Esqueceu a senha?

É proibido ser maçom?

por Artigo compilado - seg jan 02, 11:11 am

macon0003

PARECE MENTIRA, MAS NÃO É!

A Lei Penal Maçônica, n° 001/79, de 16/04/1979, declara que os maçons estão sujeitos a penalidades que variam da suspensão dos direitos maçônicos à exclusão (arts.41 a 44).

A pena máxima poderá ser aplicada ao maçom que: “instituir, filiar-se, professar ou prestar obediência a organização irregular, inclusive de natureza político-partidária, cujos princípios, atividades ou ideologias conflitem com os que a Maçonaria defende e proclama” (item VIII).

São princípios da Maçonaria, conforme a Constituição do Grande Oriente do Brasil (GOB), no capítulo I, item III: “Afirma que o sectarismo político, religioso ou racial é incompatível com a universalidade do espírito maçônico”.

Vimos que a Lei Penal Maçônica poderá excluir aquele que defender ideologias que conflitem com os princípios da Maçonaria. Na Constituição do GOB lemos que o sectarismo religioso é incompatível com a filosofia maçônica. O que são ideologia e sectarismo? Ideologia tem a ver com ideias. Sectarismo lembra seita, mas também aponta para alguém que tem fortes convicções a respeito de doutrina e fé.

Nesse sentido, o cristão, servo do Senhor Jesus Cristo, está impedido de ser maçom. Ele é sectarista porque tem suas ideias e convicções firmadas em doutrinas das quais não abre mão. Por exemplo: Sobre a natureza humana, o cristão acredita que o homem é pecador e está em rebeldia contra Deus. Precisa de um salvador, já que, por si mesmo, não pode redimir-se. O Salvador foi enviado por Deus como prova do seu amor pelos homens. E o cristão, então, afirma que Só Jesus Cristo Salva!

O homem não poderá salvar-se. As religiões e filosofias poderão até beneficiar um pouco sua vida moral, mas nenhuma poderá dar-lhe perdão de pecados e aceitação perante o Deus santo. Somente pela fé em Jesus Cristo é que o homem encontrará a paz que tanto procura para sua alma atribulada. E ainda terá a certeza da vida eterna na presença de Deus.

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo” (I Pedro 1.3-5).

 

Fonte: Folheto evangelístico distribuído pelo CPR, Teresópolis/RJ, sem identificação do autor.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Simples e esclarecedor.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement