Esqueceu a senha?

Fé para todos os gostos

por Pr. Natanael Rinaldi - qui set 13, 2:27 pm

Com o título FÉ PARA TODOS OS GOSTOS a revista ECLÉSIA n. 113, esclarece sobre o aumento de seitas em nossos dias e diz mais:“MULTIPLICAÇÃO DE RELIGIÕES E CREDOS O INÍCIO DO TERCEIRO MILÊNIO E SINCRETISMO ATINGE ATÉ A IGREJA EVANGéLICA.”

Pergunto: o que está ocorrendo no campo religioso é cumprimento de profecias bíblicas?

Sim. Quando Jesus foi indagado sobre os sinais que antecederiam sua segunda vinda, dentre os sinais indicados por Jesus, o que mais ele ressaltou foi o surgimento de falsos profetas e falsos cristos. (MT 24.3) “E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?” (MT 24.4) “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;” (MT 24.5) “Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.” (MT 24.11) “E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.” (MT 24.23) “Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;” (MT 24:24) “Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” (MT 24.25) “Eis que eu vo-lo tenho predito.”

Paulo também se referiu ao avanço das seitas como resultado da atuação diabólica em nossos dias: (1TM 4.1) “MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;” (1TM 4.2) “Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;”.

A revista ECLESIA aponta uma estatística do Instituto para o Estudo da Religião Americana que declara que “a cada ano surgem de 3 a 4 mil novas religiões em todo o mundo. Dessas, de mil a 2 mi não resistem nem um ano. Mesmo assim, estima-se que existam, hoje, algo entre 40 mil a 60 mil religiões, sendo que mais da metade delas são variações do Cristianismo.” (p. 49)

2. O que se declara nesse artigo que seja de interesse para os nossos ouvintes?

Na página 47 da revista citada se lê “Essa efervescência religiosa é tão diversificada e tem uma presença tão forte na sociedade, que recebeu até um nome dos estudiosos: Nova Era.

3. E o que ensina e pratica esse movimento Nova Era?

Alguém denominou esse movimento Nova Era como um terreno baldio com uma tabuleta com os dizeres: “ACEITA-SE ENTULHO”. Isto quer dizer que a Nova Era aderiu aos mais diversos sistemas religiosos, do misticismo puro e simples a códigos intrincados de fé. Seja de uma maneira mais sutil, como as filosofias orientais, ou através de terapias, técnicas de regressão e programação neurolinquística, passando pela ioga e pela aiurvédica, que conjugam espiritualidade e medicina, ou de forma mais institucional, com uma gama de novas religiões organizadas.

4. Que religiões organizadas sob a influência do Movimento Nova Era?

A revista ECLESIA cita nominalmente duas: Cientologia, as orientais como a Seicho No Ie e aquelas que envolvem a natureza e cultos antigos oriundos do paganismo, como Wicca. Há espaço inclusive para religiões bizarras, como a dos Adoradores de Jedi – isso mesmo, os heróis do seriado Guerra nas Estrelas: Acredite: no último censo religioso realizado no Reino Unido, 400 mil pessoas se declararam adeptas da seita.” Aponta ainda a revista ECLESIA o seguinte: “Até dentro de crenças milenares brotam novas formas de religiosidade que ganham uma força capaz de renovar a antiga religião. Exemplo disso é a CABALA. .. Durante muito tempo seus ensinamentos ficaram restritos, devido à perseguição religiosa, a pequenos círculos. Nos últimos anos isso vem mudando. A filosofia extrapolou os limites de sua religião. Enquanto poucos judeus praticantes se identificam com a Cabala, celebridades como a popstar Madonna tornaram-se ruidosas seguidoras – e tal fenômeno de “conversão” , na maioria dos casos, não representa mudança de religião, apenas a adoção de novos princípios de vida. E se existem religiões para todos os gostos, também há opções para quem tem pouco ou nenhuma fé. É o caso dos movimentos de céticos, agnósticos e ateus.” (p. 48)

5. Então as religiões hoje se tornaram como um restaurante – o cliente vai lá para comer e depara-se com diversos pratos e combinações e aí se torna difícil escolher o que comer. Mas como não se pode ficar sem comer cada um escolhe a fé que mais lhe convém. É isso o que está realmente ocorrendo?

É o que expõe a revista ECLÉSIA na p. 48. Entretanto, não é porque alguém tem uma dessas religiões esotéricas que essas pessoas estão certas na sua escolha. Alguém afirma que todos os caminhos levam a Roma, ou toda a religião é boa porque todas falam em Deus. Isso não é verdade. (JO 14.6) “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” O apóstolo Paulo também foi enfático em apontar Jesus como o único mediador entre Deus e os homens. Disse Paulo: (1TM 2.3) “Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,” (1TM 2.4) “Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.” (1TM 2.5) “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.” (1TM 2.6) “O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.” (1TM 2:7) “Para o que (digo a verdade em Cristo, não minto) fui constituído pregador, e apóstolo, e doutor dos gentios na fé e na verdade.” Paulo não só aponta Jesus como mediador exclusivo como também realça sua obra redentora, dizendo: (1TM 2.6) “O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.”

6. Essa religião pouco conhecida a Cientologia que tipo de ensinos e práticas são por ela apresentadas aos seus adeptos que serve de atração?

“A Cientologia é conhecida como a religião das Estrelas, diz a ECLESIA. Foi fundada por Lafayette Ronald Hubbard (1911-1986), um físico nuclear que fez sucesso com livros de ficção científica. A Cientologia tem como símbolo uma cruz. Mas ela nada tem a ver com a morte de Cristo. A cruz dela tem oito pontas e cada uma simboliza um impulso vital à existência do indivíduo. Para os cientólogos, cada pessoa é um espírito bom e eterno, com origem extraterrestre. Assim, cada vez que alguém morre, seu espírito reencarna em um novo indivíduo. Mas, com o tempo, as dores e os sofrimentos apagaram da humanidade a sua consciência divina.”Como vê essa religião está alicerçada sobre ensinos conflitantes com a Bíblia. A Bíblia não apóia o ensino de que cada pessoa é um espírito bom e eterno. Pelo contrário, a Bíblia aponta que o homem foi criado perfeito mas que desobedeceu a Deus e se tornou pecador. (EC 7.29) “Eis aqui, o que tão-somente achei: que Deus fez ao homem reto, porém eles buscaram muitas astúcias.” (RM 5:12) “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.”

Embora tenham como símbolo uma cruz não é, porém, a cruz de Cristo, que representa o que Jesus realizou para nossa redenção. (1CO 1.18) “Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.” (1CO 1.19) “Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes.” (1CO 1.23) “Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos.” (1CO 1.24) “Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus.”

Ensinam também os cientólogos que “Deus é uma força impessoal… e a crença tem base científica e pode ser praticada por adeptos de qualquer religião.” Que contradição! a palavra religião vem do latim religare que significa ligar o homem com Deus. Mas como não crê em Deus, que para eles, não passa de uma força impessoal, essa religião religa o adepto a quem? A resposta só pode ser uma: religa o homem ao inimigo de Deus – o Diabo. (2CO 4.4) “Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.” Além disso é uma religião eclética pois aceita em seu meio pessoas de todas as religiões. O profeta Amós pergunta: “(AM 3.3) “Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?”

CONCLUSÃO

Muito embora identificando-se como sendo “a síntese da ciência e da religião” (p. 50), na verdade se pode dizer dessa religião o que Paulo falou aos incrédulos dos seus dias que não criam na existência de um Deus pessoal, criador dos céus e da terra e de tudo quanto existe:

(RM 3.3) “Pois quê? Se alguns foram incrédulos, a sua incredulidade aniquilará a fidelidade de Deus?”(RM 3.4) “De maneira nenhuma; sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso; como está escrito: Para que sejas justificado em tuas palavras, E venças quando fores julgado.”


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement