Esqueceu a senha?

Criança conta como fugiu pra não se casar

por Artigo compilado - ter ago 25, 9:43 am

criança foge

Criança conta como fugiu pra não se casar aos 11 anos

Atualmente os casamentos ainda na infância são bastante difundidos em certas partes do mundo, especialmente na África, Sul da Ásia, Sudeste e Leste da Ásia, Oeste da Ásia, América Latina, e Oceania.

Os três principais países com taxas de mais de 20% de casamentos em idade inferior a 15 anos são o Níger, Bangladesh e Guiné.

O dote são os bens ou propriedades dos pais distribuídos a uma filha em seu casamento, em vez de depois da morte dos pais. Esta tem sido uma prática antiga, mas muitas vezes um desafio econômico para a família da noiva. A dificuldade em economizar e preservar a riqueza para o dote era comum, especialmente em tempos de dificuldades econômicas, perseguições, ou a apreensão imprevisível da propriedade e e economias por taxas discriminatórias, tais como a Jizya. Estas dificuldades pressionavam as famílias a desposarem suas filhas, independentemente da sua idade, assim que tivessem recursos para pagar o dote. Assim, Goitein nota que os judeus europeus casam suas filhas mais cedo, uma vez que já tivessem coletado a quantidade esperada para o dote.

Preço da noiva é o preço pago pelo noivo aos pais para se casar com sua filha. Em alguns países, quanto mais jovem a noiva, mais alto será o seu preço. Esta prática cria um incentivo econômico onde as meninas são procuradas e se casam cedo com o membro da família que deu o maior lance. Os casamentos infantis de meninas é uma forma de condição de desespero econômico, ou simplesmente uma fonte de renda para os pais. Preço da noiva é outra causa do casamento infantil e do tráfico de crianças.

A UNICEF relata que os cinco principais países do mundo com maiores taxas de casamento infantil observadas – Níger (75%), Chade (72%), Mali (71%), Bangladesh (64%), Guiné (63%) – são países de maioria islâmica.

 

Veja o vídeo:

Informações extraídas do site da wikipedia.org em 25/08/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement