- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Igreja em células? Tome cuidado

Antes de começar a falar sobre esse assunto, queria dizer que vou fazer várias criticas a esse movimento, e vou claro explicar o porque, mas o mais importante é que o objetivo não é criticar e esculachar quem participa, ou quem promove, mas de coração mesmo, alertar sobre como funciona e qual o objetivo, e talvez por falta de informação essas pessoas nem saibam do que estão participando. Então o objetivo aqui é abrir os seus olhos, e não lhe criticar. Criticar como foi desenvolvido o modelo, e fazer você voltar a Glorificar a Deus e a Jesus Cristo.

Primeiro de tudo, não apenas nas Igrejas em células, mas também na maioria das Igrejas de hoje, você ouve alguém que faz parte dessas células ou Igrejas se arrependendo? Você consegue ver em algum lugar um culto ou reunião de células, onde alguém sai de lá arrependido, reconhecendo que se Jesus morreu por mim na Cruz, eu merecia estar morto, e me arrependo de tudo e me crucifico, morro para este mundo, para ter uma vida ressurreta em Cristo? Ou eles estão sempre felizes, falando que o culto ou a reunião foi “muito legal” ou muito “divertida”? Estão sempre falando “Aleluia” repetidamente e agradecendo por tudo que Deus tem feito na vida deles. Tudo sempre tem muita musica e muito entretenimento. E sabem porque? porque assim é fácil segurar as pessoas, se fossem pregar arrependimento e a verdadeira mensagem do evangelho, seria um pouco “chato” e muitos deixariam de frequentar e com isso a “igreja” não cresceria.

Já ouvi falar que o fundador desse movimento de Igreja em células foi o pastor Colombiano César Catellanos (Fundador do movimento G-12), que ao que me parece prega um evangelho meio “O Segredo”, que pode ser entendido melhor no post anterior a este. Também já li em outros lugares que o fundador desse movimento foi Juan Carlos Ortiz da Argentina, e em outros lugares que foi  David Yong Cho da Coreia do Sul, e este ultimo tem o titulo de Maior Igreja do Mundo com aproximadamente 1 milhão de membros.

O mais impressionaste é que independente de quem tenha sido o fundador desse modelo, todos eles seguem a linha do evangelho da prosperidade, e do pensamento positivo como eu já escrevi. O que não me impressiona então o grande numero de pessoas que frequentam essas “Células” tendo como livros favoritos, livros como “O Segredo” e outros de atitude mental positiva. Já cheguei a ver pessoas que frequentam Igrejas e “Células” a terem como livros favoritos no facebook livros sobre vidas passadas. E ai eu me pergunto, o que estão pregando e ensinando nesses lugares? Isso é totalmente anti-bíblico, a bíblia é clara em relação a isso, se vive uma só vez.

Quero deixar bem claro que não sou contra, e pelo contrário até a favor, de pessoas de reunirem em casa, em grupos, para louvarem a Deus, se arrependerem, compartilharem suas experiências, e aprenderem sobre o evangelho. O próprio Senhor Jesus disse que:

Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles. (Mateus 18:20)

Mas pelo motivo certo, pelos motivos que citei acima, arrependimento, compartilhar, aprender e meditar no evangelho, e não pelo objetivo principal dessas “Células”, que são crescimento da Igreja líder das células,e alienação do povo para que não deixem a “empresa eclesiastica” diminuir, ou falir.

Se você pesquisar mais a fundo esse movimento de “igreja em células”, vai descobrir que o principal objetivo do movimento é obstruir o pensamento dos indivíduos e leva-los a acreditar no “grupo”. O objetivo do Movimento de Crescimento da Igreja é conseguir um movimento paradigma infiltrado em nosso pensamento, vendo os seus pastores, ou lideres de células, como “agentes de mudança”. Eles usam as reuniões de pequenos grupos para desafiar antigos paradigmas e meios de pensar, transformando-os gradualmente.

No livro What’s Wrong With The 21st Century Church?'” (O Que Há de Errado com a Igreja do Século 21?) do Dr. Robert Klenck ele expressa muito sabiamente isso:

“Quando a Palavra de Deus é dialogada (em vez de ser interpretada) entre os crentes e descrentes, com múltiplas versões bíblicas utilizadas (Eu recomendo não usar a NTLH, e dar preferência a NVI e Almeida RA) e o consenso é alcançado – acordo com o qual todos se sentem confortáveis – logo a Palavra de Deus é diluída de modo tão sutil que os participantes são condicionados a aceitar (e até mesmo a celebrar) o seu compromisso. A nova síntese torna-se o ponto de partida (tese) para a próxima reunião e o processo de mudança (inovação) continua. O temor da alienação do grupo é a pressão que impede o indivíduo de permanecer firme na verdade da Palavra de Deus, fazendo-o permanecer calado (auto-editado). O respeito humano (rejeição) supera o temor de Deus. O resultado final é um “movimento de paradigma” em como alguém processa a factual informação”

Os lideres das Igrejas em células, e com certeza não por maldade, mas por estarem também sendo influenciados ao erro, estão preocupados com uma “intimidade espiritual”, mãos levantadas, sinais miraculosos, canções e danças, diversão e entretenimento. O estudo, ensino e pregação da palavra de Deus em seu verdadeiro significado são deixados de lados, e em alguns casos totalmente esquecidos. A maior ênfase são nas necessidades da pessoa, eles contam como outras pessoas que fazem parte conseguiram melhorar suas vidas, eles compartilham as experiências mundanas dos indivíduos participantes, suas atividades sociais, psicologia, aconselhamento, etc. para efetuar mudanças nas pessoas que frequentam os grupos, e deixam o ensino de Deus de lado.

Um dos “gurus” desse movimento o Sr. Ralph Nighbour, escreveu que:

“A experiencia de longos anos com grupos constatou que eles estagnam depois de um certo período. Durante os primeiros seis meses as pessoas atraem-se mutuamente; passado esse tempo elas tendem a se tolerar. por esta razão deve-se esperar que cada grupo de pastoreio seja multiplicado naturalmente após seis meses, ou que seja reestruturado.”
(Ralph Neighbour – Manual do líder de célula, Pg 113)

Com essa afirmação podemos ver que as células são um método humano, totalmente manipulável com o objetivo de produzir “frutos” e fazer a igreja crescer, não estão muito preocupados como está seu relacionamento com Deus, seu arrependimento e sua salvação. Eles abrem e fecham células dependendo do fracasso e sucesso delas, não é o tempo de Deus, mas o tempo que os lideres determinam. Dessa forma o evangelho não seria poder, e sim filosofia, pois os homem podem manipular e determinar a sua eficácia.

No livro de Joel Comiskey, um dos adeptos desse movimento, intitulado “O Crescimento explosivo das Igrejas em Células” ele diz:

“Os lideres de células e os auxiliares que conduziram suas células a multiplicação devem ser valorizados e elogiados em publico diante de toda a Igreja.” (Crescimento explosivo…, pg 97)

Com essa afirmação fica claro que esse movimento de Igreja em células dá muita ênfase as pessoas que as lideram. Isto está de acordo com o sistema deles pois a metodologia é puramente humana e os resultados são de autoria humana. Esse é o motivo pelo qual o crescimento das igrejas em células está sempre relacionado aos nomes dos seus Pastores e lideres, e porque eles cultivam os elogios a si próprios diante da igreja. Como pode ser visto no texto citado do livro, esse movimento é um instrumento de auto-proclamação e gloria humana. Isso é totalmente anti-bíblico, a glória é sempre a Deus. Essa prática aumenta o Ego, para si próprio, e isso é totalmente contra o evangelho de Cristo e isto como pode ser visto nos links onde coloquei outros tópicos do blog, um pouco acima (se você já não leu quando passou por lá, recomendo que leiam).

As reuniões dessas “células” dão mais ênfase ao “método” do que a Palavra de Deus. Nessas reuniões o objetivo não é conhecer a Palavra de Deus, e sim proporcionar experiências. E com isso, cada vez mais um método humanista, de experiências humanas sobre o que se acha certo e errado vai tomando conta dessas células, e cada vez menos a essência da Palavra de Deus fica presente.

Para apoiar esse meu comentário vou citar mais uma vez o livro de Neighbour:

“A célula é aquele lugar em que se dá apoio emocional e espiritual a cada membro. Ali a pessoa contribui com seu envolvimento pessoal, não com os conhecimentos e informações.” (Manual do líder de Célula, Pg 173)

Aqui podemos ver nesse “manual” dos lideres de células que seu conhecimento da palavra de Deus não contribui muito, mas seu envolvimento pessoal. Essas reuniões não são fundamentadas em cima da Palavra de Deus, mas nos conhecimentos pessoais humanistas sobre determinados temas.

Acredito que muito disso, seja porque os próprios lideres das Igrejas, ou Pastores, não estejam tão preocupados com o grau de conhecimento sobre a Palavra de Deus desses lideres de células. Tenho uma pequena impressão que muitos desses lideres de células não teriam o conhecimento necessário para transmitir a palavra de Deus, mas isso não é problema para a Igreja em células. Olhem esse outro exemplo retirado do livro de Joel Comiskey:

“No entanto, treinamento não é tão importante como a vida de oração do líder e a clareza de seus alvos.” (Crescimento explosivo… pg 27)

Aqui fica claro que os “alvos” são mais importantes do que o conhecimento e treinamento desses lideres para te mostrar a palavra de Deus.

Na próxima pagina Comiskey diz:

“Uma liderança eficaz de células é muito mais uma aventura liderada pelo Espírito do que uma técnica de estudo Biblico.” (Crescimento explosivo… pg 28)

Aqui ele afirma que um líder de célula não precisa entender bem a palavra de Deus, pois sua experiência é uma aventura liderada pelo Espírito. Mas se a Bíblia diz que a fé vem por ouvir e conhecer e palavra de Deus, e só quem tem fé, tem o Espírito, eu me pergunto que espírito está liderando essa “aventura”.

Eu poderia citar muito mais exemplos de heresias com a palavra de Deus praticada pelas Igrejas em células, mas o texto seria muito grande. Acho que já deu pra se ter uma idéia de onde você está se estiver participando disso. Pode parecer tudo muito bom, pois claro estão indo em nome de Cristo, mas tome muito cuidado.

Provérbios 14:12 diz:

Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte.

E também gostaria de citar:

Disse Jesus: “Porque me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando? (Lucas 6:46)

Nem todo aquele que me diz: “Senhor, Senhor”, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.

Muitos me dirão naquele dia: “Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?”

Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!

Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha.

Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha. (Mateus 7:21-25)

O que poderíamos dizer de um método que considera os “alvos” mais importantes do que os treinamentos dos lideres para ensinar o verdadeiro evangelho? De uma liderança que da mais ênfase as experiências mundanas do que ao estudo bíblico? Essa sistema não se encontra nas escrituras sagradas. Um sistema de liderança de rede com um pastor geral. A ideia até seria boa se fosse para o propósito correto.
A Igreja em células é o ambiente perfeito para a proliferação de heresias.

Existe até alguma verdade no que os lideres de Igrejas em células dizem. Nós precisamos de outros cristões e não podemos resistir sozinhos. Mas então peça ao Senhor de todo seu coração a te levar a pessoas que transmitam a essência da palavra de Deus. Pelo o que você precisa se arrepender, e pelo o que você precisa tirar da sua vida pecadora. Principalmente seu Ego, esse deve ser morto, crucifique seu Ego e morra junto com Cristo na Cruz.

Reuniões não dependem de um líder orientando você através de um modelo ou série de perguntas objetivas o conduzindo a uma lavagem cerebral. Não existe um método, ou um programa a ser seguido, elas dependem da sua capacidade de sentir o Espírito Santo te conduzindo. E o Espírito Santo só é dado aqueles que realmente estão com Cristo. Hoje, o Espírito pode te levar a louvar e agradecer, amanha a se arrepender de algo que você fez, e não estar com disposição para cantar, mais sim de se arrepender. Outro dia de compartilhar uma experiência, ou de meditar na palavra de Deus, e não depender de um método ou um programa, que sempre começa com 15 minutos disso, depois 15 minutos daquilo.

Como eu disse no começo, o objetivo não é criticar e “tacar” pedras, mas abrir os olhos, sobre o que está sendo passado na sua Igreja ou “célula”, e como isto está sendo feito. Para que você possa orar e pedir a Deus para te mostrar um caminho correto onde não haja heresias, e a verdadeira essência da Palavra de Deus te seja mostrada.

Ai você pode pensar assim, mas a Igreja em células que eu participo é diferente e não é assim. Mas reflita que tem esses princípios, e com certeza em todas tem um pouco do que eu descrevi nesse post. E tenho certeza que todos que participam vão se identificar com alguma coisa descrita aqui.

Ou o Evangelho da Prosperidade, ou o Pensamento Positivo, ou o entretenimento ao invés do arrependimento, lideres despreparados, valorização dos lideres (o que massageia o Ego), A palavra de Deus deixada de lado dando mais ênfase aos relacionamentos humanísticos, etc. tenho certeza que alguma dessas coisas ou mais de uma, você vai presenciar nas Igrejas que usam esse modelo, e tudo isso é perigoso. Então tome cuidado e procure conhecer mais a Palavra de Deus, e não a só falar amém ao que seus lideres te falam.

Não se pode beber do cálice do Senhor e do cálice dos demonios; não se pode participar da mesa do Senhor e da mesa dos demonios… Todas as coisas são lícitas mas nem todas convêm; todas são lícitas, mas nem todas edificam” (1 Corintios 10:21,23)

———————-

Veja o vídeo:

Fonte de Pesquisa: http://www.jesussite.com.br/acervo.asp?Id=1373

[1] [2]Compartilhar [3]