Esqueceu a senha?

Igreja Presbiteriana dos EUA aprova casamento gay

por Artigo compilado - qui mar 19, 9:32 am

casamento-gays

Integrantes da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos decidiram nesta terça-feira (17) aceitar o casamento de pessoas do mesmo sexo. Foram três décadas de debate até que os religiosos resolveram incluir o casamento gay na Constituição da igreja.

A alteração tira a parte que aceitava a união “entre um homem e uma mulher” e coloca como casamento a união “entre duas pessoas, tradicionalmente um homem e uma mulher”.

Líderes como o diretor da Rede Aliança de Presbiterianos, reverendo Brian Elisson, comemoraram a decisão. “Finalmente a igreja, em seus documentos constitucionais, reconhece plenamente que o amor de gays e lésbicas é digno de ser celebrado pela comunidade da fé”, disse ele que há anos defende a inclusão de gays na igreja.

Carmen Fowler LaBerge, presidente do Comitê conservador Lay Presbyterian, disse em um comunicado que isso demonstra que a PCUSA rendeu-se às normas sociais. “Qualquer voz profética que a denominação um dia teve de falar a verdade e chamar as pessoas ao arrependimento já está perdida”, afirmou LaBerge.

“Tudo o que a (PCUSA) pode fazer agora é ecoar as vozes do mundo pois ela abandonou o vibrante apelo à levar o testemunho fiel do Deus que falou claramente sobre o assunto.”

Desde 2011 a denominação tem aceito a ordenação de homossexuais como pastores, fato que fez com que muitos fiéis deixassem de frequentar a igreja.

A Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos é a maior denominação presbiteriana do país tendo cerca de 1,8 milhão de fiéis. É importante salientar que a denominação é um corpo separado da Igreja Presbiteriana da América (PCA), que não mudou sua postura tradicional sobre o casamento gay.

Extraído do site http://noticias.gospelprime.com.br/ em 19/03/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

11 Comentários

Comentários 1 - 11 de 11Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Ué! Os calvinistas vivem dizendo que os arminianos tendem mais para o liberalismo do que eles! E agora? Querem “reformar” a igreja impondo o calvinismo, mas eles tem sérios problemas internos. Que se reformem primeiro voltando para as Escrituras e rechaçando o pecado!

    1. E aí ainda se dizem os únicos reformados…

  2. “SERVO DE DEUS”, (ENTRE ASPAS)

    O Reverendo Brian Ellison, PRESBITERIANO reconheceu que “haverá bastante discordância entre as pessoas sensíveis e fiéis” com relação à redefinição de casamento.

    http://www.brazilianvoice.com/wp-content/uploads/2015/03/Foto1-Brian-Ellison.jpg

  3. esse reverendo de esterco podre e sujo, queria ver a cara dele, se o pai dele quisesse casar com um homem, e ele mesmo fizesse o casamento de viadagem dentro dessa igreja de lacaios do diabo. 

  4. Esse título de “reverendo” que eles assumem já é um absurdo, o único digno de reverência é Deus, o verdadeiro Reverendo. Essa teologia reformada, com seu conceito de que Deus criou o pecado dá margem à essas heresias. O homossexualismo seria criação de Deus e não escolha do homem.

  5. Diabólico e final dos tempos…enquanto se discute reformismo, instituicionalismo + ismo… essas coisas acontecem nos bastidores da religiosidade. 

  6. Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos se Tornou Apostata,qualquer grupo que aprova o casamento gay se tornar Apostata e se afasta dos Ensinos de Cristo.Espero que os Presbiterianos no Brasil continue a Aprova só o Casamento entre um Homem e uma Mulher como Jesus ensinou.

  7. Casamento Gay é Contrario aos Ensinos de Jesus e qualquer grupo que aceita o casamento gay esta Desobedecendo a Deus.Jesus ensinou e aprovou só o casamento entre um Homem e uma Mulher:União Heterossexual.

  8. Tenho uma opinião , Bíblia ! ¶ Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora.

    1 João 2:18

  9. Quando Jesus voltar no arrebatamento um será tomado e outro será deixado, daí saberemos se foi correto aprovar o casamento gay caso nenhum dos conjujges seja levado para as bodas do cordeiro!

    1. Francisco Chavier, quer dizer que “SE FOI” correto aprovar casamento gay iremos saber no dia do arrebatamento? e ainda tu dizeis “caso nenhum dos conjuges seja levado”
      você está literalmente a deriva em alto mar, e não sabe nem o que dizes … 

Comentários 1 - 11 de 11Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement