Esqueceu a senha?

Deus é bom e ninguém mais?

por Prof. Paulo Cristiano da Silva - qui jan 29, 3:50 pm

tj 122

“Por que me chamas de bom ? Ninguém é bom a não ser um só, Deus.”   (Lucas 18:19)

A STV quer negar a divindade de Cristo com esse texto pois, segundo elas, Jesus mesmo  afirmou que só Jeová era bom. Sendo assim, concluem que Ele não pode ser Deus.

Sob o título:  “Foi Jesus Cristo simplesmente um homem bom?” Elas especulam da seguinte maneira:

“É interessante que Jesus censurou certo homem que se dirigiu a Ele pelo título de” Bom Instrutor “, pois Jesus reconhecia, não a si mesmo, mas a seu Pai como padrão da bondade. (Marcos 10:17,18)”

Mas para  amenizar a  declaração acima para não parecer um insulto, saem com o seguinte disparate :

 “Entretanto, para estar `a altura do que as pessoas em geral querem dizer quando afirmam que alguém é bom, Jesus certamente DEVE TER SIDO veraz”. (Raciocínios à Base das Escrituras pág. 211  –  ênfase e  sublinhado nosso)

Esse conceito absurdo ainda aparece em A Sentinela 15/08/1990 na página 31.

Resposta Apologética:

Vejam só a expressão usada por elas: “deve ter sido”, nem ao menos acreditam na bondade essencial de Jesus! Geralmente este texto é pouco usado pelas TJ, pois por si mesmo já demonstra a falácia dos argumentos levantados pela STV.

Ora, a Bíblia demonstra que Jesus era realmente bom,  João 7:12 II Coríntios 10:1 e Atos 10:38 , o Pai é bom  Salmo 86:5 108:4 e o Espírito Santo é bom, Neemias 9:20  Salmos 143:10. Portanto o que Jesus queria dizer é que Deus (Trindade), era realmente bom e certamente não excluía a si mesmo. Há ainda um versículo que identifica claramente Jesus com o Jeová do A.T. Mas é bom rememorar que  todas as vezes que aparece o nome “KYRIOS” que traduzido é  “SENHOR” no N.T, a STV verteu-o por Jeová. Elas se acham no direito de fazerem isso por que alegam, que pelo fato dos apóstolos usarem versículos do A.T que apareciam o tetragrama “YHWH” que por uma junção das vogais de “ADONAY” veio a formar o nome híbrido “Jeová”. (adquire a minha apostila : “As Testemunhas de Jeová’ e o Nome de Deus” onde trato com detalhes a questão do nome Jeová)  esse mesmo nome deveria ser vertido no N.T também por Jeová e não por “SENHOR”. Mas elas mesmas admitem que colocaram arbitrariamente o nome Jeová 210 vezes no N.T quando dizem que : “…nenhum antigo manuscrito grego,dos livros de Mateus a Revelação (Apocalipse) hoje disponível contém o nome de Deus por extenso”.  (O Nome Divino que Durará para Sempre pág. 23 – o sublinhado é nosso).

Mesmo colocando o nome Jeová em textos que claramente falam de Jesus como por exemplo Romanos 10:13 que no original grego traz “SENHOR” referindo-se a Cristo elas esqueceram de verter exatamente o texto de I Pedro 2:3 onde diz que o “SENHOR” que ali é Jesus, por Jeová, pois Pedro tirou esse texto do Salmo 34:8 que na Bíblia das Testemunhas de Jeová chamada de  “Tradução do Novo Mundo”  traz : “Saboreai e vede que Jeová é bom..” e que no N.T elas traduziram por :  “desde que provaste que o Senhor é benigno” .

Veja que esse texto demonstra que o “SENHOR” é Jesus, pois caso contrário elas teriam vertido-o por Jeová como arbitrariamente fizeram com os outros, mas no Salmo já citado o escritor diz que Jeová é que é bom. Isso derruba por terra o argumento de que “Jesus reconhecia, não a si mesmo, mas a seu Pai como o Padrão da bondade”  pois o versículo identifica não só Jesus com Jeová mas também diz que Ele é bom.

Não podendo contradizer esta verdade, elas tentam diminuir o impacto dela com  raciocínios sofismáticos. Comentando o versículo supra citado dizem :

“Às vezes, um texto nas Escrituras Hebraicas refere-se a Jeová, mas por Ele delegar poder e autoridade, cumpre-se em Jesus Cristo” após admitirem isto, saem com o argumento de que “A aplicação feita por Pedro não torna o Soberano Senhor Jeová e Jesus Cristo a mesma pessoa…”  

Onde esta a falácia deste raciocínio ? Elas tentam de qualquer maneira passar uma imagem destorcida da fé trinitária aos seus adeptos. Os trinitaristas de maneira alguma creem que o Pai e Jesus sejam a mesma pessoa sem, contudo ambos deixarem de ser Deus. Então Pedro corretamente poderia como de fato o fez, aplicar o Salmo 34:8 onde aparece o nome Jeová a Jesus Cristo que está ali como “Senhor”, pois este realmente é Deus, caso contrário, não teria sentido essa aplicação de Pedro.

Quando um texto resvala com seu modo de crença a STV tenta anulá-lo com argumentos fraudulentos ou pelo menos diminuir o impacto que este tem. Não conseguem obedecer e acreditar no que está escrito apenas, se acham no direito de passarem por cima das escrituras. Elas criaram para si um outro evangelho e um outro Jesus.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement