Esqueceu a senha?

Deus teve prazer em relação a Sião?

por Norman Geisler - qui jun 12, 8:47 am

siao 3040437221_c32f5ba764

JEREMIAS 32.31 – Deus teve prazer em relação a Sião (Jerusalém), ou ela provocou a sua ira?

PROBLEMA: O salmista declarou que “o Senhor ama as portas de Sião” (SI 87:2). De fato, “o Senhor escolheu a Sião… [como o seu lugar de repouso para sempre]” (SI 132:13-14). Mas, segundo este texto, Deus está dizendo: “para minha ira e para meu furor me tem sido esta cidade, desde o dia em que a edificaram e até ao dia de hoje” (Jr 32:31). Então, Deus tem o seu prazer em Sião para sempre, ou foi ele provocado por Sião desde o princípio?

SOLUÇÃO: Na verdade as duas situações são verdadeiras, quer sejam consideradas espiritual ou literalmente. Alguns eruditos tomam essas declarações de modo espiritual, como uma referência à bênção eterna de Deus sobre a Sião celestial, a Igreja (cf. Hb 12:22; Ap 21-22).

Outros estudiosos da Bíblia tomam essas declarações literalmente, ou seja, elas se cumprirão quando Israel for restaurada à sua terra para sempre, como Deus prometeu (veja os comentários de Romanos 11:26).

Conseqüentemente, a cidade de Jerusalém, que foi escolhida por Deus como a capital do seu povo Israel, sempre foi um motivo de dor para Deus. Contudo, quando o Messias retornar para estabelecer o seu trono e ali reinar (cf. Zc 13-14; Mt 19:28), Sião será uma eterna fonte de prazer para Deus.

Extraído do livro MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” da Bíblia. Norman Geisler – Thomas Howe


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement