar, Weber enxerga na doutrina da predestinação, um dogma essencial do calvinismo, a base do individualismo típico e necessário ao capitalismo, pois como o indivíduo não deve esperar pela mediação da Igreja para obter o favor de Deus, conforme as postulações da teologia católica, mas, pelo contrário, ele só pode contar com a graça divina, não havendo meios externos de aproximação com a divindade, então, para se assenhorear da certeza da salvação, o homem precisa identificar em si as evidências da eleição, procurando, assim, na atividade profissional, em cumprimento de sua vocação, as mesmas, pois, de acordo com Weber, o êxito profissional seria uma das maneiras distintas de se identificar a própria eleição. (Em: < br.answers.yahoo.com/>. Acesso em 12 março de 15)

Outro site conclui a que:

Segundo os calvinistas a salvação da alma vem da predestinação, ou seja, do trabalho e da riqueza como consequência. Por esse motivo, a burguesia aproveita do calvinismo para se enriquecerem individualmente. A burguesia européia abraça as ideias de Calvino, ocorrendo uma maior expansão da Reforma e aumentando a influencia do capitalismo no mundo (lucro). CONCLUSÃO – O calvinismo pregava que o trabalho e a riqueza que o homem adquiria seria os fatores que dariam a ele a salvação da alma, ou seja, enriquecer (busca do lucro, característica do capitalismo) para ter a alma salva. (Em: < br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090927104920AADA8bl>. Acesso em 12 março de 15)


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

15 Comentários

Comentários 1 - 15 de 15Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Concordo com a Doutrina defendida por Martinho Lutero que a Salvação é pela Fé em Jesus.inclusive já visitei uma Igreja Evangelica Luterana e notei que é uma Boa Igreja Cristã com ensinos Baseados na Bíblia,Pastores com base teológica e um Culto Cristão muito bonito e Organizado.

  2. a Doutrina da Salvação pela Fé esta certa e a Doutrina da Predestinação esta errada por Não se Bíblica.

  3. Como que vocês expõem um texto desses com fontes históricas e não teológicas ? Como e utilizam de max weber para finalizar o calvinismo ? seria mais honesto expor uma posição mais centrada do calvinismo . em nenhuma obra de calvino a salvação está submissa a prosperidade individual … 

  4. Tudo bem que o site , teologicamente discorde do calvinismo , mas querer disseca-lo com ferramentas sociológicas e o julgamento de weber é ser raso . Apesar de divergentes em alguns aspectos da soteriologia, temos muito em comum . cuidado com o princípio de seita , que vocês tanto perseguem …

  5. Com todo respeito, mas se basear no site História Livre, no que dizem, na interpretação desse site é ter um argumento muito fraco. E utilizar o pensamento de Max Weber também é um argumento fraco.

    1. Sites como História Livre analisam movimentos tão somente pela ótica econômica, e como muitos dos que neles escrevem não são cristãos, não são fontes fidedignas para se tratar de forma aprofundada o assunto

    2. E utilizar-se de argumentos de Max Weber e de História Livre para se dizer que Calvino nega a salvação pela fé e que Calvino ensinava que a prosperidade é sinal de salvação é um verdadeiro erro.

    3. Ter tais fontes como base é o mesmo que eu me basear em opinião de uma pessoa sobre outra, sem saber ao certo o que a pessoa realmente diz.

    4. Carlos Henrique, diz que “site tem argumento fraco” – isso é até um falso testemunho seu, pois se estivesse acompanhando as dezenas de artigos apologéticos sobre “calvinismo” não falaria isso.
      os calvinistas ao comentar uma defesa só sabe tagarelar e nada convincente.

    5. JCP eu estou a me referir como argumento fraco a citações de textos do site História Livre e de Max Weber. Usar o que Max Web e o site HIstória Livre como argumento contra o calvinismo é ter um argumento fraco.

    6. Carlos,
      reafirmo meu comentário acima, mas qual é o seu argumento forte? vocês calvinistas só sabem tagarelar “Deus é soberano” (Piper diz: nós temos que ter “assombro” pela sobenaria). Antes de Deus ser soberano Ele é Amor, e não lança crianças no inferno como vós dizeis.

    7. JCP falei sobre crianças serem lançadas no inferno? eu falei algo sobre eu ser ou não ser calvinista? e o que eu falei sobre argumentos fracos não o foi sobre usar o que diz Max Weber e o site História Livre?

    8. Ahh, se você não é da escola de entendimento calvinista e nem arminio, então aqui voce está perdendo tempo. sobre utilizar pensamento Max Weber seria talvez e olha que, se não houve feito dezenas de artigos, então não há fraqueza sugerida. Adiós amigo.

  6. É o que eu sempre digo: calvinismo é doutrina de burguês!!! Meu Deus! Será que Calvino foi o primeiro pregador da teologia da prosperidade???

  7. Nunca vi um texto tão superficial como este. A sua teologia é pobre e ao ler este texto percebo a frágil teologia. Caro autor, percebo q vc é fundamentalista armeniano e nega o que de verdade os calvinista prega. 

Comentários 1 - 15 de 15Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement