Esqueceu a senha?

Estudo textual de II Tessalonicenses 2.13-17

por Artigo compilado - qui fev 18, 4:49 pm

seguindo a Deus

Deus escolheu o mundo para salvá-lo!

Pede-me, e te darei as nações como herança e os confins da terra como tua propriedade. Sl 2.8

Enquanto o mundo jaz na operação do erro por haver livremente desprezado a palavra da verdade (veja 2:9-12), Paulo dá graças a Deus pelo que o Senhor fez com os tessalonicenses desde que estes aceitaram e obedeceram a palavra (veja 1 Tessalonicenses 1:8-10; 2:13).

Deus os escolheu (2.13-14). Paulo chama os irmãos de “amados pelo Senhor” (2:13). De fato, Deus ama a todos os homens e deseja a salvação de cada um (veja João 3:16 e 1 Timóteo 2:3-4), mas Paulo se refere aqui ao amor especial que Deus tem pelos que se tornam verdadeiramente seus filhos pela obediência ao evangelho da Graça (veja João 1:12; 1 João 3:1). A igreja foi escolhida pela presciência de Deus “desde o princípio” – Deus projetou a sua igreja.

A salvação que Deus planejou vem “pela santificação do Espírito e fé na verdade” (2:13). Deus é santo e exige que os que se aproximam dele também sejam santos (a palavra santo quer dizer “separado”; veja 1 Pedro 1:14-16). Quem ama a verdade não anda como o mundo, pois o mundo age pelo erro e pela mentira. Assim, Deus santifica quem pratica a verdade (veja João 17:17).

Portanto, é necessário conhecer a verdade para poder praticá-la. O Senhor revelou toda a verdade por meio do evangelho, e por ele chama todos à obediência (2:14; veja Romanos 1:16-17; 1 Pedro 1:22-25; etc.). Quem obedece ao evangelho será ressuscitado e glorificado com Jesus, para estar eternamente na presença de Deus (veja Romanos 6:3-9, 8:18-23; 2 Coríntios 4:16-18; etc.).

O dever dos escolhidos (2:15). Como temos visto, o mero conhecimento da verdade não é o suficiente para a salvação, pois Deus santifica quem pratica a verdade. Assim, Paulo enfatiza para os irmãos tessalonicenses a necessidade de continuar com toda firmeza nas “tradições que vos foram ensinadas” (2:15). Devemos entender que as tradições religiosas dos homens são fortemente condenadas por Jesus (veja Mateus 15:1-20). Aqui, porém, Paulo usa a palavra para descrever tudo que ele pessoalmente ensinava. Quando Paulo ensinava em cada lugar, e escrevia as cartas mais tarde, ele falava a verdade de Deus em Cristo Jesus (veja 1 Coríntios 2:1-2 e 12-13, 14:37). Como ele ensinava a mesma coisa em todas as igrejas (veja 1 Coríntios 7:17, 16:1; Gálatas 1:1-2; Colossenses 4:16; etc.) e os irmãos praticavam o que Paulo os ensinava, a verdade de Cristo se tornou a “tradição” na prática dos santos.

A oração pela firmeza dos escolhidos (2:16-17). Deus provou seu amor pelos santos lhes entregando, pela sua graça, a palavra que dá “eterna consolação e boa esperança” (2:16). Sendo que os irmãos têm se mostrado fiéis à palavra, Paulo ora para que Deus possa consolar os seus corações, mesmo em meio as tribulações, e os manter firmes na verdade em tudo o que fizerem e disserem (2:17; veja Colossenses 3:16-17).

-por Carl Ballard do site estudosdabiblia.net/ em 18/02/2016


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. sua reflexão foi bem completa e coerente. Livre da dupla predestinação.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement