Esqueceu a senha?

Eike “tchau” ping

por Pr. Natanael Rinaldi - dom set 29, 5:52 pm

A revista ‘Veja’*, na página 68 traz uma notícia muito triste de um dos homens mais ricos do Brasil e que veio a perder praticamente toda a sua fortuna. Relata a revista na página 68, como se deu a perda de sua riqueza: “O bilionário se tornou ícone de um Brasil em ascensão incorporando a máxima do líder chinês –enriquecer é glorioso”. Muitos erros depois, ele dá adeus aos megaprojetos.

“Em 2009, dois anos depois de criar a petroleira OGX, jóia da coroa de seu império, Eike Batista vaticinou: “Daqui a uma década, vamos produzir mais de 1 milhão de barris por dia.” aos que perguntavam como chegaria em apenas dez anos ao patamar que a Petrobrás levou cinquenta para atingir, o empresário resumia: “com eficiência”. À época, ele ostentava o posto de oitavo homem mais rico do mundo, avisando que o topo era só questão de tempo, e não muito.” Na última quinta feira, porém, tudo isso parecia distante para um Eike que, muito abatido, assinou os papéis que abriam uma nova – e bem menos superlativa – etapa da vida.

Foi em uma reunião no Edifício Serrador, a sede do império X no rio, que o bilionário se curvou aos fatos e deu o primeiro passo para sair de cena. Em meio às notícias de que suas ações viravam pó na bolsa, reuniu-se com seus sócios alemães da MPX… surpreendeu a todos ao anunciar que renunciaria ao comando da companhia, uma decisão dolorosa que o fez desabafar ainda à mesa: “Jamais esperava estar nesta situação quando negociei minha parceria com vocês.”

Pr. Natanael: Posso entender que o irmão não está expondo essa notícia triste visando qualquer tipo de desprezo à pessoa que está passando por esse desabar de suas riquezas. Gostaria que o irmão expusesse aos nossos ouvintes sua opinião pela qual comenta esse acontecimento tão frustrante no campo da indústria brasileira. Pode expor sua opinião?

Na verdade que não tinha conhecimento dessa notícia tão triste de um líder no campo industrial viesse a sofrer tamanho abalo econômico como relata a revista. Omeu interesse em trazer ao conhecimento dos ouvintes esse acontecimento é fazer lembrar o que a Bíblia declara sobre a incerteza das riquezas.

Poderia expor o que a Bíblia aponta sobre a incerteza das riquezas?

Lemos o seguinte na Bíblia: I Timóteo 6:7-19 “Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. 8 – Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.9 – Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. 10 – Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. 17 – Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos; 18 – que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis; 19 – que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna.”

Pode citar algum exemplo de pessoa rica que veio a perder toda a sua riqueza?

Jó foi um dos maiores homens do oriente, nos tempos antigos. ele tinha sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de boi, quinhentas jumentas, e uma grande família. Os sabeus caíram sobre seus jumentos e os levaram embora, matando os servos que estavam arando com os bois naquele momento. Um servo conseguiu escapar e contou o que havia acontecido. Enquanto ele ainda estava falando com Jó, outro servo chegou para relatar que fogo tinha caído do céu e queimado todas as ovelhas e os servos que cuidavam delas. Outro mensageiro correu a dizer a Jó que os caldeus tinham levado embora os camelos e matado mais servos. Naquele mesmo dia Jó foi informado de que um violento vendaval tinha atingido a casa onde seus filhos e filhas estavam festejando e tinha matado todos eles. A fortuna de Jó desapareceu como se “tivesse feito para si asas” e voado.”

Segundo a Bíblia, Jó estava sendo provado na perda das suas riquezas num espaço de tempo muito curto. Ele veio a recuperar o que havia perdido considerando que ele estava sendo provado para demonstrar seu amor a Deus em maior dimensão do que a sua riqueza?

Sim. É o que lemos no último capítulo do livro de Jó. Jó 42:10-12 “E o Senhor virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o Senhor acrescentou, em dobro, a tudo quanto Jó antes possuía. 11 – Então vieram a ele todos os seus irmãos, e todas as suas irmãs, e todos quantos dantes o conheceram, e comeram com ele pão em sua casa, e se condoeram dele, e o consolaram acerca de todo o mal que o senhor lhe havia enviado; e cada um deles lhe deu uma peça de dinheiro, e um pendente de ouro. 12 – e assim abençoou o senhor o último estado de Jó, mais do que o primeiro; pois teve catorze mil ovelhas, e seis mil camelos, e mil juntas de bois, e mil jumentas.”

Nos dias de Jesus ele foi procurado por um jovem rico que lhe perguntou o que fazer para herdar a vida eterna? Qual a condição que Jesus lhe impôs para ganhar a vida eterna?

Vai vende tudo o que tens reparte-o pelos pobres e vem e segue-me e terás um tesouro no céu. Ele não aceitou a proposta de Jesus porque era muito rico. À vista disso, Jesus declarou “Quão dificilmente um rico entrará no reino de Deus. E tal situação ocorre até nossos dias quando de modo mais acentuado os ricos perdem o reino de Deus no céu, para não perder suas riquezas. A propósito ainda Jesus declarou que “aproveita o homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

* A revista ‘Veja’ edição de 10 de julho de 2013


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement