Esqueceu a senha?

É o Natal uma festa pagã?

por Artigo compilado - sáb dez 22, 12:30 am

Na literatura jeovista havia profusa citação de enciclopédias (religiosas e seculares) que apontavam para a origem pagã do Natal. Assim, eu tinha todas as razões para descartar totalmente a data de 25 de dezembro no meu calendário.

Causa-me tristeza, todavia, ao ver que no meio evangélico muitos irmãos estão se levantando contra a observância do Natal, apresentando as mesmas razões que eu, como testemunha-de­jeova, apresentava. Diante disso surgiu a pergunta inevitável: É pecado celebrar o Natal de Jesus em 25 de dezembro? Antes de responder a esta pergunta, vamos conhecer um pouco a história do Natal.


A origem do Natal 

É verdade que a data de 25 de dezembro marcava a celebração de uma festa pagã conhecida como Natalis Solis Invicti (Nascimento do Sol Invencível), em homenagem ao deus Mitra (da religião persa), e que esta festa era estimulada com orgias sexuais e embriaguez. No ano 440 dc., porém, a data foi fixada para marcar o nascimento de Jesus, já que ninguém sabia a data de seu nascimento.

A questão fundamental : Esta origem pagã depõe contra os cristãos que hoje celebram o 25 de dezembro em homenagem a Jesus? Necessariamente, não! O Natal (mesmo tendo urna origem pagã) é um evento que deveria ser celebrado por todos os cristãos ao redor do mundo (sem dogmatizar). Mas, por quê? Ora, havia uma festa dedicada a um deus falso, Mitra, considerado o Sol Invencível. As atenções eram volta­das para ele (e isto, sim, servia aos propósitos de Satanás). Surge, porém, a igreja com uma mensagem inovadora aos pagãos: O Sol Invencível existe, e não é Mitra (uma entidade mito­lógica); seu nome é JESUS! Ele foi visto e toca­do, pois era real (1 João 1:1). Dele falou o profeta Malaquias: “Mas para vós, que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, trazendo salvação debaixo das suas asas” (4:2). A festa mitraica oferecia prazeres terrenos e momentâneos (portanto, efêmeros); ao passo que Jesus oferecia a salvação, a libertação do pecado e a vida eterna (valores perenes). “Pois o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo” (Romanos 14:17).


Foi o cristianismo paganizado? Nunca! Jamais! 

Que nome lhe vem à mente quando menciona­mos a data 25 de dezembro: Mitra ou Jesus? Mitra já foi esquecido, há muito tempo. O Sol da Justiça veio e venceu, provando que Ele, sim, é verdadeiramente o Invencível! Assim, o nome de Jesus foi mais uma vez engrandecido. Onde havia trevas, resplandeceu a luz.

Para entender melhor esta questão, veja os seguintes exemplos:

No princípio era o Logos… 

Muito antes de João escrever que ‘no princípio era o Verbo (do grego logos) e o Logos estava com Deus e o Logos era Deus (João 1:1), já havia no mundo greco-romano uma concepção particular do que era o logos (o termo, portanto, não era desconhecido para os leitores do apóstolo). Uma das idéias que se propagava entre alguns filósofos da época era a de que o Deus Supremo era inatingível: nenhuma criatura poderia manter contato com ele, mas apenas com seres intermediários conhecidos como aeons. O logos, então, seria um dentre muitos aeons.­Ainda concernente ao logos, acreditavam que por ser de constituição espiritual, ele não pode­ria assumir um corpo humano (para tais filósofos, a matéria era inerentemente má).

Tudo isso era um empecilho para que as pessoas não buscassem ter um relacionamento íntimo com Deus, nem aceitassem a idéia de que o logos se encarnou, assumindo a natureza humana (sem pecado).

O apóstolo João dá então um golpe mortal nas concepções errôneas dos filósofos de sua época. Ele diz: “No princípio era o Logos, e o Logos estava com Deus, e o Logos era Deus. E o Logos se fez carne, e habitou entre nós. Vimos a sua glória…” (1:1, 14). João não negou a existência do Logos, mas corrigiu o conceito errado que havia sobre ele. Era possível ter comunhão direta com Deus através do Logos, e o Logos não apenas estava com Deus, mas o próprio Logos era Deus (ou seja, tinha a natureza divina); e para espanto de todos, João disse que o Logos (que era Deus) se fez carne (tornou-se humano) e habitou entre nós. Quem ainda poderia duvidar de que era possível ter comunhão com Deus, se o próprio Deus andou entre nós na pessoa de Jesus de Nazaré, buscando reconciliar o homem com si mesmo?

Do mesmo modo como a mensagem de João sobre o Logos veio para corrigir um conceito errado sobre a pessoa de Deus e da própria natureza humana, assim também a igreja agiu no ano 440 dc., desviando a atenção das pessoas da adoração errônea que se prestava a Mitra, guiando-as ao único que é digno de receber “poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor.., para todo o sempre (Apocalipse 5:12, 13).


Ao Deus desconhecido 

Este é outro exemplo que nos mostra que onde havia trevas, resplandeceu a luz.

O apóstolo Paulo passeava por Atenas, e diz a Bíblia que o seu “espírito se revoltava em si mesmo, vendo a cidade tão entregue à idolatria” (Atos 17:16). Apesar de sua revolta, ele não saiu pela cidade chutando ídolos, amarrando demônios ou dizendo que tudo aquilo era de Satã. A atitude de Paulo foi sensata e inteligente. Ele disse aos atenienses: “Homens atenienses, em tudo vejo que sois muito religiosos. Pois passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Ora, esse que vós honrais sem conhecer é o que eu vos anuncio’ (vv. 22, 23). Paulo usou o ídolo como ponte a fim de transmitir a mensagem do evangelho. Onde havia trevas, resplandeceu a luz, pois diz a Escritura que “aderiram alguns homens a ele, e creram, entre os quais estava Dionísio, o areopagita, e uma mulher por nome Dâmaris, e com ele outros” (v. 23)

Evitando os extremos 

Antes de tudo, é preciso esclarecer o seguinte: O Natal não é um artigo de fé; não faz parte do corpo doutrinário da igreja; é questão de ordem pessoal. É preciso que haja espírito de tolerância para com os que não pensam como nós em aspectos secundários de fl055d fé (Romanos 14). Os extremos devem ser evitados. Não se deve dizer a respeito de quem come­mora o Natal: “Está em pecado; enganado por Satanás”. Por outro lado, quem não celebra o 25 de dezembro não deve ser crucificado por causa disso. Creio, porém, que quem se fecha para essa data, perde urna grande oportunidade, pois nesse dia a maioria das pessoas está sensível a ouvir algo sobre Jesus. Pergunte-lhes o que acham de Jesus ou o que acham do Na­tal; qual o seu real significado; será que Natal significa comer e beber, cantar e dançar? Diga que o mundo precisa do Pai da Eternidade (Isaías 9:6) e não do “papai Noel”. Anuncie para o mundo o que um anjo disse aos pastores ao nascer Jesus: “Eu vos trago novas de grande alegria, que o será para todo o povo. Na cidade de Davi vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor” (Lucas 2:10, 11).

(Fonte: Revista Defesa da Fé)

Feliz Natal


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

47 Comentários

Comentários 1 - 47 de 47Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. O natal não é uma festa pagã, é 100% cristã, e recomendada em todo novo testamento, Jesus realmente nasceu em 25 de Dezembro. No topo da minha arvore natal, eu gosto de usar uma estrela de Davi … os enfeitos e o presepio de plastico, assim duram mais para ano que vem.

    1. Jesus não nasceu no inverno.a estrela de davidkkkkkkkkk é usada em rituais de magia negra, se você chegar em minha casa hoje dizendo que é meu aniversario eu vou fala que se ta louco e ierei chamar os médicos psiquiatra e mande te interna.

    2. quem pode fazer alguma coisa é o Jesus menino ou o Jesus homem cheio do espírito santo quando ele era pequeno não fez nada quando grande se encheu do poder de deus salvou o povo.

    3. Primeiro, o natal não é pagão, mas foi colocado no mesmo dia de uma festa pagã (Mitra). E segundo, Jesus jamais nasceu em 25 de dezembro. 

    4. Júlio os seus argumentos são os mais infundados possiveis, e triste ver pessoas que se dizem cristãs ajudando a divulgar ainda mais a mentira do 25 de Dezembro.

    5. A biblia diz que: (se são as pricias, tada a massa o será; se santa as raises, todo o o restante será) pois se a origem da celebração do dia 25 de dezembro não é santa, então não são santas hoje, isto é contradição biblica. 

    6. A festa natalina,nunca será Cristã,é pagã,religiosa,comercial e suas oferendas nunca foi para Cristo e sim Ninrode,Nicolau,Semiramis,deus sol e o diabo a set.

    7. Como você sabe que Jesus Nasceu em 25 de Dezembro,na Bíblia não fala e não ha  ninguém que consiga provar isso ou seja,contanto que você não use símbolos ou qualquer apologia a Papai Noel bom O CRISTÃO PODE SIM COMEMORAR O NATAL porem sem artefatos que abobinam a JESUS CRISTO!

    8. kkkkk não sabe de nada!!!

  2. isso tambem eh demais.

  3. meu amigo Julio Paes, em neguma parte das escrituras mostram que os cristão comemoravam o nascimento de cristo e não tem nenhum versículo no novo testamento que recomende nós cristão comemorarmos o natal outra coisa, cristo não nasceu no dia 25 de dezembro ele nasceu provavelmente entre setembro e outubro que era a época que os pastores pastoreavam as ovelhas ao ar livre. no mês de dezembro é uma mês frio e chega até nevar na região que cristo nasceu e é impossível que os pastores deixassem as ovelhas ao ar livre com temperaturas baixas.

    1. Se quer tentar saber a data que Jesus veio ao mundo, primeiro terá que voltar ao antigo calendário… 

    2. Um evento de glutonaria, bebedice e consumo exacerbado.
      Triste evangélicos equivocados. Natal não tem nada de Jesus, pois Este deve ser celebrado diariamente com um viver em santidade aguardando vigilante a sua volta.

    3. Deixa de ser burro leia o artigo de novo pq vc tem problemas de interpretação

  4. não falo mais nada sobre isso … façam o que bem entendam !

  5. Meu caro, no natal o Senhor Jesus nãoé lembrado, mas sim papai noel ..

  6. Agora entendo porque essa CACP fala tão mal da CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL. Essa desculpa de natal é sem cabimento, Paulo escreveu que aquele que se assenta na mesa dos idolos comem com DEMÔNIOS. Vivem sugando o dinheiro dos fiéis, vivem metidos em politicagem, façam-me um favor: ESQUEÇAM A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL.

    1. Cara a congregação é muito herege.

  7. todos os historiadores reconhecem que na data de 25 de dezembro era comemorada pelos persas na festividade mitras o solstício de inverno que no império romano recebeu o nome de die natalis solis invict (nascimento do sol invencível) e, para ser simpática aos novos cristãos a Igreja católica fundiu a festividade pagã com o nascimento de Jesus Cristo, que também passou para os protestantes que com raras exceções não observavam a data e até repugnando a festividade como sendo de origem pagã (joão 8:44) assim a maioria dos cristão nominais herdaram da tradição e do consumismo comercial a suposta data do nascimento de Jesus(2cor 6:14) não podemos nos conformar com o erro e a  propaganda do mundo de satanás achando que esta tudo bem! (
    1joão 2:15-17) 

  8. Na Verdade o Natal:Nascimento de Jesus era comemorado em data diferentes por Cristãos Antigos da Igreja até o Século III.ou seja o Natal Não surgiu no Século IV e Não é pagão, no século IV o Natal passou a ser comemorado 25 de dezembro para Acabar com a festa paga Natalis Solis Invicti.

  9. Na Verdade o Natal:Nascimento de Jesus era comemorado em data diferentes por Cristãos Antigos da Igreja até o Século III. o Natal Não surgiu no Século IV e Não é pagão, no século IV o Natal passou a ser comemorado 25 de dezembro para Acabar com a festa paga Natalis Solis Invicti.

  10. Na Verdade o Natal:Nascimento de Jesus era comemorado em data diferentes por Cristãos Antigos da Igreja até o Século III.na verdade o Natal Não é pagão e Não surgiu no Século IV.por isso o Natal é uma Festa Cristã.

  11. Os alguns são certos e os alguns são errados.

  12. Leiam a bíblia povo! Lá tem o período em que cristo nasceu, natal não tem nada a ver com cristo; satanás continua enganando os crente! Jesus disse: Errais, não conhecendo as escrituras, quer saber onde está o nascimento de cristo? Me mande o seu e-mail, te responderei. Mas abram os olhos. 

  13. A deusa rainha do céu, era adorada com bolo de pão,e veja que Deus tornou santo o que era pagão,a páscoa judaica é com pão, e na ceia do Senhor também é usado o pão, e era adoração de origem pagã. É o homem que proíbe, que complica, não é Deus.

  14. A desculpa mais esfarrapada para festejar uma festa pagã. 

    Celebrar o natal é anti-bíblia. Prefiro celebrar somente a Pascoa, o Lava Pés, pois estas sim Cristo nos ensinou a celebrar.

  15. Nesta festa nao combina e nem tem fundamento biblico. A figura do papai noel tomou o lugar da pessoa principal daquela que seria homenegiada (Jesus)  Apesar desta data nunca pode ser exata. Outra coisa que se deve lembrar , nao se comemora festa de aniversario com o aniversriante ausente. 

  16. Nisso discordo totalmente com a cacp.
    Não a base bíblica para comemora tal festa, mais sim para desprezala, Jesus não nasceu nesse periodo, e segundo essa idolatria é mais antiga do que os próprios Persas. A cacp, diz quê: se comemorarmos as festas judaicas, estamos judaizando a igraja,

  17. E quando comemoramos as festas pagãs e romanas, não estariamso paganizando a igreja de Cristo, e até a romanizando a mesma também. Se fosse para comemora festas, certamente seriam as judaicas, pois foram estabelicidas por Deus.

  18. Mas temos que judaizar a igreja mesmo, e não romanizar, nossa base de referência são os judeus que é o povo da promessa, que é o povo de Deus…
    Certíssimo meu caro Adelino, o que falta ao cristãos é seguir os costumes bíblicos e não os pagãos romanos…

  19. O NATAL É UMA FESTA PAGÃ, E DEVERIA SER ABOMINADA PELOS CRISTÃOS. A EXPLICAÇÃO ACIMA É MAIS UMA TENTATIVA DE “ADAPTAR” A IGREJA DE CRISTO AO MUNDANISMO, QUE, POUCO A POUCO, VAI CORROENDO OS VERDADEIROS ENSINAMENTOS BÍBLICOS. O AUTOR NÃO ENTRA EM UM ESTUDO MAIS PROFUNDO.

  20. DEVERIA ENTRAR ENTRAR EM ASSUNTOS MAIS PROFUNDOS COMO A HISTÓRIA DE NINRODE, SEMÍRAMIS, TAMUZ, ETC. A NOIVA DE CRISTO ESTÁ SENDO PROFANADA!

  21. E O QUE DIZER DOS SÍMBOLOS DE NATAL, NOTORIAMENTE PAGÃOS? PARECE QUE O “JEITINHO” PAGÃO JÁ CONTAMINOU A IGREJA. VERGONHA!

  22. “noiva de Cristo está sendo profanada” você fala abobrinha demais Ubiratan. 
    veja neste link os argumentos.15 razões pelas quais se deve comemorar o natal :

    http://www.cacp.org.br/15-razoes-pelas-quais-se-deve-comemorar-o-natal/

    1. Aparentemente, os israelitas não tinham má intenção ao celebrar essas festividades. Eles alegavam fazer essas coisas com o objetivo de adorar a Deus e agradá-lo. Mas as fortes palavras de Deus por meio de Amós e outros profetas mostram claramente como ele se sentia com tudo isso.Malaquias 3:6

    2. Hoje sei que para adorar a Deus preciso imitar a Jesus Cristo e seguir sua ordem dada em Matheus 28:19,20.

      Espero ter te ajudado! Eu me interessei pela bíblia ao ler provérbio capitulo 2.

  23. Só gostaria de perguntar uma coisa, qual dia da semana devemos adora a Deus?, já que todos os dias foram dedicados a deus pagã, Domingo deus sol, segunda deus lua, terça marte, quarta mercurio, quinta jupter, sexta Vênus, sabado saturno!

  24. Comemorar o Natal, dar dinheiro pra igreja, desconsiderar a existência dos dinossauros, queimar pessoas em fogueiras a menos de duzentos anos atrás, acreditar que alguém veio do barro, afirmar que Darwin estava errado …. VOCES ESTÃO CERTOS !!! 

  25. Nâo vamos contender a esse respeito. Portanto realmente não há relato bíblico sobre data do nascimento de Jesus ,isso foi um arranjo inventado já que a salvação não esta nas datas festivas e o reino de Deus não consiste em comida e nem bebida mas de toda palavra de Deus.

  26. A Bíblia não é um plágio. Mas entendimentos humanos distorcidos pelo pecado foram corrigidos por ela. Se esperarmos originalidade em tudo, aos nossos olhos, a Bíblia seria pagã.

  27. Descrever apenas uma parte da história é induzir as pessoas a ignorância: Essa festa já era comemorada há 4 mil anos…esta é a verdadeira história (pesquisem)…e a festa não era para “JESUS”!!!! Nada contra quem comemora o nascimento de JESUS..

  28. Bom dia a todos os participantes e leitores deste assunto, qua acima esta relatado, Li os diversos comentários que foram feito ao TEMA: NATAL, vejo que a maioria buscou o conhecimento e as verdades ocultas, para se libertarem deste enganoso sistema arquitetado por ha-satan.que hoje é conhecido por

  29. Bom dia a todos os participantes e leitores deste assunto, qua acima esta relatado, Li os diversos comentários que foram feito ao TEMA: NATAL, vejo que a maioria buscou o conhecimento e as verdades ocultas, para se libertarem deste enganoso sistema arquitetado por ha-satan.(satanás)

  30. NATAL PAGAO

  31. A ORIGEM DO NATAL NÃO É, COMO VOCÊ MENCIONA, NO EVENTO ALUDIDO. É UMA FESTA DE ORIGEM PAGÃ MAS NÓS, EVANGÉLICOS, SEMPRE ENCONTRAMOS UM “JEITINHO ADAPTATIVO”. ESTUDE SOBRE NINRODE E SOBRE AS CELEBRAÇÕES EGÍPCIAS QUE ACONTECIAM EM 25 DE DEZEMBRO; ESTUDE SOBRE A ORIGEM DA ÁRVORE DE NATAL.

    1. “ubiratan” … deixa de ser cabeção ! bolo de aniversário também tem origem similar e assim como aliança de casamento … mas voce adere a isso. o que importa é o sentimento neo cristão que aprova o natal como nascimento Jesus e não papai noel. larga mão de ser tonto.

  32. Deixem de falar besteiras. Comemoramos o Natal exclusivamente como o nascimento de Jesus; Deus encarnado. Ficar dizendo ser isso ou aquilo não muda nada.O importante é que Deus SE encarnou e nos Salvou. O resto é mente sem raciocínio.

Comentários 1 - 47 de 47Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement