Esqueceu a senha?

Desobediência e auto-suficiência

por Pr. Aureo Ribeiro - sáb fev 02, 11:40 pm

ORA, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim? E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais. Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal. E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais. E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim. E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás? E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me. E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses? Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi. E disse o SENHOR Deus à mulher: Por que fizeste isto? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi. (Gênesis 3.1 a 11)

Queridos, o texto acima é a situação de quando o pecado entrou no mundo. É uma questão relevante, pois Paulo nos ensina, em Rom 5.12, que: “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.”

Quer dizer que, de fato, o erro de Adão nos atingiu. Todos nós perdemos a glória que Deus havia planejado para o homem (Rom 3.23). Mas houve algo interessante no processo da queda. A isso que chamo processo da queda na vida de um homem de Deus vai se refletir em duas atitudes danosas para a vida espiritual: a desobediência e a auto-suficiência.

Como auto-suficiência podemos entender aqueles comportamentos que o cristão apresenta, em que ele sempre tem a visão mais adequada, ele está no grupo que tem a revelação, ele tem muita revelação e conhecimento dos mistérios de Deus, em síntese, aquele padrão de comportamento que, parecendo ser algo especial ou novo de Deus em humildade, é, de fato, um comportamento de arrogância espiritual. É ai que começa a queda.

Eu poderia mencionar mais de 30 pregadores famosos do passado, aqui mesmo do Brasil, que eram super-estrelas de encontros, que até empostavam suas vozes ao ministrar, outros que só falavam difícil quando ministravam e todos achavam que isso era espiritualidade e esses todos caíram em adultério. Cada um deles apresentou e, provavelmente, ainda apresentam suas desculpas para a queda. Outros ficaram no ostracismo um tempo e agora retornam, ou com a segunda esposa, ou com a primeira, mas sem ter resolvido com o povo de Deus o seu pecado. Ainda recebem púlpitos e pousam de espirituais até hoje.

Olhe como começa a queda. Alguém chega até você e diz que é Deus falando. Olha que a serpente (o diabo) disse logo no primeiro encontro com Eva: “É assim que Deus disse”.  Ó meu Deus! Quantos crentes hoje em dia com essa história que Deus disse isso, Deus disse aquilo, Deus agora disse outra coisa aqui e assim vão. E somente males e males sobre o povo de Deus. Ora, se Deus fala, então é benção sobre benção. Mas e quando ele não fala?

O pior é a etapa quando o crente não tem o discernimento e pensa que de fato é Deus falando ou que não tem nenhum mal barganhar com o diabo. Eva, ao invés de logo se afastar da serpente para não desobedecer a Deus, foi querer discutir com ela, pensando, talvez, que pudesse ter um contato pequeno com a serpente. Amados, a Palavra nos ensina, claramente: “Sede sóbrios (estejais alertas), porque o Diabo, vosso adversário, anda em derredor, buscando a quem possa tragar” I Pe 5.8 e em Tg 4.7 o texto bíblico nos exorta cabalmente: “Sujeitai-vos a Deus, resisti ao diabo e ele fugira de vós”. Oh, irmãos, sem obediência não há sujeição. Sem sujeição, jamais resistirá ao diabo. Não entre no erro de tentar barganhar a verdade.

É impressionante como surgem novidades no meio do povo de Deus. Isso não só no Brasil. No mundo inteiro. Pessoas inventam doutrinas, estratégias de crescimento, regras específicas para enriquecer, templos especiais para as igrejas, como se Deus habitasse em templos feitos por mãos humanas, alguns inclusive oferecendo promessas para quem doar para seus templos, doutrinas de demônios estão tomando conta de nossas igrejas, porque os líderes não entendem qual a voz de Deus e qual a voz da serpente e acabam respondendo à serpente, quando deveriam resisti-la.

O diabo é audaz. Ele, do mesmo modo, tentou a Jesus Cristo. “disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra” Mat 4.6. Querido, a mesma estratégia usada com Eva, quando disse a ela que ela certamente não morreria. Ocorre que ela entrou em acordo com o diabo, Jesus não, este o repreendeu rapidamente e pela Palavra. Veja bem o que vou dizer: o diabo te engana pela PALAVRA. Você é enganado pelo PÚLPITO. Não pense que algum mórmon, algum umbandista, algum católico romano ou qualquer outro religioso serão aqueles que tentarão enganá-lo. Não. Esses tentarão levá-lo com eles. O engano sai da própria palavra. Assim foi com Eva, assim foi com Jesus. Eva caiu, Jesus não. Qual tem sido sua atitude diante de tantas mentiras que são ensinadas e que partem de gente que tem muito crédito?

Tudo que nos engana é similar à vontade de Deus. Parece a vontade de Deus, mas não é. Rom 12.2 nos ensina que pela renovação de nosso entendimento, ou seja, somente pelo e por, conheceremos a boa, perfeita e agradável vontade do Senhor. Amado, olha o que diz os versos 6 e 7 do capítulo 3 de Gênesis: Eva viu que a árvore (a que não era para comer de seus frutos) era boa, agradável e desejável. Aí vem o problema. A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável (parte de Deus), a vontade que nos direciona ao engano é boa, perfeita e desejável (parte de nós, isso é concupiscência).

Abrir os olhos, como aconteceu com Eva e logo em seguida com Adão, é quando o homem pensa que enxerga. Ele pensa que conhece a Deus. Pensa que sabe a verdade espiritual, mas de fato ainda é cego. Esse abrir os olhos fala da independência que Adão e Eva pensavam que poderiam ter e entenderiam sobre o mal e o bem. O próprio Deus afirma:”Eis que o homem é como nós, agora sabe sobre o bem e sobre o mal” Gn 3.21.

A igreja em Sardes foi repreendida pela atitude como aquela de Adão e Eva: “Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu.” Ap 3.17. Meu Deus, que coisa triste. Isso está acontecendo muito hoje na igreja brasileira. Enquanto muitos pregam que há um avivamento a vir do Brasil (eu, pessoalmente ouço isso desde criança), o Brasil está vivendo um balaio de mentiras e modismos, que a cada dia tem levado muitos ao desespero e à dor, quando, na realidade, a benção do Senhor é que enriquece e não acrescenta dores.

Aí começam o grandes problemas dos auto-suficientes. A partir de abrir-se os olhos (a falsa revelação) começam a produzir uma obra que foge radicalmente da doutrina bíblica. Vamos exemplificar.

A Bíblia fala em pregar o evangelho da salvação, em curar enfermos, expulsar demônios, ressuscitar mortos, fazer discípulos, batizar as nações, pregar o evangelho aos confins da terra e mais algumas coisas que sintetizam a igreja neotestamentária. Tudo simples. Uma receita pura e simples.

Agora, eu pergunto, no amor do Senhor, a vocês: onde está no Novo Testamento, principalmente que havia G12 entre os primitivos? Onde está no Novo Testamento que se orar em línguas tantas horas por dia a vida da pessoa é outra? Onde está no Novo Testamento que, além de dízimos e ofertas, outras contribuições eram providas de promessas de bênçãos? Onde está no novo testamento que Jerusalém terrena era alvo de adoração ou busca por parte dos apóstolos do Cordeiro, ao contrário, eles de lá saíram para pregar aos confins da terra? Onde está no Novo Testamento que os discípulos caiam na unção, ficavam trêmulos, mexiam-se iguais bichos sem controle? Onde? Respondam-me, no amor do Senhor. Eu, como homem de Deus, expulso demônios, oro com enfermos e Deus tem feito curas maravilhosas, falo do amor de Jesus de modo simples e deixo o Espírito Santo convencer, eu sou crente. Não pense que sou alguém frustrado. Na realidade estou sendo um profeta para abrir seus olhos: estás agindo como Eva ou como Jesus quando a serpente chega até você?

Têm crentes hoje no Brasil que vão à Jerusalém como os nossos católicos vão à Aparecida do Norte. Tudo obra morta. Tudo velha aliança. A nova é bem superior! Crentes fazendo obras que pensam agradar a Deus. Cozendo aventais de coisas naturais, pensando que isso pode satisfazer ao Senhor. O orgulho toma conta de nossas igrejas. Quem não canta fica triste porque não se lhe deu oportunidade. Quem não gosta de uma pregação porque mexeu com seu erro sai da igreja e acusa o pastor, quem não é chamado para dar uma palavra na igreja fica aborrecido e, deste modo, muitos ficam acreditando piamente que suas obras agradam a Deus: idas a montes, vigílias aos milhares, roupas judaicas, viagens a Israel, etc etc. Esqueça isso tudo. Efésios 2.8 e 9: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie.” Não há obra humana que substitua o sacrifício de Jesus.

O que mais me deixa triste é que quando Deus cobra desses líderes pelas besteiras que fazem, como perguntou a Adão “onde estás”, eles seguem a mesma linha de Adão. Acham uma Eva para colocar a culpa. No final Eva culpou a serpente. Assim caminham muitos hoje que se acham suficientes e esquecem da dependência total do Senhor. Pior. Quando erram culpam o diabo. A serpente é sempre a culpada! Que o Senhor abra nossos olhos!


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement