- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Devemos guardar o sábado como as santas mulheres?

[1]AGUMENTO: Lucas 23.56 – “E, voltando elas, prepararam especiarias, e ungüentos; e no Sábado repousaram, conforme o mandamento”.

Afirmam os Adventistas do Sétimo Dia:
 “As mulheres santas guardaram o Sábado. Lucas, o escritor, escreveu seu livro alguns anos depois da ressurreição e assim apontou que o Sábado ainda estava sendo guardado”.

RESPOSTA APOLOGÉTICA

Deve-se ter presente que o Sábado em que as mulheres descansaram foi antes da ressurreição de Jesus. Se o fato de tiver Lucas relatado o evento alguns anos mais tarde, não invalida o argumento, pois, estas mesmas mulheres judias estavam observando a Festa de Pentecostes (At.1:14; 2:1). Uma festa judaica, que nem mesmo os Adventistas observam. Um exemplo: Quando Pedro voltou da casa de Cornélio foi repreendido pelos seus colegas por ter entrado em casa de incircuncisos e ter comido com eles (At.11:3). Se os apóstolos ainda não percebiam que a circuncisão não tinha nenhum valor (Gl.5:2), como esperar que as mulheres viessem entender mais cedo que o Sábado era parte integrante do Antigo Concerto anulado na Cruz? (Cl.2:14; IICor.3:6-14). A propósito, a revista da Escola Sabatina, de 1o trimestre de 1980, p.19, afirma:

“O NT não dá nenhuma indicação que se tenha pedido aos judeus que abandonassem imediatamente a prática da circuncisão ou que ignorassem as festividades judaicas”.

 

Veja o vídeo explicativo do CACP
[2] [3]Compartilhar [4]