- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Cristo morreu por todos!


Isto significa dizer que a salvação está ao alcance de todos!

Pelos seguintes motivos:

1. A iniquidade de todos caiu sobre Cristo.

“Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho; e o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de todos nós”. Isaías 53:6

A) Todos se desviaram.

B) Todos foram desobedientes.

 2. Cristo carregou o pecado de muitos.

“Pois ele carregou o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores”. Isaías 53:12

Sobre este versículo Calvino disse: “Sou favorável à leitura comum, na qual vemos que Ele, sozinho, levou o castigo de muitos, porque sobre Ele estava depositada a culpa do mundo todo. É evidente, a partir de outras passagens e, especialmente a partir do quinto capítulo da epístola aos Romanos, a palavra muitos às vezes denota ‘todos’ “.

Fica claro, portanto, que até para Calvino “muitos” e “todos” significava todos, isto é, a humanidade.

 3. Cristo tirou o pecado do mundo.

“No dia seguinte João viu Jesus aproximando-se e disse: “Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo”! João 1:29

A) O mundo aqui não é o universo.

B) O mundo aqui não é os eleitos.

C) O mundo aqui é a humanidade, pois é a humanidade que peca.

 4. Deus amou e agraciou o mundo.

“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”. João 3:16

A) Deus amou a humanidade.

B) Deus deu o seu Filho para a humanidade.

 5. Cristo veio para salvar a humanidade.

“Se alguém ouve as minhas palavras, e não as guarda, eu não o julgo. Pois não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo”. João 12:47

A) Cristo não veio para julgar o mundo.

B) Cristo veio para salvar o mundo.

 6. Cristo morreu pelos ímpios.

“De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios”. Romanos 5:6

A) Cristo morreu no devido tempo.

B) Cristo morreu quando ainda éramos fracos.

C) Cristo morreu pelos ímpios.

De acordo com as Escrituras todos pecaram (Rm. 3.23), logo todos são ímpios, consequentemente ele morreu por todos.

7. A justiça de Cristo resultou na justificação de todos.

“Consequentemente, assim como uma só transgressão resultou na condenação de todos os homens, assim também um só ato de justiça resultou na justificação que traz vida a todos os homens.Logo, assim como por meio da desobediência de um só homem muitos foram feitos pecadores, assim também, por meio da obediência de um único homem muitos serão feitos justos”. Romanos 5:18-19

A) A transgressão de Adão trouxe condenação a todos.

B) A justiça de Cristo trouxe justificação a todos.

C) Todos foram condenados pela transgressão de Adão.

D) Todos serão justificados pela justiça de Cristo.

Evidentemente que a justificação é aplicada quando cremos (Rm. 5.1), mas é estendida a todos (Rm. 5.18, 19).

 8. Deus reconciliou o mundo consigo por meio de Cristo.

“Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação”. 2 Coríntios 5:18-19

A) A reconciliação com o mundo foi uma iniciativa divina. “Tudo isso provém de Deus”.

B) A reconciliação com o mundo foi possível por meio de Cristo. “nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo”.

C) A reconciliação com o mundo foi um propósito divino. “nos deu o ministério da reconciliação” e “nos confiou a mensagem da reconciliação”.

9. Deus deseja que todos os homens sejam salvos.

“Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”. 1 Timóteo 2:3-4

A) Paulo ordena a orar por todos os homens (1 Tm. 2.1).

B) Paulo afirma que Deus é nosso Salvador (1 Tm. 2.3).

C) Paulo revela que o desejo de Deus é salvar todos os homens (1 Tm. 2.4).

D) Paulo ensina que só há um mediador entre Deus e os homens (1 Tm. 2.5).

E) Paulo declara que Cristo se entregou como resgate por todos (1 Tm. 2.6). Razão pela qual Cristo é o mediador entre Deus e os homens, e porque Deus deseja salvar todos os homens.

Sobre este texto Charles Spurgeon disse: “Vejam como os nossos amigos calvinistas mais velhos tratam esta passagem: ‘Todos os homens,’ dizem eles, ‘significa, alguns homens’: como se o Espírito santo não pudesse ter dito ‘alguns homens’ caso a sua intenção tivesse mesmo sido esta. ‘Todos os homens’, dizem eles, significa ‘todos os tipos de homens’: como se o Senhor não pudesse ter dito ‘todos os tipos de homens’, se essa também fosse a sua real intenção. O Espírito Santo, por intermédio dos apóstolos, escreveu ‘todos os homens’, e, indubitavelmente, quis dizer ‘todos os homens’ “. (“CT” conforme citação feita por Iain Murray, SHC, 150).

Além disso, Spurgeon acrescentou:

“Eu acabei de ler a exposição de um doutor muito sagaz que explica o texto de forma

a dissuadir o seu real significado: ele coloca dentro do texto pólvora gramatical, e oexplode para que, só então, possa explicá-lo. Ao ler esta exposição, pensei que, quemsabe, a passagem não ficaria melhor se dissesse claramente: “E, afinal de contas, quem

quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade?” (inibid., 151).

E falando ainda sobre este texto ele disse: “Não sei como aquilo se enquadra com isto,” e ainda: “Prefiro cem vezes mais parecer inconsistente comigo mesmo, do que parecer inconsistente com a Palavra de Deus.” (Fonte: “A Critical Text — C. H. Spurgeon on 1 T im o th y 2.3-4”, conform e citação feita por Iain Murray, Spurgeon vs. Hyper Calvinism: The Battlefor Gospel Preachwg, 150,154.)

10. Cristo pagou o preço da redenção por todos.

“Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus,

o qual se entregou a si mesmo como resgate por todos. Esse foi o testemunho dado em seu próprio tempo”. 1 Timóteo 2:5-6

A) Cristo foi entregue como redenção por todos.

B) Cristo pagou o preço pelos pecados de todos.

11. Deus é o Salvador de todos os homens.

“Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo, o Salvador de todos os homens, especialmente dos que creem”. 1 Timóteo 4:10

A) A sua salvação é oferecida a todos. “O Salvador de todos os homens”.

B) A sua salvação é desfrutada pelos que creem. “especialmente dos que creem”.

12. Cristo experimentou a morte em favor de todos.

“Vemos, todavia, aquele que por um pouco foi feito menor do que os anjos, Jesus, coroado de honra e glória por ter sofrido a morte, para que, pela graça de Deus, em favor de todos, experimentasse a morte”. Hebreus 2:9

A) Cristo morreu em favor de todos.

B) Cristo morreu em favor de todos pela graça de Deus.

13. Cristo é a propiciação pelos pecados de todos.

“Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo”. 1 João 2:2

A) O autor fala dos pecados dos crentes.

B) O autor fala dos pecados dos incrédulos.

Se os homens não distorcerem os textos bíblicos, não tirarem e nem acrescentarem coisa alguma dos textos, e respeitarem o contexto e a intenção do autor sagrado, certamente concluiremos que Cristo morreu por todos.

E para aqueles que abraçam uma corrente teológica e tentam mudar alguma ideia ou palavra do texto, vai aqui uma pequena lembrança: “Nada acrescentem às palavras que eu lhes ordeno e delas nada retirem, mas obedeçam aos mandamentos do Senhor, o Deus de vocês, que eu lhes ordeno”. Deuteronômio 4:2

Somente a Escritura!

Renato Corumbá

Extraído do blog quedizaescritura.blogspot.com.br/ em 05/12/2013

[1] [2]Compartilhar [3]