Esqueceu a senha?

Jesus e a fé dos homens

por Artigo compilado - sáb ago 30, 3:39 pm

Jesus e nicodemus

A FÉ VEM DO CORAÇÃO DO HOMEM — “11 Esta é, pois, a parábola: A semente é a palavra de Deus; 12 E os que estão junto do caminho, estes são os que ouvem; depois vem o diabo, e tira-lhes do coração a palavra, para que não se salvem, crendo; 13 E os que estão sobre pedra, estes são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria, mas, como não têm raiz, apenas crêem por algum tempo, e no tempo da tentação se desviam; 14 E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram e, indo por diante, são sufocados com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição; 15 E a que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a palavra, a conservam num coração honesto e bom, e dão fruto com perseverança.” (Lc 8:11-15 ACF)

A Parábola do Semeador nos ensina que fé é algo que os pecadores podem exercitar e que a diferença entre os corações dos homens e a resposta ao evangelho é uma questão de suas próprias vontades. O Senhor Jesus nos diz que a Palavra de Deus caiu sobre quatro diferentes tipos de corações humanos. Todos os homens são pecadores, mas nem todos os pecadores não respondem à Palavra de Deus da mesma maneira.

O primeiro tipo de pecador ouve a Palavra de Deus, mas o diabo vem e a retira do coração dele para que não creia e seja salvo. Isto está explicado em Mt 13:19 – “Ouvindo alguém a palavra do reino, e NÃO A ENTENDENDO, vem o maligno, e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé do caminho.” (ACF) A razão porque o primeiro tipo de pessoa não crê é porque ele não se esforça para [ou não deseja realmente] entender o evangelho e assim o diabo consegue arrebatar a Palavra de Deus. Isto acontece a cada dia. O evangelho é pregado a pecadores indiscriminadamente e muitos deles não dão importância a ele e não tem interesse mesmo em ouvir mais a respeito de Jesus Cristo. Eles não estão interessados o bastante nem mesmo para ler um folheto evangélico ou ir a um culto ou a um estudo bíblico evangelístico. Assim, “… vem logo Satanás e tira a palavra que foi semeada nos seus corações.” (Mc 4:15 ACF)

O segundo tipo de pecador ouve a Palavra de Deus mas cai fora quando chega o “tempo de tentação” porque a Palavra de Deus não foi recebida profundamente no coração e na vida, e, portanto, é facilmente arrancada. Muitos pecadores caem nesta categoria. Expressam interesse no evangelho, querem aprender mais. Estão excitados com as coisas de Jesus Cristo. Mas seu entendimento e “fé” são rasos. Não se esforçam para ter completo e adequado entendimento do evangelho e não estão verdadeiramente regenerados e logo caem fora por causa dos problemas que enfrentam com amigos e parentes, ou ficam ofendidos com algo com que não concordam. Novamente, não se diz que isto seja o resultado da soberana reprovação, mas é algo sob a responsabilidade do próprio pecador.

O terceiro tipo de pecador ouve a Palavra de Deus, mas abarrota o coração e a vida com os “cuidados e riquezas e deleites desta vida”. O evangelho de Marcos acrescenta: “… e as ambições de outras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera.” (Mc 4:19 ACF) Isto acontece frequentemente quando o evangelho é pregado. Muitos pecadores que mostram algum interesse no evangelho e que vão à igreja e mesmo professam a fé em Jesus Cristo, caem fora porque não são sérios o bastante com os assuntos espirituais e permitem que muitas outras coisas sufoquem a Palavra de Deus para fora de seus corações e vidas. Novamente, aqui não há nem mesmo um sinal de que tudo isto seja o produtos de uma soberana reprovação. O que [a Bíblia] diz é que isto é algo que ocorre por causa das próprias respostas do pecador e suas ações quanto ao evangelho.

O quarto tipo de pecador ouve a Palavra de Deus e acredita nela e a mantém e produz frutos com paciência. Este é o único dos quarto tipos de pecadores que realmente chega à salvação.

JESUS MARAVILHOU-SE DA FÉ DO CENTURIÃO– “E, ouvindo isto Jesus, maravilhou-se dele, e voltando-se, disse à multidão que o seguia: Digo-vos que nem ainda em Israel tenho achado tanta fé.” (Lc 7:9 ACF)

O Senhor Jesus se maravilhou com a fé do centurião e recomendou esta fé aos judeus.

FÉ NÃO É UMA OBRA — “8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. 9 Não vem das obras, para que ninguém se glorie;” (Ef 2:8-9 ACF)

Este verso ensina que a fé não é uma obra. A fé é o meio pelo qual o pecador recebe o dom gratuito da salvação que foi comprada para ele por Cristo. A fé é a “mão que se estende para aceitar o dom de Deus”. Ao contrário do raciocínio determinista, aceitar um dom não é uma obra e não é nada em que o crente possa se vangloriar. Um presente é 100% daquele que compra e o oferece. O recebedor nada tem a se vangloriar por recebê-lo.
[Nota: Em grego, o pronome “isto” é singular e neutro, e a coisa mais próxima que pode concordar com ele é “misericórdia”, no verso 4. “Isto” não pode se referir a “fé” (feminino). Portanto, este verso não diz que a fé é um dom de Deus.]

HOMENS PERECEM PORQUE NÃO RECEBEM O AMOR DA VERDADE — “10 E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. 11 E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; 12 Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade.” (2Ts 2:10-12 ACF)

Esses pecadores que seguem o anticristo serão condenados por sua decisão pessoal em relação à verdade. Eles poderiam ter recebido a verdade e serem salvos, mas a rejeitaram. As palavras não poderiam se mais claras.

Por isso pense nisso e aceite o amor de Jesus!

Adaptado de David Cloud,
Fundamental Baptist Information Service, P.O. Box 610368, Port Huron, MI 48061, 866-295-4143


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Como sempre o pastor David nos abençoa com suas palavras, que na verdade não são suas mas vindas do Espírito Santo. Que todos possam aproveitar e refletir sobre as doutrinas de suas igrejas.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement