Esqueceu a senha?

CNBB sai em defesa de Dilma e apoia a corrupção

por Artigo compilado - sáb dez 05, 12:13 pm

CNBB sai em defesa de Dilma e ataca Cunha

Em nota, bispos questionam os motivos que levaram Cunha a aceitar o pedido de abertura do processo

Comentário de Julio Severo: Quando a CNBB emite uma nota rotineiramente esquerdista, católicos conservadores (que são minoria absoluta) buscam desqualificá-la como se não fosse católica, tentando descolar seu longo histórico esquerdista da Igreja Católica. Ora, se a CNBB não é católica, deveriam reclamar para o Papa Francisco, que nunca se queixou da CNBB. Aliás, todos os papas, inclusive João Paulo 2, que visitaram o Brasil foram acolhidos pela CNBB e nunca reclamaram de nada. O que quero dizer é que a Igreja Católica no Brasil tem um grande problema de esquerdismo que precisa ser confrontado. Negar o problema só piora. É muito bom que a Dilma esteja sob processo de impeachment. Agora, quem pedirá o impeachment da CNBB, que ajudou a fundar o PT? E para alguns católicos que proclamam que o Papa Francisco já está excomungado por ser marxista, quem pedirá o impeachment dele? Eis o artigo do Jornal Opção que, no que se refere a posturas esquerdistas da CNBB, não traz novidade alguma:

A Comissão Brasileira Justiça e Paz, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), criticou nesta quinta-feira (3/12) o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), que autorizou a abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Em nota, a CNBB questiona os motivos que levaram Cunha a aceitar o pedido de abertura do processo.

Manifestando “imensa apreensão”, a comissão da CNBB diz que a atitude de Cunha “carece de subsídios que regulem a matéria” e que a sociedade está sendo levada a crer que “há no contexto motivação de ordem estritamente embasada no exercício da política voltada para interesses contrários ao bem comum”. Para a CNBB, Cunha agiu por interesse pessoal.

A entidade católica afirma em comunicado  que “o impedimento de um presidente da República ameaça ditames democráticos, conquistados a duras penas”. “É preciso caminhar no sentido da união nacional, sem quaisquer partidarismos, a fim de que possamos construir um desenvolvimento justo e sustentável”, acrescenta a comissão da CNBB.

O anúncio da aceitação do pedido de abertura do processo de impeachment foi feito no fim da tarde da última quarta-feira (2)  por Cunha. Poucas horas depois, Dilma fez um pronunciamento no qual disse que não tem contas no exterior, nem participa de “barganhas” com o Congresso.

Cunha, que quando anunciou ter aceitado o pedido de abertura do processo disse não estar feliz por tomar a decisão, rebateu as declarações da presidente. Ele disse nesta quinta-feira que Dilma “mentiu à nação” quando disse que seu governo não barganhava com o Congresso.

Uma comissão especial formada para analisar o processo terá seus membros anunciados nas próximas horas. Serão 65 deputados, representando todos os partidos da Casa.

Fonte: Jornal Opção

Divulgação: www.juliosevero.com


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

6 Comentários

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. sostenes,
    o malafaia tem o seu jeito próprio de ser peculiar. estranho se realmente ele disse algo sobre pentecostais, pois ele mesmo é um pentecostal. melhor sr. ocupar de outras coisas, pois em debate não leva-se o fato do temperamento, e sim as doutrinas se está certo ou não.

  2. o artigo aqui sobre a safadeza da CNBB e não temperamento do malafaia.

  3. sr. sostenes, como quer que alguém analise um video o qual o sr. deu uma opinião duvidosa sem ter eu por exemplo assistido o video ? seja competente no que escreve então ponha o link. 
    o único circo é o que o sr. criou. em debate não analisa-se o temperamento do S.M

  4. sostenes sáb dez 05 at 3:05 pm “.. pedir esclarecimento e não para abafar erro alheio”

    se tem dúvidas do que S.M falou contata o mesmo; nem assistimos o video e quer que eu “adivinhe” o que ele falou e ainda por cima dizer se está certo ?!

    https://www.facebook.com/SilasMalafaia

  5. sostenes disse : “eu não lhe perguntei sobre o video descrevi uma situação e perguntei se estava certa” 

    não dá para verificar a situação somente pelo que você disse, é muito subjetivo. contata no facebook o Pastor S.M tem medo de falar com ele? 

    1. em questão de vigilância, você pode ficar sossegado que serão arguidos de fato. se tem alguma questão quanto ao temperamento do pastor S.M vá reclamar com ele. e não venha expelir aqui.
      fique vigilante quanto ao comportamento da CNBB. 

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário