Esqueceu a senha?

Fatos sobre “O monte do Templo”

por Artigo compilado - seg set 14, 10:04 am

O monte do Templo (em hebraico: הר הבית, transl. Har Ha-Bayit), em alusão ao antigo templo, pelos judeus e cristãos, e Nobre Santuário (الحرام الشريف, transl. Al-Haram ash-Sharif) pelos muçulmanos. Também conhecida como a Esplanada das Mesquitas, é um lugar sagrado para muçulmanos, cristãos e judeus e é um dos locais mais disputados do mundo.

É o lugar mais sagrado do judaísmo, já que no monte Moriá se situa a história bíblica do sacrifício de Isaac (para os muçulmanos, lá teria ocorrido o sacrifício de Ismael). O lugar da “pedra do sacrifício” (a Sagrada Pedra de Abraão) foi eleito pelo rei David para construir um santuário que albergasse o objecto mais sagrado do judaísmo, a Arca da Aliança. As obras foram terminadas por Salomão no que se conhece como Primeiro Templo ou Templo de Salomão e cuja descrição só conhecemos através da Bíblia, já que foi profanado e destruído por Nabucodonosor II em 587 a.C., dando início ao exílio judaico na Babilónia. Uns anos depois foi reconstruído o Segundo Templo, que voltou a ser destruído em 70 d.C. pelos romanos, com a excepção do muro ocidental, conhecido como Muro das Lamentações, que ainda se conserva e que constitui o lugar de peregrinação mais importante para os judeus. Segundo a tradição judaica, é o sítio onde deverá construir-se o terceiro e último templo nos tempos do Messias.

O local é o terceiro lugar mais sagrado do islamismo, referência a viagem até Jerusalém e a ascensão de Muhammad ao paraíso. O local é também associado a vários profetas judeus, sendo que os próprios muçulmanos consideram estes profetas judeus como muçulmanos. Lá localiza-se a Mesquita de Al-Aqsa e o Domo da Rocha, construídas ambas no século VII, uma das estruturas mais antigas do mundo muçulmano.

Veja o vídeo:


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

4 Comentários

Comentários 1 - 4 de 4Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. nem precisa levantar outro Templo! basta alugar esse nosso aqui no Brasil, não acha?

    1. Aposto que o Scheidemantel não concordaria com este artigo, pois sua igreja iurd “já tem o templo” a única coisa que falta é “Deus aparecer por lá”,para isto é bom puxar uma cadeira porque vai demorar uma eternidade para acontecer, Ele não habita em templo feito por mãos humanas.

    2. A Iurd nunca teve a pretensão de associar o templo de Salomão em SP com “O” templo em Jerusalém,  tanto que até mesmo judeus o visitam. Isso quem faz (blablabla)  são os mimimi de plantão. 

  2. Um templo fora do MONTE MORIA é apenas uma construção como outra qualquer

Comentários 1 - 4 de 4Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement