Esqueceu a senha?

Igrejas passam a considerar Presbiteriana como seita

por Artigo compilado - qui abr 02, 12:10 am

casamento gay na igreja

Igrejas passam a considerar Presbiteriana como seita após aprovação do casamento gay

A decisão da Igreja Presbiteriana nos Estados Unidos em aceitar o casamento entre pessoas do mesmo sexo causou uma reação instantânea em outras denominações, que romperam os laços de fé com a entidade.

A Iniciativa Nacional das Igrejas Negras (NBCI, na sigla em inglês), que representa 34 mil congregações de 15 denominações, anunciou o rompimento como forma derepudiar a decisão tomada pela Prebyterian Church USA(PCUSA), uma das convenções presbiterianas dos Estados Unidos.

“A NBCI e sua base de membros são posicionados na Palavra de Deus, dentro da mente de Cristo. Nós pedimos que nossos irmãos e irmãs da PCUSA se arrependam e sejam restaurados à comunhão”, disse o presidente da NBCI, pastor Anthony Evans, segundo informações do Christian Post.

O comunicado do líder evangélico disse ainda que agora a denominação presbiteriana se tornou uma seita: “A manipulação da PCUSA representa um pecado universal contra toda a Igreja e seus membros. Com essa ação, a PCUSA não pode mais basear seus ensinamentos em 2 mil anos de Escrituras e tradição cristã, e ainda se chamar de entidade cristã no corpo de Cristo. Ela abandonou o seu direito por este único ato errado”, acrescentou Evans.

A NBCI representa 15,7 milhões de evangélicos afro-americanos, e foi a primeira a se posicionar mais firmemente sobre o caso. No Brasil, o reverendo Augustus Nicodemus Lopes afirmou que a Igreja Presbiteriana daqui não tem vínculos com a PCUSA.

“O apóstolo Paulo nos adverte sobre isso quando declarou em Gálatas 1:8 que há quem pregue outro Evangelho. Nenhuma igreja tem o direito de mudar a Palavra de Deus. Ao votar para redefinir o casamento, a PCUSA perde automaticamente a graça salvadora de Cristo. Há sempre a redenção no corpo de Cristo através da confissão de fé e aderência à Sagrada Escritura”, acrescentou o pastor Evans, deixando claro que o rompimento está condicionado à decisão de aceitar o casamento gay.

Extraído do site .gospelmais.com.br em 01/04/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

10 Comentários

Comentários 1 - 10 de 10Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. o Titulo da Materia em vez de :”Igrejas passam a considerar Presbiteriana como seita” devia ser”Igrejas passam a considerar Presbiteriana nos Estados Unidos como seita”.porque a Igreja Prebisteriana do Brasil é totalmente Contra o casamento Gay.

    1. Frankmar, esse título é só para chamar a atenção e causar um “telefone sem fio” para aqueles que leem somente o título. Totalmente ambíguo e de dupla intençao pelo site. Triste.

    2. Mateus, aplique esse “argumento” contra a doutrina calvinista. o artigo é compilado e quem sabe ler verá que a citação é sobre a PCUSA e o Rev Nicodemos disse que a IP do Brasil não tem vinculos lá, e não houve “fone sem fio”, só “fio terra” entre os dois carinhas da foto. rsrs.

    3. sera ?

  2. Igreja Presbiteriana do Brasil Não concorda com a Decisão da Igreja Prebisteriana nos Estados unidos.são Igrejas Diferentes. a Igreja Prebisteriana do Brasil tem Base Cristã e Conservadora e só aprovam o Casamento de Um Hhomem com uma Mulher

  3. é uma pouca vergonha isso ! e é o berço do calvinismo ! logo vão querer impor as demais essa viadagem !

  4. Literalmente a PCUSA deu a “demissão” para S.Paulo.
    PCUSA permitindo o pecado de homo pratica e ainda casamento gay, com isso abre precedentes para demais pecados, E adultério também não é pecado ? então na PCUSA um vai pegar a mulher do outro. se aceita uma cousa aceita outras.

  5. a mumia do joão calvino walking dead vai pegar o pé de noite dos caras dessa seita casamenteira pró ativismo gay. rsrs. o calvinista supralapsariano “invocando” jão calvino. eh eh

    https://www.youtube.com/watch?v=NjOc-z1VlOg

    1. AHAH GOTCHA ! PRIMEIRO DE ABRIL FOI OUTRO DIA AHAH.

  6. entendo que a igreja esta dentro de cada individuo, e sua atitude para próximo bem com sua fé com o criador é o que vai definir seu futuro. Percebemos uma disputa entre religiões tentando vender a marca como passagem para encontrar Deus.. O fato é que ninguém sabe o que nos espera..

Comentários 1 - 10 de 10Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário