- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Como identificar os falsos profetas

A Bíblia reconhece a existência de falsos profetas (Mt 7.15). Muitas seitas declaram ter profetas. Em consequência, a Bíblia exorta a testarmos aqueles que se dizem profetas (1 Jo 4.1-3).

“Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo” (1 Jo 4.1).

1) – Ele profetizou alguma coisa que não se cumpriu?

“Porém o profeta que tiver a presunção de falar alguma palavra em meu nome, que eu não lhe tenha mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, esse profeta morrerá. E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Senhor não falou? Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele” (Dt 18.20-22).

2) – Ele fala e acontece, mas não aponta para Cristo?

“Quando profeta ou sonhador de sonhos se levantar no meio de ti, e te der um sinal ou prodígio, E suceder o tal sinal ou prodígio, de que te houver falado, dizendo: Vamos após outros deuses, que não conheceste, e sirvamo-los; Não ouvirás as palavras daquele profeta ou sonhador de sonhos; porquanto o Senhor vosso Deus vos prova, para saber se amais o Senhor vosso Deus com todo o vosso coração, e com toda a vossa alma” (Dt 13.1-3).

3) – Ele faz contato com os espíritos de mortos?

“Nem …quem consulte os mortos” (Dt 18.11).

Os Mórmons: Joseph Smith, em 1823, recebeu uma visita de um homem chamado Moroni, que teria falecido por volta do ano 420 DC. Além de Smith argumentar que conversou com Pedro, Tiago e João. Existem muitos testemunhos de mórmons que afirmam ter recebido visitações de mortos. Para o mormonismo é bem possível se comunicar com os falecidos e até se batizar pelos tais.

EG White da IASD: Numa carta enviada ao seu filho W. C. White em 12 de setembro de 1881 e arquivada pelo White Estate, Ellen G. White afirma que estivera clamando ao Senhor por alguns dias em busca de luz com respeito a seu dever, logo após a morte de seu marido. Certa noite, ela teve um sonho espiritualista, cuja origem White atribuiu ao Senhor e acreditou que houvesse ocorrido em resposta às suas orações! Sonhou que estava dirigindo uma carruagem, quando o seu marido, Tiago White, que falecera em seis de agosto, apareceu-lhe e assentou-se a seu lado e desenvolveu com ela um longo diálogo.

As TJs: O Livro “O Mistério Consumado”, em suas páginas 144 e 256, trouxe as emocionantes palavras: Este verso (Revelação 8:3) mostra que, embora o Pastor Russell tenha transposto a cortina [ou morrido], ele ainda está dirigindo cada aspecto do trabalho de colheita… Nós sustentamos que ele supervisiona… o trabalho a ser feito.

4) – Ele faz uso de meios de adivinhação

“Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico…” (Dt 18.11).

A Congregação Cristã no Brasil (CCB) usa as profecias como um meio de adivinhação.

5) – Ele segue falsos deuses ou ídolos?

“Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra” (Êx 20.3-4).

“Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a fornicação, a impureza, o afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria” (Cl 3.5) – A Teologia da Prosperidade é idolatria.

6) – Ele nega a divindade de Jesus Cristo?

“Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo; porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade” Cl 2.8-9).

Testemunhas de Jeová: Dizem que Jesus é em partes divino, mas não no mesmo nível do Pai, e sim um Deus inferior. Jesus é o Arcanjo Miguel – o mestre de obras de Deus. Essa teoria é chamada de henoteísmo.

Adventistas: Dizem que Jesus é o Arcanjo Miguel, que nasceu com uma natureza pecaminosa, que como homem ficou três dias no sono da alma – apesar disso, dizem acreditar que Ele é a segunda pessoa da Trindade.

Mórmons: Dizem que Jesus é mais um deus entre trilhões de deuses, que Jesus é o irmão de Lúcifer – apesar disso dizem que Ele é divino.

Kardecistas: Não aceitam o Messias como Deus, mas sim como um iluminado reencarnado.

7) – Ele nega a humanidade de Jesus Cristo?

“E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já agora está no mundo” (1 Jo 4.3).

A LBV é um exemplo de seita docética, afirmando que Jesus não veio em carne.

8) – Suas profecias desviam o foco central da pessoa de Jesus Cristo?

“Adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia” (Ap 19.10).

Os ASD acreditam que o genuíno dom da profecia seria manifesto na Igreja através das mensagens ou escritos de Ellen G. White (“Estudando Juntos” M. Finley, pg. 86) – (Apoc. 19:10).

9) – Ele advoga a abstenção de certos alimentos e carnes e veta o casamento, por razões de ordem espiritual.

“Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças” (1 Tm 4.3).

Adventistas: EG White se enquadra bem neste texto, pois advogava contra o casamento  inter-racial entre brancos e negros e defendia que a ingestão de carne levava o homem a pecar.

“Há pessoas que devem ser despertadas para o perigo de comer carne, que ainda comem carne de animais, pondo assim em risco, a saúde física, mental e espiritual(Conselhos sobre o Regime Alimentar, pág. 382).

“Mas há uma objeção ao casamento da raça branca com a preta. Todos devem considerar que não têm o direito de trazer à sua prole aquilo que a coloca em desvantagem; não têm o direito de lhe dar como patrimônio hereditário uma condição que os sujeitariam a uma vida de humilhação. Os filhos desses casamentos mistos têm um sentimento de amargura para com os pais que lhes deram essa herança para toda a vida” (Veja o Livro – “Mensagens Escolhidas – vol.2” CPB, Sto. André, SP – 1985 nas páginas 343 e 344).

10) – Ele encoraja o legalismo

“Ninguém vos domine a seu bel-prazer …Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças (leis)…”( Cl 2.16,23).

Adventistas: A vida, vida eterna, é para todos os que obedecem à lei de Deus” (EGW, SDABC, vol.7, p. 931, citação da Revista da Escola Sabatina, 6 de janeiro de 1980, p. 16) – “Santificar o Sábado ao Senhor importa em salvação eterna” (Testemunhos Seletos, vol. III, p. 23).

Católicos: “Nos últimos anos, a Igreja tem sempre e sempre reiterado que somos salvos pela fé e os sacramentos de fé. AMBOS SÃO NECESSÁRIOS” (J.D. Crichton, Christian Celebration: The Sacraments, p. 65).

Kardecistas: “A salvação não se obtém por graça nem pelo sangue derramado por Jesus…” (jornal ‘O Reformador’ p.236, 1951).

 

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores” (Mt 7.15)

———————

 

تم نشره بواسطة ‏‎João Flávio Martínez [1]‎‏ في 9 أكتوبر، 2017

[2] [3]Compartilhar [4]