Esqueceu a senha?

Chegou o Natal! E daí?

por Artigo compilado - dom set 16, 10:35 am

O título não é uma crítica a grande festa universal que comemora o nascimento de Jesus, mas é uma pergunta aos corações para saber qual é o verdadeiro valor desta data comemorativa para nós cristãos.

Mas e daí?

Daí que o ano está passando e qual é o presente que eu e você podemos dar ao mestre? O que estamos apresentando ao nosso mestre? Atitudes cristãs ou atitudes de um suposto cristão?

Você poderia até presenteá-lo com os seus atos de amor a uma vida que precisava de sua ajuda, ou irá presenteá-lo com as desculpas dadas toda vez que alguém precisou de você? Mas se for isto, esqueça, pois Ele é onisciente e sabe o que você fez!

Será que estamos dispostos a encontrar o mestre ou nossas atitudes faz com que apenas mandemos um cartão natalino?

Mas e daí?

Daí que há crentes que lembram de Jesus no dia 25 de Dezembro, mas, dias depois, erguem uma cruz, e abrem o sepulcro para colocá-lo ali, não lembrando-se mais da sua viva presença. O que você fez no ano que está acabando?

Crucificou Jesus novamente ou deixou que Ele nascesse em suas atitudes diárias? Do fundo do seu coração, responda para você mesmo, você foi uma manjedoura ou um túmulo frio?

Sabe o que eu desejo para o ano de 2008?

Desejo que a hipocrisia seja deixada de lado;

Desejo que as bênçãos sejam conseqüências do nosso testemunho, e não uma troca conforme nossos dízimos e ofertas, pois ela nunca foi e nunca será um produto de leilões;

Desejo que a criança seja respeitada e ensinada com amor e carinho, e não ignorada por dizimar. Afinal, as verdadeiras atitudes cristãs são delas. Jesus, certa vez, vendo que os discípulos repreendiam as crianças disse-lhes: “Deixe vir a mim os pequeninos e não impeçais, porque dos tais é o reino de Deus e aquele que não receber o reino como menino, não entrará nele!”

Eu desejo que no ano de 2008 a igreja receba um avivamento verdadeiro e real, não aquele imoral e infantil, que é só barulho, mas aquele profundo, que modifica o caráter do homem e influencia em suas atitudes em toda sociedade, não só no meio da igreja.

Desejo que morramos amor a Cristo, e não por uma denominação e seus líderes.

Como eu desejo que os amuletos místicos sejam esquecidos pelos pregadores do Evangelho da “Teologia da mandinga gospel”. Para alguns pregadores desta Teologia, o nome de Jesus ficou em segundo plano, usam para a libertação e cura: sal, cajado, rosa, arcos da aliança, consultas e até ex-mãe de encosto, artigos a gosto do freguês. Para eles, não importam os ensinamentos de Jesus, querem novidades e não realidade!É por isso que as igrejas estão inchadas e não cheias! Se o verdadeiro Evangelho fosse pregado em algumas destas igrejas, não sobraria ninguém.

As palavras do profeta Joel ainda soam nos ouvidos do povo de Deus, mas muitos não podem ouvir, pois os seus ouvidos estão agravados pela busca incessante do bem material e esquecem-se do espiritual. As características do verdadeiro cristão já foram até trocadas: quanto mais se tem, maior a presença divina, quanto aos pobres, restam-lhes descobrir seus pecados. Heresias!

Se Jó vivesse nos tempos de hoje e sofresse tudo o que sofreu, certamente seria acusado de não conhecer a batalha espiritual, e seria encaminhado a uma seção de quebras de vínculos e maldições!

Em 2007, muitos julgaram a espiritualidade do homem pelo quanto de tempo orou, pulou, sapateou, rodopiou, ou profetizou, mas testemunho que é bom, nada se reparou.

“Chorem os sacerdotes, ministros do Senhor, entre o alpendre e o altar, e digam: Poupa a teu povo, ó Senhor, e não entregues a tua herança ao opróbrio, para que os gentios o dominem; porque diriam entre os povos: Onde está o seu Deus?”

Mas, Graças a Deus, ainda há o remanescente, aqueles que buscam a verdade: o perfeito e simples Evangelho de Cristo. Sempre com a esperança maior em Cristo, e dizendo como o profeta Habacuque: “Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado; Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação.

O Senhor Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas”.
(Hab.3: 17- 19).

Chegou o Natal! Mas e daí?

Daí que o Natal não faz sentido para o religioso, aquele que embora expulse demônios, faça milagres, ore e jejue, não permite a Cristo nascer verdadeiramente em seu coração, pois no dia do encontro final com o mestre escutará: “ Não te conheço”.

Não sejamos um corpo paraplégico, mas sim um que quando acionado pela cabeça, que é Cristo, atenda os seus comandos.

Feliz Natal e um Próspero Ano Novo. 

Autor: Alexandre Farias


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Chegou o Natal! Mas e daí? …não permite a Cristo nascer verdadeiramente em seu coração, pois no dia do encontro final com o mestre escutará: “ Não te conheço”.

    esse jesus que nasce todo dia 25 dezembro e morre em abril … depois renasce novamente.
    esse aí eu digo para ele : Não te conheço!

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement