Esqueceu a senha?

Cristãos sem igreja! Será possível entender isso?

por Artigo compilado - ter out 15, 9:55 pm

Apesar de tantas perseguições, divisões e muitas heresias destruidoras e do grande progresso tecnológico e científico, a igreja de Cristo continua viva e forte no mundo de hoje. A verdade é que milhões de pessoas estão se convertendo a Cristo anualmente em todo o mundo, especialmente no Brasil. Apesar disso, as lutas externas e internas da igreja são inúmeras. Dentre os diversos problemas que afligem a igreja de hoje destaca-se a onda do “cristianismo sem igreja”.

Na realidade, algumas das tendências contemporâneas da sociedade atual têm contribuído para a elaboração de um “cristianismo diferente”, isto é, um cristianismo de massa, despersonalizado e individualista. Essa nova tendência tem contribuído para produzir um cristianismo sem igreja. Vamos analisar algumas das características desse desequilíbrio:

1)      Rejeição da cruz. Há uma certa tendência de estabelecer a oposição entre a pessoa de Deus e o sofrimento. Todo sofrimento e sacrifício pessoal é rejeitado por muita gente que se diz cristã. Em grande parte do mundo evangélico existe uma “busca frenética de felicidade imediata”. Como dizem alguns: “Quem tem Jesus não sofre mais”. Por essa razão, muitos fogem da igreja, pois querem evitar sofrimento. O desafio da comunhão com o próximo implica em sofrimento!

2)      Espiritualidade individualista. Grande parte da espiritualidade de hoje é voltada principalmente para as experiências individuais e emocionais. Para muitos a intensidade da experiência espiritual individual prova que a ação de Deus foi mais poderosa. Perdoar o outro, aumentar o salário da empregada, ser um cidadão politicamente responsável não são vistos como marcas espiritualidade; por outro lado, sentir arrepios na coluna, paz no coração, gritar no louvor, desmaiar de tanto poder, etc., são sinais de grande espiritualidade. Essa visão narcisista vê o irmão em Cristo como alguém que pode “atrapalhar” a “espiritualidade profunda”, pois Deus só é encontrado na individualidade e na experiência sensorial intensa.

3)      Rejeição de autoridade. Há gente que não quer fazer parte da igreja, por não aceitar submeter-se a nenhuma autoridade. Muitas são as pessoas que não querem prestar contas da vida a ninguém. Só procuram alguém que aceite sua maneira de pensar. São pessoas muito críticas, que só não criticam a si mesmas. Sentem-se donas da verdade, sendo escravos de seus próprios interesses pessoais.

4)      Consumismo da Fé. Muitos hoje vêem a igreja, e o próprio evangelho, como uma mercadoria a ser consumida. Não têm compromisso e procuram igrejas como um cliente. Em alguns casos, há aqueles que costumam freqüentar diversas igrejas. Numa “consomem” a boa mensagem do culto. Noutra “compram” o louvor mais “animado”, e ainda numa terceira “desfrutam” da escola bíblica para adquirir mais informações. Tais pessoas não se vêem como servos que devem doar-se para o Reino. Querem apenas ser agradadas. Não enxergam o conceito de corpo, de coletividade; não podem ver que a obra de Deus é sustentada pelo esforço de todos.

O Novo Testamento é claro quando afirma a necessidade da igreja local, expressão concreta da igreja universal. A epístola aos Efésios e as pastorais são textos que falam com profundidade da igreja e devem ser estudadas com muita atenção. Os escritos neotestamentários enfatizam a igreja enquanto reunião dos salvos em Cristo. Juntos adoram a Deus, estudam sua Palavra, edificam-se, proclamam a salvação, desenvolvem seus dons e manifestam o amor ao próximo.

Do ponto de vista de Deus, o cristão sem igreja é um herege. A oração cristã por excelência é o “Pai Nosso” e não o “Pai Meu”. O próprio Jesus enfatizou a importância do grupo (Mt 18.19-20) quando afirmou que está presente entre “dois ou três reunidos em seu nome”. Como é possível perdoar o outro se me isolo? Como posso desenvolver o meu dom espiritual sozinho? Como fazer missões sem a comunidade da fé? Como crescer espiritualmente sem fazer parte de uma igreja? Cristão sem igreja é um absurdo! A verdade é que por trás de uma crítica feroz contra a Igreja escondem-se a avareza, a arrogância, o ódio, a insubmissão, a falta de perdão, o comodismo, a frieza espiritual ou algum pecado oculto.

“… Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos encorajar-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia.” Hebreus 10:25 (NVI).

Autor – Pr. Luiz Sayão


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

6 Comentários

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. concordo em partes mas cada um de nós somos templos e somos julgados um por um
    Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
    1 Coríntios 6:19 De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus. Romanos 14:12 e qual a igreja local devemos nos unir ? Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios. 1 Coríntios 10:21 o texto que citei e ideal pois mostra a importancia da união da igreja nos versos posteriores , porem antes dessa exortação nos mostra que devemos evitar e expor heresias , então como fica , afinal a união entre cristãos que buscam a verdade mas não vão a igrejas locais devido ao altissimo indice de heresias , são simplesmente hereges ? e quando as proprias igrejas ao inves de seguir o evangelho passam a rejeitar esses membros sinceros , como fica ?
    Porque antes de tudo ouço que, quando vos ajuntais na igreja, há entre vós dissensões; e em parte o creio.
    E até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros se manifestem entre vós.
    1 Coríntios 11:18-19

  2. A exortação do artigo é um tema atual porque na internet tem alguns individuos promovendo a idéia de “cristãos sem igreja” … mesmo aproveitam-se dos “pastores televisivos” polemicos e fazem analise de alguma programação da tv.
    Infelizmente, tem muitos irmãos (machucados) que foram em algum convivio com alguma denominação que não consegue se adaptar em nenhuma e fica procurando em vão. o mais correto titulo para este artigo seria : CRISTÃO SEM PASTOR.
    Jesus mesmo no sermão do monte disse : TENHO COMPAIXÃO DESTE POVO PORQUE SÃO OVELHAS SEM PASTOR.

  3. CACP, onde estão as respostas ao mathaus?

    1. responder ô que ? ele não disse argumento nenhum. o tema é “cristão sem igreja”, ele só disse algum “obvio” nada mais. A Bíblia diz “não deixe de congregar” mas se ele não é muito a favor disso falar o que pra ele ?

  4. Faz tempo que não frequento igreja nenhuma, estou cansada destes lideres que pertencem a maçonaria, hoje está dificil saber qual igreja não está envolvida com a maçonaria. Fiquei desanimada. 😔

    1. larga mão de ficar “desanimada” … vai deixar de frequentar a Igreja por causa deles ? eles que se danem se são da maçonaria ou não, seja você de Jesus, que desculpa mas esfarrapada para ter uma vida cristã fraca como vc descreveu. pára com isso.

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement