Esqueceu a senha?

Hebreus cita um santuário e um sacerdote no céu?

por Prof. Paulo Cristiano da Silva - sex abr 27, 5:07 pm

Pergunta – Se não existe o serviço diário e anual, no santuário celestial, por que o autor de hebreus cita um santuário e um sacerdote? Se não existe serviço neste santuário?

Fundamentação adventista: “Ora, a suma do que temos dito é que temos um sumo sacerdote tal, que está assentado nos céus à destra do trono da majestade, Ministro do santuário, e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem.” (Hebreus 8.1:2)

RESPOSTA:

Logo de cara percebe-se o quanto a pergunta é simplória e superficial. Como o autor da mesma se gabou de a tê-la formulado em apenas “dez minutos”, é claro que não teve a pachorra de refletir que o teor de sua pergunta não leva necessariamente às suas pressuposições doutrinárias, pelo contrário, passa longe delas!

O fato da Bíblia fazer menção de linguagem metafórica ao mencionar santuário e sacerdote nos impede de levar essas expressões ao extremo literalismo ao ponto de transformar o céu, numa tenda tripartida aos moldes do AT. Levando-se em consideração a “lógica” da pergunta, é justo valermo-nos do mesmo raciocínio e aplica-lo aos “cavalos” no céu (Apo 19:11-15). Pelo simples fato de a Bíblia mencionar “cavalos” no céu, só um neófito (ou doido varrido mesmo) procuraria por “serviços” de estábulos no céu ou até uma metalúrgica seria necessária para explicar as espadas, trombetas, cálices e serviços de gráficas para produzir livros. Se você acha tudo isso ridículo, o mesmíssimo raciocínio pode ser aplicado ao ridículo questionamento formulado acima. Ademais disso, a simples menção de um santuário e sacerdote não pressupõe que o céu contenha dois compartimentos e muito menos que Jesus ficou sentadinho esperando por 1800 anos no primeiro para só depois poder entrar em 1844 (sic) no segundo. Também não pressupõe de modo algum que este “serviço” seja de um tal juízo investigativo, tipo Sherlock Holmes, ou que parte dessa limpeza seja transferir pecados nas costas do tinhoso. Então, há um abismo enorme no que a Bíblia apresenta e o que nosso jornalista investigativo pressupõe.

E mais: em que sentido o autor toma esse texto: metafórico, espiritual ou literal? Se literal, em quais aspectos são literais? Em tudo? Ele não diz. O tabernáculo celestial seria uma miniatura em todos os aspectos do terreno? Então o sangue seria literal? Jesus teria apresentado grandes quantidades de plasma como fazia o antigo sumo sacerdote? Há uma mesa com pães da proposição para serem comidos no céu por Jesus? Há um véu em cada compartimento deste tabernáculo celestial?

Será que todos os detalhes que compunham o ritual terrestre devam ser aplicados no celestial? O templo de Salomão foi uma réplica também do celestial, mas em escalas muito maiores do que a tenda. Agora, qual destes representava o verdadeiro antítipo: a tenda ou o templo? O que foi mostrado a Moisés foi literalmente o que havia no céu? Claro que não. O sentido que se encaixa em nossos textos é o de um padrão, uma espécie de projeto ou modelo de acordo com o qual algum trabalho é realizado, mas não necessariamente um protótipo ou arquétipo completo. Seria interessante lembrar-lhe que a lei era apenas “sombra dos bens futuros, e NÃO a IMAGEM EXATA DAS COISAS” (Hb 10.1)


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

16 Comentários

Comentários 1 - 16 de 16Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Nela, não vi santuário, porque o seu santuário é o Senhor, o Deu Todo-Poderoso, e o Cordeiro. Ap 21:22.

  2. No mundo em que vivemos hoje, cada um querendo ser Juiz, um julgando o ministério do outro, muitas vezes me pergunto será que esses julgadores estão lendo o livro de Mateus 7.1-5.

    lembre-se só ele o justo juiz tem essa responsabilidade de julgar.

    1. o seu mi mi mi é comovente, mas não colou. não é julgamento temerário. e nunca leu S.Paulo que diz “…julgando todas as coisas” ? 1 Ts 5:21 você não tem argumento bíblico e parte para uma reclamação dramatúrgica. vae estudar mais sr

  3. julgando todas as coisas” ? 1 Ts 5:21 .Cite o trecho completo sr

  4. jcpter maio 01 at 7:34 pm
    o seu mi mi mi é

    que curso de teologia ensina essa expressão estapafúrdia?

  5. Examinai tudo. Retende o bem.

    1 Tessalonicenses 5:21

    examinai, não julgai, não distorça a Bíblia meu filho

  6. você não tem argumento bíblico

    melhor seria dizer o que sr não tem minha decoreba farisaica

  7. a lei era apenas “sombra dos bens futuros,

    se os autores acrediram nisso, por que defendem o absurdo de que “o céu é em cima” e o “inferno em baixo”?

    1. “Para o entendido, o caminho da vida leva para cima, para que se desvie do inferno em baixo.” Provérbios 15:24

      *entendido (quem aceitou Jesus pela fé e graça de Deus, (vide João 3:16);
      *desvie ( o incredulo, e mundano )

      presta mais atenção sr. “yves”

    2. o sr cita proverbios mas não dizem vcs que o A..T deve ser lido a partir do novo? O sr então coloca proverbios antes do que diz Hb que a lei é sombra das coisas?
      se o sr faz isso sua citacao de Jo 3: 16 é inválida.O sr é especulador não apologista

  8. (vide João 3:16);
    *desvie ( o incredulo, e mundano )

    incredulo e mundano e credulo e do alto são localizações fisico-espaciais?Não sabia

    1. sr varela;

      leia tb Hb 10, 1-2

    2. sr varela
      leia Hb 10, 1-3

    3. leia tb Hb 10-, 1-3

  9. (vide João 3:16);
    *desvie ( o incredulo, e mundano )

    incredulo e mundano e credulo e do alto são localizações fisico-espaciais?Não sabia.Explique

  10. leia tb Hb 10, 1-3 sr Varela

Comentários 1 - 16 de 16Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement