Esqueceu a senha?

EI mata mais de 30 pessoas no Afeganistão

por Artigo compilado - sáb abr 18, 4:39 pm

Ataque suicida do EI mata mais de 30 pessoas no Afeganistão

Uma pessoa detonou uma moto que estava carregada de explosivos, tendo como alvo uma multidão de militares e civis

Atentado no Afeganistão deixa pelo menos 30 mortos
Atentado no Afeganistão deixa pelo menos 30 mortos(AP/VEJA)

(Atualizado às 11h55)

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu a responsabilidade pelo atentado suicida que matou pelo menos 33 pessoas e deixou mais de 100 feridos em Jalalabad, no leste do Afeganistão, anunciou neste sábado o presidente afegão, Ashraf Ghani.

“Os talibãs não reivindicaram o ataque, o Daesh (EI) foi quem reivindicou a responsabilidade”, declarou Ghani. Os talibãs negam envolvimento no ataque. Caso o EI confirme esta afirmação, seria o primeiro grande ataque do grupo na região entre Afeganistão e Paquistão, berço histórico da al-Qaeda e do Talibã.

Uma pessoa detonou uma moto que estava carregada de explosivos, tendo como alvo uma multidão de militares e civis que estavam reunidos do lado de fora do banco para receber seus salários. A agência bancária situa-se no centro de uma zona comercial que está sempre lotada, disse Ahmad Zia Abdulzai, porta-voz do governo da província de Nangarhar.

“Nos últimos meses, as autoridades afegãs expressaram preocupação com um número crescente de jihadistas locais que estariam integrando o Estado Islâmico (EI), também conhecido pela sigla árabe Daesh, que controla grandes áreas de território na Síria e no Iraque.

Em um telefonema à AFP, Shahidullah Shahid, ex-porta-voz dos talibãs paquistaneses do TTP demitido por ter jurado lealdade ao EI, reivindicou o ataque cometido neste sábado em frente a um banco em Jalalabad, perto da fronteira com o Paquistão.

O fenômeno da adesão de ex-talibãs ao EI é limitado por enquanto, tanto no Paquistão e no Afeganistão, onde combatentes islâmicos tendem a simpatizar com a al- Qaeda, rival nebulosa do EI na frente jihadista internacional.

Outras duas explosões foram relatadas na região, uma perto de um santuário em Jalabad – que não deixou feridos -, e outra na província de Nangarhar Behsud, realizada pelo exército afegão disse Abdulzai. Enquanto isso, outro atentado a bomba em um carro na província de Behsud deixou um civil morto e feriu outros dois.

(Com Estadão Conteúdo)

Extraído da Revista Veja em 18/04/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement