Esqueceu a senha?

IS 45.7: Deus cria maldade nos corações das pessoas?

por Artigo compilado - dom mar 01, 12:05 am

estudando-a-biblia

ISAÍAS 45.7; FALA QUE DEUS CRIA A MALDADE DE PROPÓSITO DENTRO DOS CORAÇÕES DAS PESSOAS, PARA SUAS PRÓPRIAS CONDENAÇÕES?

Eu FORMO A LUZ, e CRIO AS TREVAS; eu FAÇO A PAZ, e CRIO O MAL; eu, o Senhor, faço todas estas coisas.

יוֹצֵ֥ר אוֹר֙ וּבוֹרֵ֣א חֹ֔שֶׁךְ עֹשֶׂ֥ה שָׁל֖וֹם וּב֣וֹרֵא רָ֑ע אֲנִ֥י יְהוָ֖ה עֹשֶׂ֥ה כָל־אֵֽלֶּה׃ ס

yotsêr ‘or ubhorê’ choshekh `oseh shâlom ubhorê’ râ` ‘aniy Adonay`oseh khol-‘êlleh

Quatro atos de Deus

1-) FORMO A LUZ
2-) CRIO AS TREVAS
3-) FAÇO A PAZ
4-) CRIO O MAL

Argumentos falsos • Deus é mau porque criou o mal; • O Deus do Velho Testamento é malevolente e vingativo e Jesus é bom e benevolente; • Deus é equilibrado, tem o lado bom e mau.

1. Formo a luz: do hebraico ’ôr – ורֹא – Luz; iluminação; corpo luminoso; dia; sol. A luz é a forma de energia radiante que age sobre a retina do olho e torna os objetos visíveis. É a falta de escuridão. Como corpos luminosos, significam o sol, a lua e as estrelas que foram criados para reger o dia e a noite (Gn 1.14-18). O sol é maior fonte de luz e calor; sem ele o mundo estaria em continua escuridão e frio. A luz referente a esse texto refere-se à irradiação que vem de inúmeros corpos luminosos que constitui os universos infinitos de tamanho inconcebível, regidos por leis definidas e fixas; eles demonstram o poder e a glória iluminados como testemunho de um ser supremo que tem um poder, sabedoria e glória inimagináveis.

DEUS CRIOU A LUZ, O SOL, O DIA COMPOSTO POR 24 HORAS, A LUZ DO DIA E AS LUZES DA NOITE, CORPOS CELESTES, ESTE É O CONTEXTO DO VERSO.

2. Crio as trevas: do hebraico choshekh – חֹ֔שֶׁךְ – As trevas são a total ausência de luz. Esta palavra hebraica sempre que aparece tem o sentido de chuva, fumaça, clima, natureza, tempestades, este vocábulo tem haver com o céu com o tempo, com a meteorologia.

Exemplos:

(Exo 10:21-22) Então disse o SENHOR a Moisés: Estende a tua mão para o céu, e virão trevas (escuridão no céu חֹ֔שֶׁךְ) sobre a terra do Egito, trevas que se apalpem. E Moisés estendeu a sua mão para o céu, e houve trevas (escuridão no céu חֹ֔שֶׁךְ) espessas em toda a terra do Egito por três dias.

(Deu 4:11 ) E vós vos chegastes, e vos pusestes ao pé do monte; e o monte ardia em fogo até ao meio dos céus, e havia trevas (clima pesado, sombrio חֹ֔שֶׁךְ), e nuvens e escuridão.

3. Faço a paz: do hebraico shalom – שָׁל֖וֹם – Livre de guerra ou desordem civil; é a harmonia nas relações humanas e divinas; quietude; tranquilidade. Deus é o autor da Paz e Cristo é chamado de Príncipe da Paz (Is 9.6,7). Toda paz verdadeira e duradoura vem de Deus; ela teve início Nele.

4. Crio o mal: do hebraico ra` – רָ֑ע – O termo hebraico para criar neste texto é bara e aqui significa causar; trazer à existência. O termo usado para mal é ra. Nunca é traduzido como pecado, mas por: 1. Mal (Is. 45.7; Gn 24.50; 26.29; 31.24; Nm 11.11; 1 Sm 10.19; Sl 41. 1; Zc 1.15); 2. Calamidades Sl 141.5 3. Adversidade Ec 7.14; 4. Maus Sl 94.13; Ez 14.21; 5. Desagradar Ne 2.10; 6. Aflição Gn 44.29; 7. Angústias Sl 107.26; 8. Miséria Ec 8.6 9. Terríveis Dt 6.22 10. Selvagens Ez 14.15 11. Pesado Nm 11.14

Crio o mal: do hebraico ra` – רָ֑ע – A ideia é que Deus criou a lei do plantar e colher (semeadura), e os males e resultados ruins virão quando os homens pecarem. Deus decretou que a miséria, a desgraça, a aflição, a inquietação, a angústia viriam como consequências do pecado (Gl 6.7,8).

A palavra RA´ é traduzida por mal 430 vezes e nunca com a ideia de que o pecado foi criado por Deus. Se os homens pecarem e colherem suas consequências por isso, a responsabilidade pelas duas ações são deles. Deus simplesmente criou a lei e os castigos pela desobediência da lei que sempre estará em vigor.

Analisando o contexto de Isaías 45.7 • Observe que o texto usa contrastes ao mostrar a soberania de Deus. – Luz X Trevas – Paz X Mal • O texto bíblico é repleto dessa figura de linguagem chamada antítese onde Deus compara dois caminhos: – Céu X Inferno – Justo X Ímpio – Quem server a Deus X Quem não serve – Caminho largo X Caminho estreito

‘ra’ no contexto significa: “mal moral”, “a natureza perversa” e também “males como inundações, terremotos, tempestades de granizo, catástrofes naturais do clima”.

Ou seja, o termo “mal” aqui se refere à “desolação” e às “calamidades e catástrofes” que Deus permitiria vir sobre os babilônicos e que usaria Ciro para “abater as nações” (45:1) por amor de Israel, o seu povo. • Em 45:8, Deus promete salvação (paz) e justiça (punição ou mal). • Outros trechos usam a mesma linguagem. Os males que Deus ameaçou trazer em 2 Reis 22:16 foram punições e calamidades (Josué 23:15). Neste texto de Josué é usada a mesma palavra hebraica para mal (ra).

Deus usaria o clima da natureza para julgar a babilônia de seus crimes AFIM DE QUE SE ARREPENDESSEM DE SEUS MAUS CAMINHOS.

DEUS TRABALHA NOS CORAÇÕES DAS PESSOAS PARA SE ARREPENDEREM, E NO CONTEXTO DEUS USARIA A PRÓPRIA NATUREZA PARA FERIR OS BABILÔNICOS COM O CLIMA DA METEOROLOGIA. USAR O CLIMA PARA FAZER OS BABILÔNICOS SE ARREPENDEM, NÃO SERIA O PODER DO HOMEM DE TOMAR DECISÕES? OU MELHOR, NÃO SERIA LIVRE ARBÍTRIO?

COMO OS FATALISTAS CONSEGUEM VER; ELEIÇÃO, INFERNO, SALVAÇÃO, PREDESTINAÇÃO OU DE QUE DEUS CRIA A MALDADE DE PROPOSITO DENTRO DOS CORAÇÕES DAS PESSOAS, PARA SUAS PRÓPRIAS CONDENAÇÕES?

Joed Monteiro via Facebook


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement