Esqueceu a senha?

Como pôde Deus matar os primogênitos do Egito?

por Artigo compilado - qui dez 12, 2:31 pm

 

ÊXODO 12:29 – Se Deus é amor, como pôde ele matar os primogênitos de todos os egípcios?

PROBLEMA: Êxodo 12:29-30 descreve aquela terrível noite quando Deus feriu, na terra do Egito, “desde o primogênito de Faraó, que se assentava no seu trono, até o primogênito do cativo que estava na enxovia; e todos os primogênitos dos animais”. Esse juízo miraculoso foi levado ao Egito porque Faraó se recusara a deixar o povo ir. Entretanto, o povo do Egito não tinha controle sobre os atos de Faraó. Como um Deus de amor poderia então ferir os primogênitos dos egípcios, que não eram responsáveis pelas decisões de Faraó?

SOLUÇÃO: Primeiro, não é certo presumir que, pelo fato de o povo egípcio não ter tido controle sobre as decisões de Faraó, eles eram completamente inocentes. Cada pessoa egípcia teve, de certo, a oportunidade de, por toda a dura prova dada por Deus sobre o Egito, fugir para Moisés e os hebreus atrás de proteção daqueles juízos. De fato, Êxodo 12:38 afirma que “subiu também com eles [os filhos de Israel] um misto de gente”.

Sem dúvida, muitos egípcios juntaram-se aos hebreus em decorrência dos juízos de Deus. O fato de que a maioria não quis se voltar ao Deus vivo, mesmo depois daquelas nove pragas anteriores, indica que eles não eram apenas observadores inocentes.

Segundo, simplesmente porque o povo egípcio não mudou o pensamento de Faraó, não quer dizer que esse povo não poderia tê-lo feito. Embora o poder do povo seja severamente limitado num regime ditatorial, como o do Egito, pode-se admitir que o povo poderia ter se revoltado, ou para forçar Faraó a mudar de idéia, ou para destituí-lo. De fato, Êxodo 12:33 afirma: “Os egípcios apertavam com o povo, apressando-se em lançá-los fora da terra”.

Até esse ponto, o povo egípcio aparentemente não fez esforço algum para apressar a saída dos hebreus daquela terra. Os egípcios obviamente estavam contentes em deixar essas questões nas mãos do seu rei. Por agirem assim, eles não eram inocentes das decisões que foram tomadas pelo seu rei. O juízo de Deus não se dirigiu somente a Faraó ou aos chefes de estado da terra, mas ao Egito como um todo, já que eles eram igualmente responsáveis pela opressão e escravidão imposta ao povo de Deus.

Fonte: Manual Popular de Enigmas e “Contradições” da Bíblia – Norman Geisler e Thomas Howe


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

11 Comentários

Comentários 1 - 11 de 11Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Mas isso vem de acordo com o que as TJ dizem.

    Que “agora” é a oportunidade de se juntarem antes da morte (amrmagedom).

  2. NÃO SE TRATA DA VONTADE DO POVO OU A VONTADE DE FARAÓ. O QUE ACONTECEU NO EGITO FOI VONTADE DE DEUS. NINGUÉM PODERIA INTERFERIR. O MOTIVO ESTÁ COM O DEUS QUE NÃO SE EXPLICA, NÃO SE JUSTIFICA, NEM DÁ SATISFAÇÃO. ELE DISSE: EU SOU O QUE SOU”.

    1. Sua explanação sobre Deus, apresenta-o como um Ser um chato e arbitrario, e não é assim. 
      Ele explica sim ! é só estudar e pesquisar mais. “foi-lhes dito que repousassem … até que se completasse o número de seus conservos, que haviam de ser mortos, como eles foram.” ap.6:10

    2. Soberania casa com justiça neste caso??? É possível que Deus tenha sido justo já que foi soberano aqui? Onde está o livre arbítrio das crianças que morreram?

  3. Deus é onisciente, onipresente e onipotente….., portanto se é onipotente Ele pode todas as coisas,
    Tudo é dele, criado por ele, todo controle está em suas mãos…..

  4. Se aquele é o verdadeiro Deus, então ele é imoral. Sendo Onipotente ele tinha uma considerável gama de opções para que os hebreus fossem libertados sem que fosse derramada uma gota de sangue ou tirada uma vida. Mas esse Deus escolheu matar todos os primogênitos do Egito. Esse Deus é IMORAL.

    1. Se Deus é Deus ele não precisava de motivos para aplicar juizo sobre o Egito, pois, faraó era adorado como se fosse o deus vivo na terra e esse fato já seria motivo suficiente para Deus matar a todos no Egito.

  5. Rubemar Angelo qui abr 26 at 3:18 pm Onde está o livre arbítrio das crianças que morreram?

    seria a mesma estória por que vocês presbiterianos e outros reformados batizam crianças, elas pediram isso ? alias, nem batizam jogam água, pois “batismo” significa imersão e não aspersão.

    1. quanto ao livre arbítrio, se não concorda então reclame com Deus pois Ele disse :

      “… tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; ESCOLHE pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência, – Deuteronômio 30:19b

  6. é ridículo um “deus” que mata as pessoas que não fazem o que ele quer. E ainda diz que é pai de todos. Se considerarmos que ele era pai só dos hebreus, mesmo assim ele é um tirano(se não seguirem as suas leis) ele tem um lugar especial para os seus “filhos” o inferno…

    1. “jorge” vae vae estudar mais … você está delirando. vae se converter. vae se libertar. vae estudar mais. aprende rapaz.

Comentários 1 - 11 de 11Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement