Esqueceu a senha?

Deus Predestinou alguns para o Inferno?

por Dave Hunt - sex dez 06, 7:07 pm

Questão: Um de meus amigos deu as costas para Deus depois do terceiro ano de estudo em um seminário de estudo conservador. Ensinaram-lhe que Deus já decidiu quem será salvo e quem passará a eternidade no inferno, assim como quem passará nesta vida coisas boas ou quem passará coisas más. Você poderia auxiliar-me a ajudar esse meu amigo?

Resposta: Não há dúvida de que Deus é soberano e poderia ter predestinado alguns para o céu e outros para o inferno. Ou Ele poderia enviar todos nós para o inferno, pois é o que merecemos. A questão central não é a soberania de Deus, mas seu amor. Algo que fica muito claro é que Deus quer que toda a humanidade seja salva e vá para o céu:

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, (…) para que o mundo fosse salvo por ele (Jo. 3:16-17; grifo do autor); o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo (1 Jo. 4:14; grifo do autor).

O Senhor (…) não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se (2 Pe 3.9; grifos do autor); que quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade (1 Tm. 2.4; grifos do autor).

O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos (1 Tm 2:6; grifo do autor). E ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo (1 Jo. 2:2; grifo do autor).

Ninguém irá para o inferno apenas porque Deus assim quis ou porque Ele não fez tudo que podia para persuadi-lo a crer no evangelho que Ele ofereceu total e graciosamente a todos. Aqueles que perecem só perecem porque rejeitaram a salvação que Deus oferece com toda a sua persuasão. Sugerir que Deus não quer que toda a humanidade seja salva é uma difamação do seu caráter, e a Bíblia seria contraditória! Como poderia ser que Deus, que diz que devemos amar nossos inimigos, não amasse os seus? É inconcebível que Deus tenha o desejo de enviar alguém que ele realmente ama para o inferno. Na verdade, muitas pessoas vão para lá pelo fato de rejeitarem a salvação que Deus, amorosamente, nos ofereceu por meio de sua graça.

Presciência Determina a Predestinação

Se for para crer que Deus predestinou algumas pessoas a ir para o inferno, então devemos também acreditar que Ele predestinou Adão e Eva deveriam pecar e, portanto, predestinou todo o mal que se seguiu. Isso é totalmente ilógico e absurdo. O calvinista rigoroso diz que somos totalmente depravados e não podemos escolher se vamos receber a Cristo ou não. No entanto, esse argumento não se aplica a Adão e Eva, pois eles foram criados na inocência. Se hoje, como nós, eles pudessem escolher apenas o mal, então a recomendação de Deus para que não comecem do fruto proibido (como também seu apelo para que venhamos a Cristo) é uma farsa.

A rebelião das criaturas no jardim do Éden, que até aquele momento eram inocentes e viviam em um ambiente perfeito, pode apenas ter sido o resultado do desejo que tinham de opor-se ao desejo de Deus. E se essa não fosse uma escolha genuína, então o pecado não poderia ter entrado no mundo por aquele ato, uma vez que eles já deveriam ser pecadores.

É verdade, Deus previu que Adão e Eva se rebelariam e Ele tinha conhecimento de todo o mal que se seguiria. Portanto, ele providenciou para que todo pecado e todo pecador fosse perdoado por meio de Cristo mesmo antes de Ele ter criado o mundo (Ap. 13:8). Mas Ele não predestinou o mal que se iniciou no Éden e que permeia o mundo! Se Ele assim o fizesse, então todas as violações, assassinatos, ódios e ciumes que já ocorreram na história e continuam ocorrendo até hoje existiriam porque Deus assim predestinou. Mais uma vez, isso é totalmente inconsistente com o caráter de Deus, conforme revelado em sua Palavra.

Romanos 8: 29-30 declara: “Porque os que dantes conheceu, também os predestinou (…) chamou (…) justificou (…) glorificou”. Deus, de forma clara, certificou-se de que o evangelho seria apresentado a todos que Ele sabia que creriam em sua Palavra. Portanto, a presciência é a chave da predestinação. Os calvinistas rigorosos objetam de que o fazer a escolha “é fundamentado em uma ação e a salvação não depende delas”. Entretanto, o fato de um homem escolher aceitar o perdão que Deus oferece em Cristo não constitui uma ação humana. Se um homem que estiver se afogando, impotente para salvar a si mesmo, aceitar uma ajuda de resgate, será que ele, desse modo, teria feito alguma coisa para salvar a si mesmo? Será que ele poderia dizer que foi salvo pelas suas próprias ações? Será que ele poderia se orgulhar (conforme alguns sugerem em relação àqueles que receberam a Cristo por um ato de sua própria vontade) de que seu resgate do afogamento ocorreu porque era “bastante esperto, bastante amoroso, bastante sábio, bastante justo ou bastante qualquer outra coisa”…? é claro que não.

A salvação é toda de Deus e toda pela graça. Aqueles que a aceitam não têm nada a ganhar. Na verdade, um pecador, para ser salvo, deve confessar sua total indignidade e inabilidade para merecer ou ganhar a salvação. Ele deve simplesmente recebê-la como um dom gratuito da graça de Deus.

Um dom incorpora dois elementos essenciais: (1) a doação desse dom; e (2) a recepção dele. Ninguém pode dar um dom a alguém a menos que a pessoa esteja disposta a recebê-lo. Deus não impõe a si mesmo nem a sua graça a ninguém. Devemos, deliberadamente e de boa vontade, eceber o dom da salvação. Essa é a razão pela qual o evangelho é pregado, e para a pessoa ser salva, precisa acreditar nele.

Extraído de HUNT, Dave. Em Defesa da Fé Cristã – Respostas a perguntas difíceis. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, pp. 303-306.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

19 Comentários

Comentários 1 - 19 de 19Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Obrigado pelo artigo, mas ainda preciso de mais coisas para serem respondidas como responderam o Romanos 8. Eu tenho um comentario num artigo recentemente publicado “A Salvação é para todos”, nele expus bem o que entendo. A liberdade de Adão e Eva não se aplica em nós, e é melhor um artigo com mais textos biblicos. Essa explicação de Dom não é certa, eu não lembro de aceitar os Dons que tenho em certas areas, eu simplesmente recebi… Gostei do exemplo do homem se afogando, mas pensei: se somos mortos espiritualmente, ja estamos no fundo do rio… E aceitar algo não é uma ação? Se me oferecem algo tenho que tomar a iniciativa pra aceitar ou negar. Como no meu comentario a Fé dita em Efésios 2.8 é o Dom recebido. Há tambem o texto Efésios 1. 3-10 com enfase no 4 e 5 e mais adiante o 19. Junto com o texto do Livro do Romanos capitulo 9 de meu outro comentario… Mas tambem penso muito na promessa de Deus feita em Joel de que derramaria o Seu Espirito sobre toda carne, o Espirito pode capacitar o homem a essa escolha, mas homens que foram separados desde o ventre como Batista, cheio do Espirito desde a barriga da mãe me fazem pensar um pouco… E tem tambem a questão de um ser humano que não teve a chance de conhecer o evangelho, Deus é injusto com ele? De maneira nenhuma. Desculpem, mas eu não queria me envolver nesse assunto, tenho aprendido tantas coisas e “sem querer” entrei neste, e tem sido maravilhoso me aprofundar na palavra e discuti-la com irmãos, mais tem coisas que alguns tem medo de conversar. Forte Abraço.

  2. Reply ao Irmão amado Caio Fábio,

    ” …homens que foram separados desde o ventre como Batista, cheio do Espirito desde a barriga da mãe me fazem pensar um pouco…”

    Assim como Deus escolheu João Batista, também escolheu os 7.000 homens que não dobraram os joelhos perante baal nos tempos de Elias. Deus pela sua presciência sabe das atitudes deles nesta situação local e epoca por isso os escolheu, e tecnicamente estes homens foram “para o céu”. Agora ser “escolhido” ou “predestinado” para o inferno aí que mora a discordância, e no caso de Judas iscariotes, ele foi um apostolo (e todos foram escolhidos a dedo) e no dia da prisão de Jesus, Ele disse “amigo a que viestes?” e antes disso, na santa ceia, Jesus deu a Judas o “bocado” (o pão molhado do molho pascal, e isso pela tradição local é grande honra) e sendo tudo isso, e judas ser condenado automaticamente ao inferno?
    Não! ele não quis mais o apostolado e quis o arrependimento como teve outro exemplo o de Pedro que o negou, e demais apostolos que o abandonaram.
    O inferno foi preparado para o diabo e seus anjos, não para o homens, infelizmente homens vão para lá porque não acolheram o amor para serem salvos.
    em João 3:16 responde bem aos calvinistas rigorosos :
    Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que TODO AQUELE que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”

  3. digo : [judas] ele não quis mais o apostolado e nem quis o arrependimento. abatido pelo remorso preferiu se enforcar. ( arrependimento e remorso não são mesma cousa)

  4. Amigo, mas você comentou 1 linha do que eu escrevi… Analise os textos que mencionei e compartilhe comigo… Sobre Judas e outros que desistiram de Jesus: 1 João 2:18-19
    João 3:16 não responde nada a tais pessoas, por que na mesma parte que você destacou “todo aquele que crer” é o amago da questão por causa de textos como eu citei no meu primeiro comentário. Entende o que me refiro?
    Eu não sou o Caio Fabio, Deus me livre… hahahah

    1. Para que Deus tivesse predestinado apenas alguns para salvação e abandonado outros a sua própria sorte,a expiação precisaria ser limitada,mas a bíblia mostra que Jesus morreu até por homens que podem e vão se perder:E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou[literalmente COMPROU], trazendo sobre si mesmos repentina perdição.2 Pedro 2:1

      E pela tua ciência PERECERÁ o irmão fraco, pelo qual Cristo morreu. 1 Coríntios 8:11

      Mas, se por causa da comida se contrista teu irmão, já não andas conforme o amor. Não DESTRUAS por causa da tua comida aquele por quem Cristo morreu. Romanos 14:15
      Romanos 9 deve ser entendido à luz das demais escrituras,das passagens do antigo testamento que são citadas no mesmo,e de romanos 10 e 11.

      O que é o dom mencionado em: Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
      Não vem das obras, para que ninguém se glorie;Efésios 2:8-9,não é a fé para salvação,o dom é a SALVAÇÃO,isso fica claro quando diz que não é por meio de obras,existe sim o dom da fé,mas é um dos dons do Espirito que capacita a crer em coisas impossíveis

  5. Caiosatiro, ok … então :

    “Deus não predestina pessoas para o inferno, porque conforme Jesus, o “fogo eterno” foi preparado para o diabo e seus anjos.Mat 25:41 mas como vc citou 1 João 2:18-19 ” … agora muitos se têm feito anticristos…” tem-se aí pessoas que a “si próprios” se tem feito inimigos de Deus, e não que Deus faz pessoas “em estado predestinado de tentação” cujas vidas são aprisionadas pelo diabo, e consequentemente condenadas, em Tiago 1:13-14
    “Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência”.
    Como sabemos biblicamente, Deus é amor e também justiça ! sendo assim, como Ele predestinaria alguém automaticamente para ser condenado, sem que essa pessoa tivesse um minimo de esperança? Que Deus é esse dos calvinistas? E se Deus predestinasse todos os calvinistas para o infernos, voces iriam gostar disso? ah então iria aparecer um caminhão de versículos para derrubar essa tese … Eu é que pergunto se você entendeu João 3:16 ?!

    1. Lógico que todos são tentados por suas maldades, pois todo homem é contra Deus em sua natureza mas os eleitos são escolhidos para a santificação.

    2. VOCÊ É UM ELEITO ? OU UM PREDESTINADO AO INFERNO ? NA ROLETA RUSSA DO SEU deus CALVINESCO O QUE VOCE ACHA DE TI MESMO ? 

    3. Boa resposta

  6. A doutrina da predestinação,alem de antibíblica,é tão ilógica quanto a doutrina da reencarnação!

  7. Judas não foi destinado a o Inferno, ele só não recebeu o Espirito e a fé verdadeira que só os eleitos recebem!

    1. Sandro, você está sendo ambiguio…judas não quis mais ser apostolo e decidiu trair Jesus por si próprio. no seu pensamento calvinista Deus operou e induziou-o ao pecado e ao erro…NOSSA QUE DEUS É ESSE SEU? UM CRAPULA COMO CALVINO ?

  8. A Bíblia deixa claro que DEUS é aquele que opera a boa obra, ou seja, nós não temos participação no processo salvífico. JESUS veio para tirar o seu povo do pecado. (Mateus 1:21).

  9.  Um Deus justo, amoroso e misericordioso nao poderia ter criado um local de sofrimento maximo e sem fim para suas proprias criaturas desobediente. .Alguma criatura de Deus merece tal punicao?  

  10. Bom dia a todos na paz do Sr. Eu aceitei a fe a pouco tempo e tenho duvidas sobre sobre calvinista e arminiano,qual e a diferença

  11. Bom dia a todos na paz do Sr. Eu aceitei a fe a pouco tempo e tenho duvidas sobre sobre calvinista e arminiano,qual e a diferença.Alguem pode me informar com clareza se a visao dos irmao do site internaltas cristaos e arminiana ou calvinista,poiis eu acabei de ler uma materia e fiquei intrigado.

    1. calvinismo veio de João Calvino, baseiam na predestinação/eleição, bíblico !! porém o erro deles é imputar arbitrariedade e negar o livre arbítrio, vide uma refutação ao calvinismo em João 3:16
      Armínio, veio de Jacob Armìnio, teologo que se opôs a escola calvino.

    2. escreva “calvinismo” ou “armínio” no campo de pesquisa, que fica no canto superior direito do site.
      vai aparecer muitos artigos para o sr. estudar.

  12. mas Deus é onisciente, Ele ja sabe quem são as pessoas que vão se desviar do caminho e não vão voltar. Por que Ele ainda as cria?

Comentários 1 - 19 de 19Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement