Esqueceu a senha?

Como justificar o altar feito por Josué no monte Ebal?

por Norman Geisler - qui out 18, 4:21 pm

JOSUÉ 8:30 – Como justificar o altar feito por Josué no monte Ebal, se a Bíblia claramente condena a construção de “lugares altos”?

PROBLEMA: Josué 8.30 registra que Josué edificou um altar ao Senhor no monte Ebal e ofereceu ali holocaustos ao Senhor e apresentou ofertas pacíficas. Entretanto, muitas passagens indicam que a construção de lugares altos era condenada por Deus (1 Rs 12.31; 15.14; etc). Como justificar então o altar de Josué à luz da condenação feita por Deus à construção de lugares altos?

SOLUÇÃO: Os lugares altos que foram mais tarde condenados por Deus não eram altares construídos para o Senhor, nem construídos de acordo com os requisitos estabelecidos em Deuteronômio 27.5-6. Tais lugares altos eram geralmente lugares elevados que eram usados para a adoração de falsos deuses. Em contraste, Josué 8 estabelece que o altar foi construído “como Moisés, servo do Senhor, ordenara aos filhos de Israel” (Js 8.31). De fato, Deuteronômio 27.2-8 registra que Moisés ordenou que o povo de Israel construísse um altar no monte Ebal, como sinal de seu compromisso com a aliança e com os mandamentos do Senhor. A construção desse altar por Josué não apenas seguiu tudo o que havia sido estabelecido quanto a como ele deveria ser construído, mas foi realizado de fato em obediência ao que Moisés havia ordenado.

Extraído do livro MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” da Bíblia. Norman Geisler – Thomas Howe


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement