- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Entrevista com Hank Hanegraaff

Para milhões de norte-americanos, Hank Hanegraaff é conhecido como o “O homem da resposta bíblica”. Apologista conhecido em todo o mundo cristão evangélico, Hanegraaff mantém há anos um programa de rádio que é ouvido diariamente por milhões de pessoas nos EUA, intitulado “Bible Answer” (“Resposta Bíblica”).

Hanegraaff é autor de dezenas de livros, dentre eles alguns títulos lançados pela CPAD, dentre eles os clássicos “O Livro de Respostas Bíblicas” e “Cristianismo em Crise”, mas também “Ressurreição”, “A Armadura Espiritual”, “A Oração de Jesus” e “O Último Discípulo”.

Nesta entrevista, concedida originalmente ao jornal norte-mericano The Christian Post, e cedida ao Mensageiro da Paz, ele fala sobre como os cristãos devem preparar-se para o Céu e o que eles podem esperar.

Quando você começou nessa área de rádio cristã?

Meu programa é transmitido há mais de duas décadas e meia. É uma transmissão focada no fato de que a cosmovisão cristã pode levantar-se para enfrentar o escrutínio do mundo quando apresentada de uma forma respeitosa e gentil.

Das milhares de chamadas que você recebe em seu programa, quantos lidam com o Céu?

Depois que fiz uma série de programas sobre o Céu, comecei a receber mais e mais perguntas sobre a vida após a morte. Acho que isso se deve ao fato de que a taxa de mortalidade é um por pessoa, de modo que todos nós um dia morreremos. E no conjunto de pessoas que se dizem cristãos, há uma quantidade com uma perspectiva limitada sobre o assunto. A maioria das pessoas imagina que tudo se resume a acabar como um “Gasparzinho”: um fantasma camarada dedilhando uma harpa sobre uma nuvem. A cosmovisão bíblica é completamente diferente disso. Um paraíso perdido se tornará um paraíso restaurado. Deus não simplesmente desfaz as coisas, ele resgata-as. Então, o que acontece com o universo e o que acontece com nossos corpos andam de mãos dadas. Este corpo que agora é perecível se tornará imperecível. Vamos passar por uma metamorfose e devemos entender o que isso implica, mas, principalmente, entender que esses rios, essas montanhas e essas colinas também serão restaurados. Haverá um novo céu e uma nova terra.

Explique, à luz da Bíblia, o que acontece quando morremos.

O que fazemos agora conta por toda a eternidade. A vida depois da vida é o céu transicional e, em seguida, vem a vida após a vida após a vida, que é o estado eterno. Assim, se eu morresse agora, eu iria estar ausente do corpo e, como um crente, meu espírito estaria na presença do Senhor. No entanto, esse não é o estado eterno. Quando uma mulher dá à luz, ela dá à luz uma unidade corpo/alma. Na morte, há uma separação natural entre corpo e alma. O corpo volta para a terra de onde ele veio e a alma agora está com Deus. Alma, por definição, não é física. Ela é não física. As almas não têm propriedade de localização, elas têm propriedades relacionais. Mas, há um momento em que nossa alma, agora separada do corpo, terá propriedades locacionais novamente, e isso vai acontecer quando Jesus aparecer uma segunda vez. Quando Ele aparecer novamente, em seguida, como diz a Bíblia, a alma do crente salvo que está no céu transicional retorna ao corpo e o corpo é ressuscitado em um estado imperecível, imortal.

O pecado não mais existirá?

Sim, não mais existirá. Quando Jesus Cristo voltar uma segunda vez, o pecado e Satanás serão resolvidos. Não haverá mais pecado ou tentação, e Jesus estará bem perto de nós. Na sua ascensão, Cristo transcendeu tempo e espaço, mas quando o véu entre o céu e a terra for removido, então Ele vai estar bem perto de nós novamente, e não só pela ação do Espírito Santo como ocorre hoje.

Então poderemos falar com Jesus diretamente, estarmos bem perto dele?

Sim, vamos caminhar com Ele assim como os discípulos fizeram. Vamos falar com Ele e vamos interagir com Ele. Isso é o objetivo final de todos os crentes em Cristo, é o que nós mais almejamos. Estamos ansiosos para a completa restauração de todas as coisas.

E como é que qualquer pessoa na terra poderá um dia chegar ao Céu?

A resposta simples para essa pergunta é que Adão e Eva caíram no pecado perpétuo e tiveram suas vidas na Terra terminando com a morte. Como resultado, o universo foi lançado em um estado de decadência e destruição. A Bíblia é o plano redentor de Deus para este universo. Temos que reconhecerque somos pecadores e temos de reconhecer que precisamos nos arrepender de nossos pecados. Arrepender-se significa dar marcha ré na estrada da vida e se virar para Jesus Cristo, seguindo-o como Salvador e Senhor da nossa vida. Portanto, precisamos admitir que somos pecadores, darmos meia volta volver diante do pecado e reconhecer Jesus Cristo como Senhor de nossas vidas. E quando o fazemos, coemçamos um relacionamento com Ele, não só para esta vida, mas também para a eternidade. A eternidade não começa quando morremos, começa quando morremos para as nossas vidas antigas e aceitamos uma nova vida em Cristo.

Por outro lado, aqueles que não têm um relacionamento com Jesus Cristo serão separados de Seu amor por toda a eternidade. A maioria das pessoas não quer falar sobre isso, mas é a realidade. Se não fosse verdade, não haveria diferença entre Céu e Inferno. Os justos herdarão o céu e os injustos se perderão eternamente no Inferno. C. S, Lewis coloca isso melhor do que ninguém. Disse ele que existem dois tipos de pessoas no mundo: aquelas que dizem a Deus “Seja feita a Tua vontade” e aquelas a quem, no fi nal, Deus diz: “Seja feita a tua vontade”. Deus não força Ele mesmo sobre nós, de maneira que se nós não queremos um relacionamento com Ele no tempo, então não teremos um relacionamento com Ele na eternidade.

Mensageiro da Paz – Número 1541 – outubro de 2013, CPAD

Extraído do site http://www.cpadnews.com.br em 15/11/2013

[1] [2]Compartilhar [3]